30 de out de 2009

amizade.. verdade...transparência...

O post anterior foi sobre amizade e desde que o escrevi comecei a pensar nas minhas amizades. Não foi de uma forma geral, mas individual. Pensei em cada amigo(a) e como começou até chegar em como ela é atualmente. Em quantas coisas aconteceram e como vivemos cada uma delas, seja na minha vida ou na vida do(a) amigo(a). Só que nem todas as amizades existem no hoje. Há uma que perdi pela morte da pessoa, e há aquelas que se perderam, mas todas estão vivas, presentes em mim. Também há aquelas que mesmo ainda tendo contato com as pessoas, questiono seu valor , sua existência.
Já pensaram que amizade é que nem amor? Nem sempre é correspondida? Andei pensando nisso... Aliás, estou me dando conta nesse momento que não consigo ainda transformar em palavras o que ando sentindo. Volto ao assunto em outro momento, ou não. Deixa amadurecer.
Essa semana recebi uma mensagem por e-mail que falava de Transparência. De como as pessoas deveriam ser mais transparentes na forma como é, como sente, como pensa. Quando repassei para alguns amigos, escrevi que era uma verdade, mas que se pagava um preço bem caro por ser assim. É, sempre fui desse jeito, transparente. As pessoas sempre sabiam como eu me sentia, como pensava.
Verdade! Falar a verdade. Não é assim que deveria ser? Quase sempre fui assim, emitindo minhas opiniões baseada no que eu acreditava, no que via. Não dá prá ser sempre, principalmente na parte profissional. Mas na parte pessoal sempre fui, salvo poucos momentos onde não queria magoar a pessoa com a verdade que eu pensava. Temos que ter discernimento. Saber o momento.
Não é sair gritando, falando firme como dona da verdade, se bem que não sou daquelas que dá mil voltas para dizer algo, sou direta e muitas vezes isso é visto como estar brigando. As coisas que digo, digo ou escrevo de forma simples. Sim, simplesmente expresso minha opinião. Se gosto, gosto, se não gosto , não gosto. se me incomoda, me incomoda, se não... Se sou a favor, sou.. se sou contra... qual o grande problema? Por que se tem que dar tantas voltas, florear ou fazer de conta que não é bem assim?
Com o tempo fui vendo como isso incomodava. Paguei um preço ao longo do tempo, mas sabia que não devia mudar o que eu acreditava ser o certo. Via como todos acham que as pessoas devem ser sinceras, mas que a maioria não sabe conviver com isso. E aí vamos vendo as pessoas criando personagens, falando/escrevendo o que o outro quer ouvir, dando uma voltinha aqui outra ali, e "assim caminha a humanidade". Mas a maioria pronta a julgar.. aahhh como se julga o outro.. e com que facilidade....
E eu?
Essa semana conversando com uma pessoa que é muito importante prá mim, sobre um momento onde expressei minha opinião sobre uma situação, ela me falou.... Falou o que sei muitos já pensaram e nunca falaram... Parou por alguns instantes procurando as palavras e falou e ía pensando... "Você falas as coisas... diz de uma forma... e depois a gente pensa e vê que é verdade... você faz a gente pensar...."
Sei que queria dizer que estou certa no que falo, mas que talvez não devesse falar... ou ter mais jeitinho...
Sei que as pessoas tentam fugir de certas verdades criando um outro mundo ao seu redor...
Sei acima de tudo nesse momento que eu desisto. Jogo a toalha. Cansei.
Minha vida teria sido bem diferente e mais fácil se eu tivesse sido menos transparente e menos verdadeira. Se eu tivesse sabido usar aquelas "máscaras" que tantos usam de uma forma magnífica. Com certeza eu teria me machucado, me magoado bem menos.
Dizem que nunca é tarde para aprender, não é mesmo? Então, aos 50 anos, vou tentar aprender uma forma mais fácil de viver. A partir de agora vou guardar as verdades e a transparência. Vou me poupar. Vou dar uma olhada na prateleira da vida e escolher uma máscara e parecer ser alguém comum, agradável, politicamente correta.

8 comentários:

  1. Ah não, aí vai ficar difícil, não saberei conviver com uma Luci com cara de Maria ou Judith..........
    Gosto de vc do jeito que é, se mudar não vai dar certo não......
    Resolveu aprender besteiras depois dos 50?????????????

    Abs

    ResponderExcluir
  2. hahahahahahaha só vc mesmo!! tou aqui dando risada.
    é, agora vou ficar mais comportadinha...
    sabe que deve ser isso senilidade :DDDD

    e que negócio é esse de abs???? ficou de mal? não manda beijo?

    beijão procê e sua camiseta tá pronta e olhando prá mim.. vai vir buscar?

    ResponderExcluir
  3. Ah, Luci...
    Não faça isso não, minha querida...
    Uma das qualidades que mais admiro nas pessoas, e que mais está em falta no mercado, é a transparência e a capacidade de dizer a verdade.
    Eu sei que a maioria não gosta de ter as verdades jogadas na cara, mas máscaras são para os fracos, os medrosos, praqueles que não sabem que são.
    E você não é assim, mulher! Você tem uma personalidade incrível, e não precisa de máscaras, a não ser que sejam máscaras de carnaval, oras!
    Ó...Essa coisa de politicamente correto é um saco!
    Melhor ser incorretamente transparente...

    Tenha um ótimo fim de semana!
    Beijo procê!

    ResponderExcluir
  4. Oi Luci!
    Dizer a verdade não é o X da questão. A questão é viver a sua verdade. Selecione quem é importante e dê seu tempo para eles. Tenho certeza que essas pessoas lhe amarão dizendo ou não a verdade. A vida é mais fácil quando nos rodeamos de pessoas verdadeiras e que nos amam. Isso sim transforma uma vida!
    Beijos e bom final de semana!
    Karina

    ResponderExcluir
  5. Luci querida, obrigada pelo comentário, quero te dizer que ja to bem melhor, graças a Deus. O que tenho é uma doencinha chata que se chama fibromialgia...chata porque causa muitas dores, mas como a vida me ensinou a lidar com um monte de outras dores, acredito que tiro essa de letra também.
    Ops! Por favor, continue sendo exatamente do jeitinho que vc é, essa criaturinha linda e cativa justamente porque é autentica.Já tem tão pouca gente assim no mundo menina. Ta querendo extiguir a raça das pessoas maravilhosas é? Nem pensar. bjbjbj

    ResponderExcluir
  6. Oh, Luci! Eu concordo e faço minhas as palavras da Karina Sensales. Por que você não deixa fazer parte de seu círculo pessoal de amizades somente as pessoas que você reconhece que valem a pena para você? Essa será sua verdade definitiva, e te impedirá de sofrer tanto por ter que lidar com quem acha que não vale tua companhia, tua amizade, tuas ideias...

    Ao invés disso, vai se violentar?! :o

    Ah, não né? Sem condições. Desse jeito você vai se tornar amarga e infeliz. É isso que você quer?! :o

    ResponderExcluir
  7. Patricia,
    A transparência não tem jeito, não tem como eu deixar de ser, mas falar sempre a minha opinião que vem acompanhda da verdade, vou dar uma maneirada, é uma forma de me poupar um pouco, o que não quer dizer que vou mentir prá agradar ninguém. Apenas me calar um pouquinho.

    beijo grande

    Karina,
    Não tem como eu não viver a minha verdade, não abro mão e vc está certa. Sobre os outros, nem são pessoas para eu me afastar, são amigos que serão prá sempre, família, gente que gosto. Os que não gosto nem ligo pro que pensam. Mas as vezes a gente precisa dar uma calada e se poupar um pouco e é o que ando querendo fazer.

    beijãoo


    Carmen
    Tenho fibromialgia há uns 30 anos, bem antes da doença virar doença e ter nome. Não é fácil, mas você vai conseguir sim conviver com ela.
    Muito obrigada por seu carinho querida!!!!

    beijosss

    Lidiane,
    Como eu disse a Karina, nem se trata de pessoas que não me são importantes, é com a grande maioria, amigos que serão amigos eternamente, família, pessoas que gosto, que amo. Penso se eu não sou direta demais quando analiso e opino falando claramente como vejo as coisas. Não sei. Mas acho que ficar um pouco quieta será bom prá mim e provavelmente para os outros que não se incomodarão. O bom de tudo é que mesmo se incomodando com o que eu falo sei que eles sabem que estou certa.
    Bem, vamos deixar as coisas acontecerem e ver se eu vou mesmo conseguir me calar :D

    beijo

    ResponderExcluir
  8. Pode ficar quieta. Não me importo, contanto que o VIDA fique bem acordado, hein?! ;)

    ResponderExcluir