19 de out de 2008

Estou com minha sensibilidade a flor da pele.
Tudo que leio sobre os piscianos, fala sobre nossa sensibilidade. É verdade...
Uma vez uma pessoa que gosto muito, mas nem sei o quanto gosta de mim, se é que gosta, disse que eu tenho uma sensibilidade 10 vezes maior que um ser humano normal.
Sim, quando se trata de sentimentos, tudo é muito intenso em mim. Tanto o que é bom quanto o que é ruim.
Sei que muitos se assustam com isso, não estão acostumados. Além de sentir, eu sou bem verdadeira em falar disso. Porém a maioria não está acostumada a ouvir isso e se assustam, e tiram conclusões e assim vai... então tento me segurar, mas isso não me agrada.
Já notaram como se deseja muita coisa mas se assusta quando se depara com elas?
No fundo a maioria das pessoas é hipócrita...
Queria continuar falando sobre isso, mas estou muito cansada.
Cansada de sentir, cansada de ser. Viver, sentir, dói.

“Cada coisa tem um instante em que ela é. Quero apossar-me do ‘é’ da coisa. Esses instantes que descorrem no ar que respiro: em fogos de artifícios, eles espocam mudos no espaço. Quero possuir os átomos do tempo. E quero capturar o presente que pela sua própria natureza me é interdito: o presente me foge, a atualidade me escapa, a atualidade sou eu sempre no já.
...
Ainda tenho medo de me afastar da lógica porque caio no instintivo e no direto, e no futuro: a invenção do hoje é o meu único meio de instaurar o futuro.
...
Liberdade? É o meu último refúgio, forcei-me à liberdade e aguento-a não como um dom mas com heroísmo: sou heroicamente livre.
...
Luto por conquistar mais profundamente a minha liberdade de sensações e pensamentos, sem nenhum sentido utilitário: sou sozinha, eu e minha liberdade.
...
Sou um coração batendo no mundo.”

(Água Viva – Clarice Lispector)

Quando eu morrer, quero ser cremada com esse livro entre minhas mãos e seus sentimentos em meu coração.

2 comentários:

  1. Canceriano tb é muito sensível. Pelo menos não passamos a vida alienados, como se não fizessemos parte da realidade.
    Sou um coração batendo no mundo.”
    :-)

    ResponderExcluir
  2. Bem que já dizia o Guimarães Rosa: "viver é perigoso"...

    ResponderExcluir