10 de fev de 2007

um dia de preguiça


Esta semana voltei a trabalhar depois de 23 dias dias de férias. Escritório cheio de novidades e eu ainda arrumei mais.. Porém isso é outro assunto. Tinha um monte de coisas a resolver, já que nas férias não quis me preocupar com nada, então desde quarta-feira comecei a fazer uma listinha de tudo que tinha que fazer nesse sábado (hoje).
Finalmente o sábado chegou e eu não fiz absolutamente nada!!! Levantei as 8:30 hs, olhei pela janela e vi um sol de rachar e um calor doido... voltei prá cama e durmi até as 11:30 hs. Com muito sacrifício, porque o corpo protestava, tomei um banho, fiz um cafá para acabar de acordar. A partir daí li o jornal, mexi aqui, mexi ali . Eu não gosto de contrariar meu corpo e minha mente. respeitei-os e os poupei ao máximo. Acho que ficaram mal acostumados com as férias. Almoço? Cozinhar? Lá foi uma lasanha congelada da sadia para o forno hehehe E aí... aquela sonequinha básica que não podia faltar. Afinal, fazer nada cansa muito . Acordei nostálgica, coloquei velhas músicas e fui mexer em velhas coisas há muito guardadas. Encontrei um caderno onde as amigas escreviam, outro caderno onde eu escrevia poemas nas décadas de 70 e 80 hahaha, poemas de amor... lembrei dos amores que já tive e do amor que hoje tenho, que também me causa nostalgia de momentos tão recentes. Acho até que vou escreveu um poema para ele.
Well, são 20:44, acabaram de entregar a pizza que pedi. Vou comer e depois abrir um vinho que tá gelando e assistir um filme. Bom domingo para todos, com muito amor!

Ah o celular sobreviveu, mas será trocado logo logo. O meleca perde sinal dentro do meu apartamento. tem sempre que ficar perto da janela. E agora deu prá sumir tudo. :( Não aguento mais ler "procurando rede" e eu andando pela casa igual uma retardada procurando sinal.

2 de fev de 2007

um celular agonizante


Hoje saí para fazer umas das coisas mais prazeirosas da vida: compras
A compra principal a ser feita era da minha nova cama. Estou mudando de quarto no apartamento, indo para o maior e assim teremos uma cama nova, mesinha de cabeceira (embora algumas pessoas não achem importante rsrs) e tipo uma estante, que será montada em módulos de acordo com a minha necessidade. O armário não há como trocar... tem um no quarto, de dez portas, daqueles de madeira maciça. Não tem como desfazer dele e pagar uma fortuna por um bonitinho mas nada funcional e "ótemo"como ele. Isso quer dizer, que como comprei os novos móveis na cor branca, qualquer final de semana desses me tornarei uma pintora de armário para laqueá-lo (que Deus me ajude, mas adoro fazer essas coisas, não teria graça contratar alguém para fazê-lo).
Mas vamos voltar ao assunto principal deste post. Passei horas na loja, Tok Stock, uma verdadeira tentação, e além dos móveis comprei uma série de inutilidades (como é bom comprar inutilidades) e algumas um pouco mais úteis, como lençois e toalhas de banho (enxoval novo heheh). Num determinado momento tive que ir ao banheiro que era daqueles que tem um prateleira acima do vaso sanitário para colocarmos a bolsa e assim fiz com a minha. Porém ela, rebelde, resolveu virar e da única parte aberta caiu o que? meu celular , e este foi parar aonde? dentro do vaso sanitário . Rapidamente o resgatei, mas já era um pouco tarde. A lanterna já estava acessa e teimava em não obedecer o comando para apagar, o que demonstrava a agonia que estava se instalando no pobre. Minha cunhada, assim que soube do acontecido, depois de muito tentarmos enxugar a água que não parava de brotar, o desligou e o enrolou em diversas folhas de papel. Logo depois meu irmão deu o veredito: "terá que ficar desligado até amanhã pelo menos e verei o que posso fazer". Nesse momento ele se encontra na UTI, não sei se vai sobreviver....

Hoje pela manhã, havia dito ao meu irmão que esse aparelho que comprei a menos de um mes era uma merda e que tava com vontade de comprar outro. Será que ele me ouviu? será que foi celcídio? :P