29 de set de 2009

comer, beber, e dormir

Meu sábado não começou muito bem. Pela manhã tive que sair para ir ao supermercado e padaria, e se tem uma coisa que não gosto de fazer é sair no sábado. Rua cheia, tudo cheio e eu precisando encher o pote de paciência. Mas irmão estava no Rio e tínhamos combinado de fazermos uma rabada no almoço de domingo, o que não aconteceu. Euzinha esqueci de providenciar tudo com antecedência. A rabada no supermercado estava um horror, congelada e aquela super capa de gordura que não dá prá ver nem se existe carne do outro lado :( e meu bairro agora só conta com um açougue, pois os demais foram fechando um a um, o que acho uma pena. Daí resolvi fazer um superlanche prá nós, no sábado mesmo, baseado nas vontades da sobrinha.

Nossa, como é irritante andar na rua tão movimentada. E a falta de educação das pessoas? Vixe! Eu com meu carrinho de fazer feira, transbordando, pesado é que tinha que sair da frente para as pessoas passarem. Isso acontece com vocês também ou eu sou ímã para esse tipo de situação? As pessoas vem andando na sua direção, param e ficam lhe olhando esperando que você dê passagem. Homens, mulheres, idosos. Por quatro vezes parei, larguei o carrinho e fiz gesto dando passagem, sem dizer uma palavra, mas na mente #&*o#* Fora as vezes que eu tinha que fazer desvios rápidos e perigosos.

Quase chegando em casa encontrei um casal amigo que não via há alguns meses e batemos um papo rápido, eu toda pilhada por conta da minha saga. Mas foi gostoso reencontrá-los, mesmo sendo vapt vupt.

Valeu todo o sacrifício porque nosso lanche foi ótimo!!! Estar com a família reunida é sempre muito gostoso!!!! Falei prá Camila que tinha uma surpresa prá ela. Fiz a batata frita a la Manoel e Joaquim que ela adora. Gente, ficou muito boaaa! Ainda mais depois que aprendi com minha amiga Silvia Julia como torrar o alho de forma que ele fique crocante e soltinho, porque antes não conseguia, ficava todo grudadinho :(
Essa foto é a batata do Manoel e Joaquim
E essa da Luci & Cia - gente pode estar parecendo, mas elas não estavam murchas não, viu? bem torradinhas :)
Ano passado aprendi a fazer uma focaccia assistindo um workshop no programa da Ana Maria Braga, no Super Chef, lembram? Fez sucesso aqui em casa e toda hora Camila pergunta se eu vou fazer. Eles gostam mais da fechada, então...
Aqui uma delas descansando.


Essa foi recheada com muzerela, cebola em rodela e azeitonas preta picadas

E essa recheada com muzarela, alho espremido e majericão

Por cima sal grosso e alecrim
Irmão trouxe um vinho para degustarmos juntos \o/ euzinha que quase não gosto, né?

Já no domingo.... gente, fiquei na cama praticamente o dia todo. Até quando tomei meu banho coloquei o pijama de volta. Levantar mesmo, na maioria das vezes, foi prá pegar algo prá comer e fazer pipi :D. Muita preguiça... eita coisa boa!!!!! Assisti corrida e depois um montão de episódios de séries que estou acompanhando.
Irmão agora só daqui duas semanas quando será aniversário da cunhada e provavelmente teremos mais coisinhas gostosas para comer, fora a bendita rabada que tem que sair para eu matar minha vontade.

2 comentários:

  1. Muito bem, mas bem que o encontro com esse casal poderia ter feito teu sabado mais feliz...rs.rs.....
    Cozinhando cada vez melhor heim menina.

    Quanto ao seu comentário lá no post, digo que acho hoje que tentam ameaçar os Blogs sim, mas concordo com você que o Blog é dez vezes melhor do que qualquer coisa que inventaram até agora.

    Amiga, cá entre nós, as vezes não sei até que ponto foi bom parar de fumar...rs.r.s.....Meu humor está péssimo ainda e minha ansiedade está pra lá de Marrakech, at´r no trabalho está atrapalhando.

    É foda Luzinha.

    ResponderExcluir
  2. Aaaai, mas que delícia!!!!

    *___________________*

    Esquenta não, Luci, não é impressão sua. Aqui é pior ainda para andar na rua, as pessoas vêm literalmente em cima da gente.

    Depois me perguntam porque eu não gosto de passear na rua :P

    Beijocas!

    ResponderExcluir