17 de fev de 2008

botando o papo em dia!!! :)

ebaaaa!! domingo !!!!

Depois de uma semana de muito trabalho, tirei o domingo para para fazer preguiça e atualizar minha vida virtual. Cafezinho, torrada com requeijão (irc) e vim prá frente do pc dar uma lida e responder os mails que estão se acumulando na minha caixa. Entre uns e outros, parei prum banho bem gostoso e refrescante prá acabar de acordar.


Lembram das caixinhas que eu tava fazendo? Olha elas prontas:
O tema escolhido pela "freguesa" foi arca de nóe e ela escolheu as imagens que queria. Dentro das caixinhas ela ía colocar jububas. O trabalho está indo de vento em popa \o/. Dia 16 de março vou participar de um bazar num clube na Lagoa e quero preparar umas peças bem legais para levar, principalmente de Páscoa. Também continuo recebendo encomendas e essa semana será bem cheia. Ainda bem!! :D
Depois de terminar essas caixinhas no final da tarde de quinta-feira, peguei na faxina do apê que tava precisado tadinho. Consegui dar uma organizada no meu quarto onde queria trabalhar e consegui transferir o trabalho prá lá. Agora tenho uma sala decente novamente. O meu "quarteliêr" ainda não está do jeito que quero, porque ainda não pintei o armário no meu quarto de dormir e por isso não posso transferir minhas roupas e etc que ainda estão no outro. Mas logo logo farei isso, espero.
Eu sou uma chorona assumida, choro até com comercial... O engraçado é que minha mãe, qdo eu era bebê, chegou a me levar ao médico porque eu não chorava. Como uma boa pisciana tenho a sensibilidade a flor da pele. Essa semana me emocionei e chorei diversas vezes e o motivo principal foi o esporte, ou melhor, os guerreiros do esporte. Chorei muito com o Guga :'( Será que alguém não se emocionou ouvindo aquelas declarações dele? E ainda pediu desculpas, que não tava parando porque queria, mas porque não conseguia mais. Imagino o quanto isso deve estar sendo difícil prá ele. Nossa, quantas momentos de alegria ele nos deu. Eu que nunca me senti atraída por tênis, não perdia as partidas dele. E hoje ele está pagando o preço pelos momentos maravilhosos que nos proporcionou, seu corpo não aguenta mais. Ah mas espero de coração que ele ainda se realize muito no que gosta, de outras formas, mas que encontre essa realização.
Outro momento que me doeu e emocionou foi a contusão do Ronaldinho Fenômeno. Sim, eu o considero um fenômeno, um grande jogador, um guerreiro depois de tudo que tem passado e vencido e espero que vença mais essa e que ainda possa vê-lo jogando no meu Mengão. Ninguém é eleito o melhor do mundo por 3 vezes se não merecer.
Terceiro momento de emoçaõ não teve nada com o corpo, mas com a alma. A dor de uma menina que aos 9 anos foi molestada por um filho da puta covarde. Desculpem, mas ele é no mínimo isso. Chorei com ela. Chorei imaginando como ela se sentiu. Chorei imaginando ela pedindo ajuda a mãe e não conseguindo. Chorei imaginando o que foi a vida prá ela depois disso. Assim como tou chorando só por estar escrevendo isso. Que bom que ela tá superando, porque esquecer nunca vai. Que bom que ela conseguiu denunciar isso, deve ter tirado um peso enorme da sua vida. É uma guerreira tb, não?
Depois do meu cafe da manhã diet, irmão ligou há pouco e perguntou: "já fez almoço?" pensei rapidamente: "será que vão vir pro almoço?" e respondi que não. e aí meu herói disse: "então não faça, vou passar aí e deixar almoço procê \o/\o/\o/ Ganhei escondidinho de carne seca!! ebaa!!!! Ao descer prá pegar com ele, fui até a padaria e vi pãozinho quente sendo colocado no cesto. Não, não resisti e prá piorar comprei manteiga, já que não tinha em casa por conta de tentar comer menos gordura. Aí.. novo café da manhã!!! Revigorada vim escrever aqui procês. E notem que muito revigorada porque o que eu já escrevi.. hahahaha Tou tirando o atraso. Ai de quem reclamar que ando escrevendo pouco.
Essa semana eu tive um momento de tristeza por conta da conduta de algumas pessoas. Coisas pequenas que eu vinha observando e outras que podem parecer pequenas, mas para mim são grandes, porque envolvem sentimentos muito pequenos. São pessoas que fazem parte de um grupo que eu frequentava e do qual me afastei. Uma amiga viu isso como eu desistindo de algo que gosto e de pessoas que nada teriam a ver com isso. Porém posso manter a amizade com as que gosto, fora do grupo. Eu não desisti, não sou de fazer isso. Mas me fiz uma promessa que não pretendo quebrar: me afastar de tudo e todos que me entristecem ou magoam. Quem me acompanha nos últimos tempos, sabe o quanto foi difícil prá mim dar a volta por cima. Posso dizer que voltei a viver de verdade, voltei a ser feliz como nem lembrava que podia ser, fazem apenas 3 meses. Ainda não dá prá conviver com certas coisas que possam me derrubar emocionalmente, mesmo que por pouco tempo. Não quero correr riscos. Essa minha determinação me afastou de pessoas que amo, mas no momento eu sou a pessoa mais importante da minha vida. Quem me conhece sabe que nunca fui egoísta, que sempre pensei mais nos outros que em mim. Talvez até por isso tive essa dificuldade de recomeçar, pois passei muito tempo sem pensar em mim, sem olhar prá mim.
Gente, será que ainda tem assunto? hahahahaha
bjussss e uma semana fantástica prá todo mundo!!!!!

13 de fev de 2008

Tou sumida, né? Mas, graças a Deus, ando trabalhando muito. Na sexta-feira passada peguei uma encomenda de 50 caixinhas de lembranças de aniversário, para a próxima sexta. Muita gente vê uma caixinha pronta e acha que é só passar uma mão de tinta e pronto! Mas não é bem assim, dá trabalho fazer... Limpar caixa, dar uma mão de tinta base, passar massa nas imperfeições que hajam, lixar, limpar novamente, 2 a 3 mãos de tinta, duas a 3 mãos de verniz e por fim encerar algumas partes. Isso sem contar a imagem que deve ser trabalhada no tamanho correto, impressa, impermeabilizada, recortada, colada e tratada. Algumas imagens são compradas prontas, não imprimo. Isso para dar uma idéia... Porém o mais legal de tudo é o prazer que tenho em fazer tudo isso. E as encomendas chegando.

Como o tempo é bem curto para essa encomenda, deixei a casa prá lá e tenho me dedicado só a ela. Mas tenho meus assistentes que são meus amores. No sábado a tarde, irmão e sobrinha vieram prá cá. Sobrinha ajudou limpando e passando base em peças que tenho que fazer prá Páscoa. Irmão arrumou minha cozinha e área, limpou minha geladeira, que tava precisada, ajeitou um almoço prá mim (eram 3 da tarde e eu ainda não havia almoçado) e fez umas outras coisinhas também. No final do dia cunhada chegou com pizza pro nosso lanche e eu e irmão abrimos um vinho espetacular que tava guardado.
Camila dormiu aqui e no domingo irmão e cunhada vieram pro almoço trazendo uma bela travessa de nhoque. Mas eu quase não parava. Lixei peças o dia inteiro (já havia começado no sábado) e só terminei perto da meia-noite.

Uma pessoa me disse sobre o privilégio de se trabalhar com o que gosta, e eu hoje me sinto uma privilegiada. Enquanto escrevo aqui a TV tá ligada na Ana Maria Braga e passou um reportagem sobre as pessoas que gostam de ficar em casa. Adorei, porque amo ficar em casa e a maioria das pessoas acham isso estranho e vi que há muita gente como eu. E agora eu trabalho em casa. E trabalho com algo que amo. Quer mais? :)

Não há rotina na minha vida, durmo na hora que quero, acordo na hora que quero, faço meu horário de trabalho, como o que quero na hora que quero e assim vai. Devagar e com prazer, tenho organizado minha casa do jeito que quero que ela fique. Tenho me aproximado mais dos meus amigos. Tenho conhecido pessoas lindas com quem adoro conversar. Enfim, teve gente que disse que logo logo eu sentiria falta de sair prá trabalhar e tal, mas já fazem 5 meses e não senti falta nem por um minuto sequer. Aos poucos também continuo renovando minha vida. Meu jeito de ser e pensar continua em transformação.

mão após toda a "lixação"
as caixinhas como estavam anteontem

8 de fev de 2008

feira


Todos os dias antes de começar a trabalhar venho na net dar um espiada em tudo. Me lembrei agora, lendo em uma comunidade, que nem comentei da feira que participei, né? Pois bem, prá mim a feira foi um sucesso! Vejamos. Sábado fez um calor descomunal e apesar de todo filtro solar e não ter ficado no sol, terminei o dia rosa chock :D Não vendi nenhuma peça, mas muita gente passou pela minha barraca, conversou, pegou cartão ou folheto. Esse lado da divulgação foi muito bom! O lado ruim foi que o calor estava tão grande que estragou algumas peças. Tampas colaram nas caixas ou a tinta trincou em algumas. Ao chegar em casa fui consertar as que davam, prá levar no dia seguinte. Porém no domingo e segunda a chuva não deu trégua e não deu prá ir. Me senti frustrada, mas não desanimada. Na terça lá fui eu. Consegui vender muitas peças e tive algumas encomendas \o/\o/\o/ Os 100 folhetos e 100 cartões que fiz, foram-se todos. Já recebi mails perguntando sobre preço e fazendo encomenda de peças diferentes das que eu tinha. Foi uma experiência e tanto. Além de tudo isso, conheci pessoas ótimas que também estavam participando e que me deram diversas dicas.
Obrigada a todos que torceram por mim e pelo carinho!!!

7 de fev de 2008

Acabei de assistir, pela milésima vez, um filme que gosto muito: Encontrando Forrester. Um filme que fala fundo sobre algo que para mim é uma das coisas mais importantes na vida: amizade. Para mim a amizade é mais forte que amor. Na amizade há amor, assim como no amor de verdade tem que ter amizade. Na amizade há respeito, paciência, cumplicidade, carinho... Ser amigo não quer dizer pensar igual, mas respeitar o pensar do outro e brigar para que ele tenha a liberdade de pensar, de sentir e de agir. Ser amigo não é dizer só o que o outro quer ouvir, mas também é preciso saber dizer. Porém da mesma forma que se diz coisas indesejadas pelo outro, também é importante dizer coisas boas, dar carinho. Tudo na hora certa.

Já tive muitos amigos de verdade. Alguns, por diversos motivos, acabamos nos perdendo, mas eles ainda estão em meu coração e pensamento. Outros eu perdi de verdade, já se foram. Se eu tiver que escolher entre ter um namorado, um amor e uma amizade, não penso duas vezes, escolheria a amizade. Aliás já fiz isso diversas vezes na minha vida. Mas eu falo de amizade na essência da palavra. Digo isso porque “amigo” é uma das palavras mais banalizadas hoje em dia, chama-se todo mundo de amigo. Acho até que muita gente nem sabe o que é ter um amigo de verdade. Eu tenho amigos! E por meus amigos sou capaz de tudo. Muitas e muitas vezes optei em fazer um amigo feliz ao invés de escolher algo que me faria feliz e não me arrependo.
Fazer uma amizade não é algo fácil, ninguém vira amigo de uma hora prá outra. É algo que se vai conquistando. Alguns dizem que quem fala que tem mais amigos que os dedos de uma mão, está mentindo. Eu não estou, tenho mais que isso, mas não tenho mais que o número de dedos das duas mãos. Tenho em minha vida pessoas que gosto, que simpatizo, mas que não posso chamar de amigas no que acredito ser uma pessoa amiga.
Porém há uma parte difícil na amizade, que é quando vc não consegue conquistar a amizade de alguém que vc quer bem demais. Eu não me considero uma pessoa “normal” no que se refere a algumas coisas. Faço parte de uma comunidade no orkut que se chama “nasci na época errada”. As pessoas hoje não acreditam mais em certas coisas. Elas até querem que essas coisas existam, mas quando as encontra não acredita em sua veracidade. Está difícil de me entender? Um exemplo: Existe uma pessoa que conheço há muito tempo e que gosto demais dela. Uma pessoa que me ensinou muita coisa, que me despertou prá muita coisa, por quem tenho muuita admiração, muito respeito e que quero muito que seja feliz, que se realize... Mas não conseguimos ser amigos. Passamos bons períodos, brigamos diversas vezes e hoje, sim, precisamente hoje eu estou desistindo dessa amizade. Por mais que eu tente entender o seu jeito de ser e pensar, não consigo entender certas atitudes que acabam me deixando triste e muitas vezes magoando. É uma pessoa de muita sensibilidade embora prefira demonstrar o contrário. Não sou uma pessoa de desistir facilmente, mas todos temos limite. Acho que por esse motivo o filme me tocou muito mais hoje que das outras vezes. Por isso estou aqui escrevendo sobre amizade. Houveram algumas vezes que quis me afastar e dei adeus, mas acabei voltando. Hoje eu não dei adeus e nem sei o que dizer, simplesmente me calei. Talvez por isso eu saiba que é diferente.
Em compensação novas amizades têm chegado e têm me feito feliz. A vida é assim e isso eu já aprendi há muito tempo, que ela é feita de perdas e ganhos, que tudo tem seu tempo. Mas cada pessoa tem seu lugar no nosso coração, e embora existam pessoas me fazendo feliz, estou muito triste por essa perda. Tá, eu sei que vai passar, que tudo passa, mas hoje é assim que estou me sentindo diante dessa perda e é algo tão importante prá mim, que merece alguns dias dessa tristeza. Depois irá se tornar saudade e ficarão as boas lembranças, que são muitas. Mas é importante saber o momento de parar com algo e espero estar certa. Ser o melhor prá nós dois.
http://www.adorocinema.com/filmes/encontrando-forrester/encontrando-forrester.asp