13 de fev de 2008

Tou sumida, né? Mas, graças a Deus, ando trabalhando muito. Na sexta-feira passada peguei uma encomenda de 50 caixinhas de lembranças de aniversário, para a próxima sexta. Muita gente vê uma caixinha pronta e acha que é só passar uma mão de tinta e pronto! Mas não é bem assim, dá trabalho fazer... Limpar caixa, dar uma mão de tinta base, passar massa nas imperfeições que hajam, lixar, limpar novamente, 2 a 3 mãos de tinta, duas a 3 mãos de verniz e por fim encerar algumas partes. Isso sem contar a imagem que deve ser trabalhada no tamanho correto, impressa, impermeabilizada, recortada, colada e tratada. Algumas imagens são compradas prontas, não imprimo. Isso para dar uma idéia... Porém o mais legal de tudo é o prazer que tenho em fazer tudo isso. E as encomendas chegando.

Como o tempo é bem curto para essa encomenda, deixei a casa prá lá e tenho me dedicado só a ela. Mas tenho meus assistentes que são meus amores. No sábado a tarde, irmão e sobrinha vieram prá cá. Sobrinha ajudou limpando e passando base em peças que tenho que fazer prá Páscoa. Irmão arrumou minha cozinha e área, limpou minha geladeira, que tava precisada, ajeitou um almoço prá mim (eram 3 da tarde e eu ainda não havia almoçado) e fez umas outras coisinhas também. No final do dia cunhada chegou com pizza pro nosso lanche e eu e irmão abrimos um vinho espetacular que tava guardado.
Camila dormiu aqui e no domingo irmão e cunhada vieram pro almoço trazendo uma bela travessa de nhoque. Mas eu quase não parava. Lixei peças o dia inteiro (já havia começado no sábado) e só terminei perto da meia-noite.

Uma pessoa me disse sobre o privilégio de se trabalhar com o que gosta, e eu hoje me sinto uma privilegiada. Enquanto escrevo aqui a TV tá ligada na Ana Maria Braga e passou um reportagem sobre as pessoas que gostam de ficar em casa. Adorei, porque amo ficar em casa e a maioria das pessoas acham isso estranho e vi que há muita gente como eu. E agora eu trabalho em casa. E trabalho com algo que amo. Quer mais? :)

Não há rotina na minha vida, durmo na hora que quero, acordo na hora que quero, faço meu horário de trabalho, como o que quero na hora que quero e assim vai. Devagar e com prazer, tenho organizado minha casa do jeito que quero que ela fique. Tenho me aproximado mais dos meus amigos. Tenho conhecido pessoas lindas com quem adoro conversar. Enfim, teve gente que disse que logo logo eu sentiria falta de sair prá trabalhar e tal, mas já fazem 5 meses e não senti falta nem por um minuto sequer. Aos poucos também continuo renovando minha vida. Meu jeito de ser e pensar continua em transformação.

mão após toda a "lixação"
as caixinhas como estavam anteontem

6 comentários:

  1. É isso Lu, nada como se sentir realizado, produtivo e de bem com a vida. Só quero ver quando minhas encomendas ficarão prontas...rs.rs......
    Vi muita caixinha na foto...rs....

    Gilson

    ResponderExcluir
  2. É isso Lu, nada como se sentir realizado, produtivo e de bem com a vida. Só quero ver quando minhas encomendas ficarão prontas...rs.rs......
    Vi muita caixinha na foto...rs....

    Gilson

    ResponderExcluir
  3. Ah e o incentivo e carinho de amigos como vc é fundamental!!

    encomendas? que encomendas? hahahaha

    bjuss

    ResponderExcluir
  4. Vc merece Luci! É isso aí, curta seu novo trabalho. Eu também concordo que não ha nada melhor do que ficar em casa.
    Beijão

    ResponderExcluir
  5. brigadim amiga!!! vc tem sido uma grande incentivadora :)

    bjus e tou te aguardando aqui na cidade maravilhosa, hem?

    ResponderExcluir
  6. Oi querida, gostaria de saber qto sai 50 caixinhas dessas. um abraço

    priscila.andrade@gmail.com

    ResponderExcluir