11 de dez de 2009

Algumas coisas não se explica...



Hoje fui a loja de chocolate para onde forneço peças, levar umas caixas com imagens de times de futebol. Como eles têm chocolates com embalagens dos times, tem bastante saída.
A Denise, dona da loja é uma pessoa querida, e quando estive lá há 15 dias ela não estava, tinha viajado e umas das funcionárias disse que tinha sido por motivos pessoais. Não sei porque mas isso me chamou a atenção, pensei se teria acontecido algo com seus pais, mas não perguntei nada. Queria muito encontrá-la porque tinha sido seu aniversário poucos dias antes, fez 50 anos, mesma idade que eu, e estava bem animada com isso. Quer ver as peças que fiz já expostas na loja? Clica aqui
Hoje, esperando encontrá-la, levei uma lembrancinha feita por mim, pois sei o quanto ela gosta de artesanato.
coraçõezinhos para pendurar na chave do armário ou na maçaneta da porta... cheirinho de lavanda

Logo que fui entrando, ela que é sempre muito sorridente, notei que estava diferente. Vocês não vão acreditar... Assim como eu, ela só tinha um irmão e com ele tinha a mesma relação de amor que eu tenho com o meu, e que ontem escrevi aqui . Seu irmão que morava em Curitiba, veio ao Rio só para almoçar com ela em seu aniversário e poucos dias depois sofreu um acidente de carro e faleceu.
Ontem quando escrevi sobre meu irmão eu estava muito emocionada, tanto que até liguei para ele, que está trabalhando em Manaus e só vem ao Rio de 15 em 15 dias. Sinto muita saudade. Hoje, quando a Denise me contou que havia perdido o irmão há 15 dias meu coração ficou apertado e foi impossível não me emocionar muito junto com ela.
Desde que cheguei em casa não paro de pensar nisso e até liguei pro irmão de novo para ouvir a voz dele e dizer mais uma vez o quanto eu o amo. Contei tudo prá ele e me prometeu que não vai morrer antes de mim... ah o amor....
Obrigada pelos comentários carinhosos que vocês deixaram no post de ontem e desculpem vir hoje com notícia triste, mas eu tinha que partilhar isso com vocês.


Olha só o panetone que ela me deu de presente...

6 comentários:

  1. que triste fico de saber disso....lamento muito.

    ResponderExcluir
  2. A vida é mesmo dura!
    Há que saber ter perdas e danos, e isto é muito difícil. Enlutar nao é fácil, mas o pior é tentar nao vivenciar isto.
    Deus abencoe grandemente a tua amiga e a conforte.
    beijo

    ResponderExcluir
  3. Que pena que essas tragédias acontecem nas nossas vidas.Que ela saiba superar essa perda e fique bem!beijos às duas,chica

    ResponderExcluir
  4. Nossa, que tristeza, ainda mais nessa época!
    Sempre penso nas pessoas que perdem entes queridos perto do natal...meu marido é uma delas...perdeu seus pais e avós num 13 de dezembro...muito triste isso...mas não há nada que se possa fazer, estamos aqui pra isso,,,penar!
    Beijos querida! Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  5. Muito triste mesmo. Mas penso que ela teve ao menos a oportunidade de guardar uma lembrança feliz e ver o tanto que era querida pelo irmão.

    ResponderExcluir
  6. ai me emocionei...
    vou ligar pra minha irmã...
    :)

    ResponderExcluir