13 de jul de 2008

Antes de mais nada peço desculpas aos que têm vindo aqui e não encontram nada de novo. Confesso que quase todos os dias abro o blog e fico olhando prá tela sem saber o que escrever ou como escrever. Antes eu não estava escrevendo aqui, mas algumas vezes pegava o bloco e caneta e escrevia algo, mas agora nem isso tenho conseguido :( E isso tem me feito mal de certa forma. Tenho necessidade de colocar no papel algumas coisas que sinto, faz me sentir mais leve. Com isso tenho pensado mais que de costume. Bem, não é bem pensar, mas conversar mentalmente com alguém. Falo de como estou me sentindo ou do que estou sentindo. E tenho sentido muitas coisas ultimamente.
Tenho literalmente pensado na vida. No que ela foi, no que está sendo e no que poderá ser. Sobre o que já foi, estou tendo uma visão diferente de tudo, como que olhando de fora. Sobre o hoje, olho como estou depois de tudo ter se acalmado. Penso no que quero prá mim, se está do jeito que eu gostaria, o que posso melhorar, o que não posso e como conviver com isso. Minha forma de ver as coisas, de sentir, têm mudado muito e nessas minhas análises cheguei a conclusão que estou na crise dos 50 :) A palavra crise parece uma coisa ruim, mas eu vejo a palavra ligada a idade, como mudanças. Não tive a crise dos 40, não tive tempo prá isso, mas lembro que tive a dos 30. Muita coisa mudou em mim. E é interessante como isso ocorre naturalmente, sem que vc planeje. Aos 30 eu mudei muito como pessoa. Mudei a forma de ver a vida, os acontecimentos, as pessoas, os valores etc. Estou sentindo que isso está acontecendo novamente. Afinal completei 49 anos e isso quer dizer que estou vivendo meu quinqüagéssimo ano de vida. Ah e que digam meus hormônios... a menopausa.. os calores hahahaha Meus calores são noturnos e haja cobre e descobre. Pode estar frio que o ventilador de teto tem que estar ligado, por que em algum momento o calorão vem e descubro e preciso do ventinho dele :P
Porém uma coisa tem marcado muito: tenho me decepcionado demais com as pessoas, com seus valores de vida. Fico perplexa com certas coisas que fico sabendo ou vivo.
Esta semana fez dois anos que mamãe faleceu. O tempo tá correndo né? saudade saudade saudade. A ausência dela ainda dói, mas em momento algum eu desejei que ela estivesse aqui, não da forma como estava. Hoje eu estou bem, embora ainda tente resolver algumas coisas dentro de mim. Na verdade o que me deixou mais desnorteada, não foi propriamente a morte dela, pq isso eu já desejava que acontecesse. Foi tudo que passei antes disso, principalemnte nos dois últimos anos com ela. Foram muitas experiências difíceis prá mim. E na verdade elafoi morrendo em vida, o que acho mais difícil de viver. Quando ela finalmente se foi, só havia uma coisa dela conosco, o amor e carinho de uma mulher que se tornou uma criança. Do que eu sinto mais falta? De ser abraçada por ela. Ela adorava abraçar a gente. Tanto que quando encontro meu irmão, peço sempre que me abrace, pois sinto falta disso.
Um ótima semana prá todos que por aqui passarem. Será que anda passando alguém? :P

8 comentários:

  1. Sempre que dá um tempo, passo por aqui, pois é a maneira mais rápida de saber notícias suas. Na velocidade que tenho andado sinto falta de ler seus comentários e opiniões da vida. Não abandone seu espaço, pois contamos com você. Acho ótimo esta crise dos cinquenta, acho até que estou antecipando a minha e já entrando no mesmo estado que o seu, avaliação.....avaliação....questionamentos e questionamentos.....pensando nas pessoas...............

    Um beijo

    ResponderExcluir
  2. Sempre que dá um tempo, passo por aqui, pois é a maneira mais rápida de saber notícias suas. Na velocidade que tenho andado sinto falta de ler seus comentários e opiniões da vida. Não abandone seu espaço, pois contamos com você. Acho ótimo esta crise dos cinquenta, acho até que estou antecipando a minha e já entrando no mesmo estado que o seu, avaliação.....avaliação....questionamentos e questionamentos.....pensando nas pessoas...............

    Um beijo

    ResponderExcluir
  3. isso é bom, não? sinal de que estamos em evolução, que não paramos no tempo.
    venha beber um vinho e conversar sobre nossos questionamentos :D

    bjuss

    ResponderExcluir
  4. Eu passo! Demoro, mas passo!
    Xiii..será que vou ter crise dos 30?
    Bjão

    ResponderExcluir
  5. Gostei da idéia do vinho...rs.rs...
    Deixa passar este mês que está doido e combinamos.

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Gostei da idéia do vinho...rs.rs...
    Deixa passar este mês que está doido e combinamos.

    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Passo sim...de vez em quando deixo minhas pegadas...maldito login que esqueço justo nestas horas e tá que perco o que escrevo...rsrs.
    tenho pensado muito na vida também, é normalíssimo e benéfico em doses homeopáticas...pra não enlouquecer.
    Eu não tenho me decepcionado muito com as pessoas pois não espero uma posição "exata" delas...aprendi que só podemos esperar o que elas podem nos dar,nada mais,nada menos.
    Tá certo que esperamos o mínimo de humanismo e respeito.è bom e conserva os dentes,rsrs.
    Linda, beijos mil e conversaremos mais,,,tenho tido tão pouco tempo..outra hora te conto...
    escrevi umas coisas no meu blog...tem visto?
    beijocas!

    ResponderExcluir
  8. sei lá pq meu nome está tão errado ...C@rlos T&rada!!!!!

    ResponderExcluir