29 de ago de 2006

Depois de 3 anos de tratamento, dores 24 hs por dia, eventuais crises e 8 meses aguardando a marcação, finalmente ontem meu irmão e meu melhor amigo, de quem sinto muita falta, operou a coluna no Hospital Sarah Kubitschek, em Brasília e correu tudo bem. Foram 8 hs de cirurgia e uma agonia infindável para mim. Depois de tudo que tem me acontecido, confesso, que mesmo estando otimista, tive uma ponta de medo que algo desse errado.
Na cirurgia, feita pela frente, um novo método, eles retiraram um pedaço do osso da bacia e colocaram entre duas vértebras onde ele não tinha mais o disco. Agora serão 11 dias até tirar os pontos e usará um colete, feito de um material que parace garrafa pet, só que mais grosso, que pega todo o tronco e uma parte do bumbum, até que calcifique. Só não sabemos ainda qdo ele será liberado para voltar ao Rio onde eu e Camila, minha sobrinha, o aguardamos anciosas.

O pai, que amanhã completa dois meses que está no hospital, depois de 50 dias na UTI (mamãe morreu 10 dias depois dle ser internado), havia ido para enfermaria, mas só por 5 dias. No domingo à noite voltou para UTI, onde está entubado, sedado e o rx do pulmão é muito ruim. A médica me chamou ao hospital pq ele queria falar com os filhos, estava muito agitado. Então ela me ligou pedindo que eu fosse antes de entubá-lo. A médica falava comigo com lágrimas nos olhos e diversas enfermeiras, mesmo de outros andares, estavam indo lá para vê-lo. É muito bom qdo vc se depara com coisas como esta. Demonstrações de carinho por uma pessoa que conhecem há apenas dois meses. E vc nota no dia a dia esse mesmo sentimento em relação a muitos pacientes que lá estão e vindo de diversos médicos e enfermeiros.

Ele falava muito, estava bem inquieto, mas o que de mais importante disse é que ele não podia mais ficar aqui, que já estava nas mãos de Deus e que ía para junto de minha mãe.

Só peço que Deus tenha misericórdia.

Um comentário:

  1. Amiga querida, perdão por dizer isso, mas que bom que eles ficaram juntos logo, estão felizes no céu, olhando por vcs.

    ResponderExcluir