24 de out de 2009

unidos, apesar das diferenças

Fico muito feliz quando vejo pessoas diferentes, idéias diferentes, crenças diferentes se unindo pelo bem do semelhante, do outro, dos que necessitam.
O Ministério da Justiça e a CNBB se uniram na luta contra a AIDS. A Igreja Católica, com seus 260.000 agentes pastorais, 3 vezes mais que os agentes da Saúde, capacitados para informar as pessoas sobre a AIDS, além de vão promover nas comunidades, gratuitamente, o teste do HIV.
A Igreja é contra o uso de preservativo, mas isso não a impede de auxiliar nessa campanha. Isso me lembra uma campanha da Igreja: Odeia-se o pecado, mas ama o pecador. Isso quer dizer que embora não se aceite certas atitudes, como o aborto por exemplo, não se pode abondonar as pessoas que os cometam.
"Após o teste, cada pessoa poderá seguir a orientação que lhe for mais conveniente, seja a oferecida pelos agentes de saúde – que continuarão recomendando o uso do preservativo – ou pelos representantes das pastorais. "
Estima-se que hoje no Brasil, 255.000 pessoas estão contaminadas pelo vírus e não sabem.
A reportagem completa está aqui.

5 comentários:

  1. Luci,
    Sabe que eu gostaria que atos como esse fossem mais divulgados? Fala-se muito mal da Igreja mas quem muito fala nem sempre sabe do que está falando. Você disse bem: amar o pecador e repudiar o pecado...
    Beijos, querida. Gostei daqui, descobri por acaso. Vou ficando...

    ResponderExcluir
  2. Elaine, li seu último post e quando acabei de ler seu texto na Turma do Amigão vi que chegou comentário seu no meu blog. Olha só!!!
    Já te acompanho há um tempo e gosto muito!!
    Realmente,infelizmente as coisas ruins são mais divulgadas que as boas. Uma pena, né?

    beijão e ótimo domingo :)

    ResponderExcluir
  3. Oh, Luci! Li teu comentário no Bicha Fêmea sobre o que estávamos comentando sobre a violência no Rio, e claro que entendo você, fêmea. Pode ficar fria quanto a isso. :D

    Mas é verdade, viu?! Tenho certeza que a visão do que acontece no Rio é bem diferente quando se está aí, perto de tudo. E imagino, e já posso sentir, o quanto a deturpação de tudo o que possa estar ocorrendo na sua cidade lhe incomoda. :(

    ...
    Sabe que fiquei positivamente supresa ao saber dessa postura da Igreja Católica. Nunca é tarde para rever posicionamentos. Olha aí! :D

    ResponderExcluir
  4. Essa campanha é muito legal mesmo. Achei o máximo a CNBB ter entrado nessa, tava mais do que na hora.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. ´
    Concordo com você Lu, nessas horas todos tem que se unir para lutar por algo que está aí e está matando. Acho que essas atitudes da igreja católica vem colocar fim a uma série de paradgmas criados por ela própria.
    Talvez ele esteja acordando para o mundo atual.

    Bjs

    ResponderExcluir