28 de dez de 2007

feliz 2008!!!!


(essa mensagem foi escrita ontem a noite, 27/12/2007)

Amigos,

estou escrevendo ouvindo Milton Nascimento e bebendo um champagne. Coloquei Milton porque se eu tivesse que escolher uma música para representar meu ano, seria "Caçador de Mim.
Foi um ano que começou comigo tentando me encontrar e dar a volta por cima. Logo no início dei uma pirada e fui ao fundo do poço. Quando achei que estava, finalmente, ficando do jeito que queria, veio um outro momento bem difícil de enfrentar que foi a saída do meu emprego. Pirei de novo
Foi um ano intenso, cheio de altos e baixos, de momentos bons e ruins, de perdas e de ganhos... e posso dizer agora, mais ganhos do que perdas. Aí veio uma linda viagem a Europa que serviu de divisor de águas na minha vida. E depois de uma mudança de vida de 180º, aqui estou eu escrevendo a vocês e podendo dizer que Eu estou muito feliz na minha vida! Que eu não tenho nenhuma preocupação! Que eu não tenho problemas! Que estou com muitos sonhos!
Todos nós temos nossos sonhos, mas e se não der? Se não der não deu! Ainda dá prá ser muito feliz! Se estivermos felizes por dentro, ter ou não ter as coisas materiais, não fará diferença.
Felicidade prá mim é poder acordar todas as manhãs e saber que posso realizar muitas coisas. É tomar um banho bem gostoso e preparar um café mineiro com pãozinho e manteiga. É vir ao computador ler as mensagens gostosas dos amigos, ter notícias daqueles que andam sumidos, responder a cada um com carinho e saudade. É me preocupar com aqueles que não andam num bom momento. É vibrar com os que estão felizes e vem dividir comigo. É saber que posso realizar muito, que tenho um novo desafio pela frente em termos profissionais. É receber a maior força dos amigos para que eu não deixe de acreditar no meu sonho. É não saber como será o amanhã, mas ter a certeza de que estou fazendo tudo para que ele seja o melhor. É saber que ter 48 não é como ter 28, mas me sentir mais viva e melhor do que quando tinha os 28. É poder estar com minha família, me sentir amada e sentir todo amor que tenho por eles. É hoje estar em casa há 3 meses e não sentir a mínima saudade de quando saía para trabalhar. É curtir minha casa e cuidar dela. É ter virado, também, dona de casa. É poder assistir mais filmes, mesmo enquanto trabalho. É dar risadas gostosas assistindo a novela das 18h. É querer me apaixonar de novo e sentir aquilo que só os apaixonados sentem. É papear no msn com os amigos de bom papo e sentir saudades dos que não estão mais lá. É sentir saudades de quem se foi sem mais sofrer como antes. É receber telefonemas dos amigos e ficar muito tempo ali papeando. É receber telefonema daqueles, que coincidentemente sempre ligam na hora que vc mais precisa. É saber que é amada, mesmo que fique tempos sem se falar. É ir na padaria a tarde comprar pão quentinho pro lanche e ver a manteiga derreter. É ouvir minha rádio preferida e cantar cantar e cantar... É me dar conta que estou dançando debaixo do chuveiro. É saber que eu consegui!!!!!!

Que 2008 traga sensibilidade, paciência, humildade, sabedoria e discernimento. Que tenhamos saúde que é o bem maior. Que aprendamos a dividir ainda mais, pois só assim saberemos o valor de receber. Que os desafios continuem, pois sem eles não tem graça viver, mas que tenhamos a coragem de enfrentá-los, porque para viver é preciso coragem, sem isso, apenas sobrevivemos. O maior desafio está dentro de nós. E como sei disso... Que possamos administrar as expectativas, para poder diminuir as frustrações. Que tenhamos tempo de curtir muita música, de ouvir o barulho do mar, ouvir o silencio da noite, de ver o tempo passar. E nunca deixar de ouvir nosso coração. Que não deixemos de ser crianças e que saibamos envelhecer sem endurecer o coração. Que tenhamos certeza nas nossas atitudes, porque a dúvida sempre nos limita. Que façamos coisas diferentes para ver como é possível mudar. Aaahh que seja muito quente ou muito frio! Jamais morno!!!! Que consigamos fazer as escolhas certas, as ditadas pelo coração, com uma pitada de razão.

Que a trilha sonora de 2008 seja "O que é o que é, do Gonzaguinha... porque a vida é bonita, é bonita e é bonita. A realidade é uma doce ilusão e se vai ser maravilha ou tormento, somos nós que decidimos, somos nós que fazemos a vida, como der ou puder ou quiser. Que possasmos viver e não ter a vergonha de ser feliz... cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz.

Desejo que vocês sejam felizes do jeito que escolherem. Que sejam vocês mesmo, sem ter vergonha. Que lutem pelo que desejam. Que amem!!! E amor não é egoísta, não aprisiona, ao contrário, liberta. Que saibam dar um abraço apertado, um sorriso gostoso e um beijo demorado. Quem sabe um cafuné em quem está precisando? Que não se conformem com a normalidade das coisas. Que tenham amigos como os meus. Agradeço a cada um de vocês por fazerem parte da minha vida! Por de uma forma ou de outra, terem contribuido para essa felicidade que sinto agora.

Bjus bjus bjus e mais bjus!!! Todos com muito carinho e amor!!!!

24 de dez de 2007

rabanadas

Se tem uma coisa que não pode faltar no meu Natal é rabanada! Troco por qualquer outra coisa! Gosto tanto, que mamãe de vez enquando, fazia para mim, mesmo sendo fora de "época" :) E, modéstia à parte, eu adoro a rabanada que faço. Prá começar gosto dela da forma mais simples. Tá certo que existem outras variações gostosas, mas rabanada, para mim, tem que ser simples.

Para um pão de rabanada: 3 ovos batidos com uma pitada de sal (tem que bater até perder o cheiro de ovo), meio litro de leite (se faltar pega mais) misturado com 3 colheres de sopa de açúcar (tem que ser docinho, senão o miolo da rabanada fica sem gosto), açúcar e canela em pó misturados.


Cada pessoa tem seu segredinho na cozinha.. as pessoas me perguntam por que minha rabanada fica alta e não murchinha. Bem, eu não deixo dentro do leite. Coloco no leite e vou virando, uma a uma, deixando ficar molhada. Se colocar diversas fatias dentro do leite, a fatia de pão fica encharcada. Aí passo no ovo e passo o dedo para tirar o excesso. Lembre-se, uma de cada vez. Então fritar! Cuidado com a gordura quente demais, senão doura por fora mas não cozinha por dentro.


Quando ficar douradinha colocar no papel tolha para tirar o excesso de gordura, passar na canela com açúcar e aí... é comer comer comer!!!!!





Beijo e uma ótima quinta-feira, ho ho ho
Paz e Bem

23 de dez de 2007

bolo de maçãs com nozes - sem leite e sem fermento

Ontem me deu vontade de comer um bolo que há muito não fazia e a receita me foi dada por uma grande amiga que já está lá no alto. Peguei a máquina para tirar fotos e lá pela terceira um anjo me soprou no ouvido que eu já havia postado a receita aqui no blog. Como nunca coloquei marcadores, lá fui eu procurar... Encontrei em dezembro de 2007 e o ressucitei!!!

Bolo de Maçãs e Nozes

Misture numa vasilha: 1 copo e meio de açúcar, 2 ovos, 2 colheres chá de baunilha, 2 colheres chá de canela em pó, 2 collheres chá de bicarbonato, 1 pitada de sal, 1/2 xícara de óleo, e 2 copos de farinha de trigo. Não se assuste, ficará uma massa grossa mesmo.


Depois de bem msiturado acrescente 4 copos de maçã em cubos (com casca) e nozes picadas. Dá uma misturada e deixe quieta pelo menos uns 10 min para que a maçã solte um pouco de água e a massa fique mais leve. Misture bem.

Forma untada e farinhada. Forno baixo.

bom apetite!!!!!



Ao invés de nozes, pode colocar amêndoas, ou os dois! Também pode colocar um pouco de frutas cristalizadas. Ótima receita para o café da manhã do Natal!

17 de dez de 2007


Faz tempo que algo não me irrita... não, não fiquei irritada, fiquei puta da vida mesmo!

Parei de trabalhar final de setembro, mas é necessário esperar 30 dias para dar entrada no seguro desemprego. Finalmente fui até um posto do Ministério do Trabalho dar entrada na papelada. Detalhe "ridículo": fiquei 5h e meia numa fila até ser atendida. No posto só haviam duas pessoas "trabalhando", uma que só fazia carteira de trabalho, que agora não é mais feita na hora, vc leva 30 dias para receber, e outra para receber os pedidos de seguro desemprego.
Tudo direitinho, resta esperar 30 dias para poder receber. Eu podia ter ido receber no dia 7 de dezembro, mas só hoje me animei a isso. Separei os papéis, a carteira de trabalho e um livro, claro, porque já sei que enfrentaria fila. Cheguie as 13h em ponto, estava no número 310 e minha senha era 372. Acomodei-me numa cadeira, pelo menos isso, peguei meu livro "A Conspiração Franciscana" e comecei a ler. 1h e 20m depois chegou minha vez. Apresentei os papéis e a carteira de trabalho. O jovem caixa olhou tudo e me pediu a identidade. Eu só ando com cópia autenticada e foi o que apresentei. Ele me disse que não podia aceitar. Argumentei que estava apresentando a carteira de trabalho e que a cópia estava autenticada. Ele disse que não aceitavam. Fiquei um pequeno espaço de tempo olhando prá ele até que ele me perguntou "o que foi?" e eu lhe respondi: "estou contando até dez!" E ele: "sinto muito, só com a original, nós da Caixa não podemos aceitar essa cópia". Dei-lhe um sorriso amarelo e disse: "Feliz Natal, ano que vem eu volto e leio mais quatro capítulos do meu livro."

Saí pensando... eu moro a 2 quadras da agência da CEF e, graças a Deus esse dinheiro não me faz falta. Penso naqueles que realmente precisam: ser demitido em setembro, só começar a receber em dezembro e ainda tivesse que pegar ônibus, esperar e ouvir algo assim... Eita povinho de merda! Ou seja, vc precisa ter documentos originais, mas falsos, que consegue receber aposentadoria de um monte de gente que já morreu. É assim que funciona!

13 de dez de 2007

Depois de alguns dias infernais, quando toda tarde ameaçava chover, caía uns pingos e só fazia aumentar o calor, finalmente um dia fresco. Desde ontem não pára de chover. A única coisa ruim é que quando a chuva conseguiu cair veio forte e causou estragos. Porém foi ótimo passar uma noite fresca e um dia onde não sinto que vou derreter.

Mila está passando as férias dela aqui comigo e está sendo ótimo ter a companhia dela. Até trabalhos manuais estamos fazendo juntas. Ontem ela fez um bolo sozinha, apenas supervisionei e acendi o forno. A única coisa é que precisamos dividir o pc, e é claro que sempre saio perdendo :P

Continuo na minha vida tranquila, lendo, cuidando da casa, fazendo meus artesanatos, assitindo filmes, aumentando meu círculo de amizades, fortalecendo e curtindo as antigas e inventando coisas... Ah e é estranho, mas quanto mais tempo temos mais coisas aparecem que queremos e/ou precisamos fazer. Tem alguns textos que gostaria de escrever, as palavras dançam na minha cabeça, e não paro para fazer isso. Quantas peças de artesanato faço, mais idéias tenho e quero fazer. Preciso urgentemente acabar de organizar meus arquivos no pc. Ainda nem arrumei a casa para o Natal, o que não passará desse final de semana.. E os livros para ler? estão se acumulando. Mas isso tem sido ótimo!! Há pessoas que pensam que pelo fato de não estar trabalhando eu fico em casa sem ter o que fazer, entediada, solitária. Nha, nada disso!! Sem contar que tem hora que paro mesmo prá fazer preguiça.

Aproveitei que o dia está fresco para passar roupas que andei deixando empilhar novamente por conta do calor. Enquanto isso estou asssitindo Harry Potter e o Cálice de Fogo. Sim, finalmente me rendi e estou asssitindo aos filmes. Mila, que sempre amou Harry e os filmes, finalmente se rendeu aos livros e está lendo o segundo. Por conta disso ganhou de presente de Natal (sim, eu já dei) a coleção com os 7 livros. O fato de eu dar esse presente a ela tem um significado maior.
Uns dois anos antes de Camila nascer, mamãe já havia comprado para ela a coleção completa de Monteiro Lobato. Para minha mãe leitura era algo fundamental na vida de uma pessoa e ela lia muito e incentivava as pessoas a isso. Porém Camila nunca se interessou em lê-los e este ano, com seu consentimento, a coleção foi dada para a biblioteca de uma Associação de Moradores de uma favela. Quando eu a vi super interessada em ler os livros do HP, me veio a idéia de dar a coleção a ela para "ocupar o lugar" da outra. Então, como eu disse a ela, não foi um presente meu e sim da vó Bisí, para que ela nunca se esqueça da importância da leitura na vida da vó.
bem, por hoje é isso!

8 de dez de 2007

mais paris....

aah tem muitaaas fotos de paris... mas estou postando aqui as minhas favoritas. Por que? eu conto!
Minhas estações preferidas são primavera e outono. Há muito tempo não vejo outono por aqui e em paris eu o encontrei... as árvores com aquelas cores de outono, entende? amei isso e as árvores realmente foram meu maior foco. Essas são as fotos que mais gostei e postei aqui para partilhar com vocês. Espero que gostem também! Não me cansei de me sentar e admirar a paisagem.... Em toda a minha viagem paris foi a de maior importância, porque foi onde tive mais tempo, onde pensei e repensei muitas coisas... aahhh todos deviam ter o direito de ir a paris pelo menos uma vez por ano! :P (cliquem na foto para ver melhor)
























6 de dez de 2007

notícias minhas

Eu reli aquele texto escrito há quase um mês atrás e fiquei pensando nas mudanças de lá prá cá... houve um inverno, mas aí veio a primavera...

Eu estou muito bem como há anos não me sentia... meu irmão diz que devo ser a única desempregada feliz nesse mundo.. um amigo disse que deve ter outros, espero que sim! :) o importante é isso: superei tudo e estou muito feliz!!!

Minha vida anda uma maravilha e estou curtindo demais tudo que faço e me acontece. Tenho recebido algumas propostas de trabalho e me dando ao luxo de recusar algumas e pedir tempo para pensar em outras... Consegui organizar coisas que queria aqui em casa... mas anda uma bagunça :P

tenho feito alguns trabalhos que andam tomando meu tempo:

bordado feito por encomenda
armário de 10 portas que estou lixando para pintar de branco e combinar com os novos móveis:
aprendendo decoupage, minha primeira peça.. e há muitas em andamento que vou postar depois.. também abrindo um blog só para divulgar meus trabalhos:

ah voltei ao orkut.. de volta as coisas boas que ele tem e "cagando" (desculpem) para a parte ruim!

é isso!
bjus

5 de dez de 2007

Sei que estou em falta por aqui :( Tenho escrito algumas coisas, mas no papel e depois o tempo vai passando e não passo prá cá. prometo fazer uma boa atualização ainda esta semana, ok?
prá não dizer que não falei nada hoje, quando entrei no pc, vi uma notícia que me deixou de queixo caído. Meg Ryan sempre foi uma das minhas preferidas em comédias românticas e anda sumida... A reportagem é sobre artistas que fazem plástica e acaba não conseguindo mais papéis por causa do resultado. Uma das atrizes que citam é a Meg e quando vi as fotos fiquei horrorizada....

24 de nov de 2007


O comentário que o Beto fez no tópico onde eu postei sobre meus trabalhos manuais, dizendo que eu sou uma pessoa delicada por causa disso, me levou a pensar.
Nos últimos tempos de orkut, eu estava frequentando algumas comunidades de artesanato, trabalhos manuais diversos. O que mais me impressionou nessas comunidades é que você não vê uma briguinha sequer, ao contrário da maioria das comus sobre outros assuntos. As pessoas são de uma gentileza, carinho e paciência, impressioante. Todas sempre prontas a tirar as dúvidas que surgem, a ensinar e dividir o material que possuem. É realmente um grande grupo de amigas. Todas sempre se bom humor e prontas a ajudar a comunidade a crescer, se organizar. Com certeza a maioria das pessoas que fazem esse tipo de trabalho, seja por hobby ou como profissão, têm seu melhor lado aflorado.

Comecei a fazer trabalhos manuais por volta dos 10 anos. Sempre tive facilidade para aprender as técnicas e tinha o maior prazer. Sempre foi um hobby, mas também uma fonte de renda quando precisava engrossar o dim dim. Sempre consegui vender fácil tudo que eu fazia e não podia pegar todas as encomendas por falta de tempo. Hoje vejo que sempre que passei um tempo sem produzir nada, isso me fez falta.
Na época que trabalhei no mercado de capitais em mesa de operações, foi o trabalho manual que muitas vezes me ajudou a encontrar um certo equilíbrio, a não deixar o meu lado "humano" sumir por completo. Quando estou fazendo algum trabalho, ele faz eu me desligar por completo e pensar melhor nas coisas. Muitas vezes encontrei solução para problemas, ou enxerguei certas coisas, nesses momentos.
Infelizmente na época que eu mais precisava dele nesse sentido, que ele podia me ajudar, eu fiquei afastada dele. Foram mais de 2 anos sem produzir nada. Este ano eu tive uma fase em que precisava me reequilibrar. Me recolhi e me dediquei ao bordado em todo tempo livre que eu tinha. Foi muito bom prá mim. Eu estava tendo dificuldade em reencontrar um equilíbrio emocional perdido nos últimos acontecimentos. E realmente fez efeito. Porém quando achei que tudo estava ficando bem veio a novidade na minha vida profissional que me deu uma derrubada. Sei que prá muita gente é complicado entender todas as coisas que passei, parece que as torno maior do que realmente foram, mas só quem passa o dia-a-dia dessas situações pode realmente avaliar. Mas não vou me alongar nisso.

Tenho proposta de voltar a trabalhar para empresas, mas a idéia de ficar trabalhando com artesanato é algo muito forte em mim. Sempre foi um desejo um dia me dedicar a isso e acho que chegou a hora. Claro que dá uma certa insegurança você partir para um trabalho completamente diferente, trabalhar por conta própria, mas estou animada com isso.
Por enquanto estou numa longa férias. Estou me dando um tempo para me desintoxicar de muita coisa. E a decisão de me afastar da vida virtual também tem me ajudado muito porque estou ficando mais em minha companhia. Sempre cuidei de pessoas, e hoje não tenho ninguém para me preocupar, só comigo mesmo. Como passei muito tempo sem fazer isso, encontrei muita dificuldade. Então dei essa parada para me redescobrir. Algo que venho tentado fazer nos últimos meses, mas sem muito sucesso. Tenho me dedicado a minha casa, a organizar minhas coisas, a arrumar aquilo que há tempos estava sendo deixado prá depois, e principalmente mexer com meus trabalhos. Sei que será através deles que vou conseguir sucesso no que quero e preciso. Ele faz aflorar o melhor de mim.
Trabalhar naquele meio doido que eu trabalhava, faz qualquer um gastar energia demais. Você está cercado de coisas negativas, de pessoas falsas, estressadas, cada uma querendo derrubar o outro e coisas assim que conhecemos bem. Isso fazia com que eu depois de anos e anos estivesse sempre na defensiva e pronta para tudo. Hoje, longe de tudo isso, minha guarda baixou. Me sinto mais sensível, livre, mais calma... Por isso preciso de um novo equilíbrio. Quero resgatar alguém que está perdido em algum lugar dentro de mim.

Então Beto, as pessoas que mexem com esse tipo de trabalho são mais delicadas e sensíveis sim, e que bom que você conseguiu ver isso em mim mesmo antes de saber que eu mexia com isso e apesar do momento que eu passava.

14 de nov de 2007

o jogo do contente

Vocês conhecem Poliana? Uma menina que jogava o "jogo do contente", sempre procurando ver o que havia de positivo em cada coisa que acontecia? Ultimamente tenho feito muito isso.
Desde que voltei de viagem que estou em casa. Devo ser a única desempregada feliz nesse mundo :P Tem sido muito bom estar em casa e ter tempo prás coisas que quero. Em momento algum senti falta de sair para trabalhar e muito menos do meu antigo trabalho.
Lembram do dia da grande chuva que fechou o túnel rebouças e causou um caos no Rio de Janeiro? Pois é, eu passava por aquele túnel para ir trabalhar. Liguei pro meu irmão e falei do caos que estava o Rio e de como era bom saber que eu não precisava sair de casa hahaha. E ele: isso, sacaneia!!! Como é bom domingo a noite saber que o dia seguinte é uma segunda-feira e eu posso acordar na hora que quiser. Como é bom ter que ir ao shopping, como hoje, e poder fazer isso as 2h da tarde de uma quarta-feira e encontrar o shopping vazio. Gosto muito de fazer as coisas a noite e tem sido bom ficar acordada até tarde sem ter que me preocupar com o horário de acordar no dia seguinte.
Praticamente todo feriado eu ficava em casa para descansar. Detesto engarrafamentos e pensava que voltava de viagens mais cansada que ía e que no dia seguinte tinha que acordar cedo para trabalhar. Mas as coisas mudaram e a turma está surpresa que vou viajar com eles. Afinal agora eu tenho que sair para descansar de ficar em casa, né? haha e o melhor... não tem que sair para trabalhar no dia seguinte :) eita vidinha mais ou menos....


Um ótimo feriadão prá todo mundo!!!! bjussss

11 de nov de 2007

Barcelona - Fundação Miró

Não pode tirar fotos das obras no interior e eu sou daquelas que respeito muito isso e me incomoda ver os que mesmo com o aviso, teimam em fotografá-las. Sei que muita gente não gosta de guias ou de usar o aparelho de áudio que alguns lugares disponibilizam. Pois eu gosto muito, aprendo bastante. E foi usando o aparelho de áudio que compreendi mais as obras de Miró e passei a vê-las com outro olhar.











muito sexy, não?




Alguns trabalhos que vi mas não pude fotografar e peguei na net.


E eis o artista!!