29 de set de 2009

comer, beber, e dormir

Meu sábado não começou muito bem. Pela manhã tive que sair para ir ao supermercado e padaria, e se tem uma coisa que não gosto de fazer é sair no sábado. Rua cheia, tudo cheio e eu precisando encher o pote de paciência. Mas irmão estava no Rio e tínhamos combinado de fazermos uma rabada no almoço de domingo, o que não aconteceu. Euzinha esqueci de providenciar tudo com antecedência. A rabada no supermercado estava um horror, congelada e aquela super capa de gordura que não dá prá ver nem se existe carne do outro lado :( e meu bairro agora só conta com um açougue, pois os demais foram fechando um a um, o que acho uma pena. Daí resolvi fazer um superlanche prá nós, no sábado mesmo, baseado nas vontades da sobrinha.

Nossa, como é irritante andar na rua tão movimentada. E a falta de educação das pessoas? Vixe! Eu com meu carrinho de fazer feira, transbordando, pesado é que tinha que sair da frente para as pessoas passarem. Isso acontece com vocês também ou eu sou ímã para esse tipo de situação? As pessoas vem andando na sua direção, param e ficam lhe olhando esperando que você dê passagem. Homens, mulheres, idosos. Por quatro vezes parei, larguei o carrinho e fiz gesto dando passagem, sem dizer uma palavra, mas na mente #&*o#* Fora as vezes que eu tinha que fazer desvios rápidos e perigosos.

Quase chegando em casa encontrei um casal amigo que não via há alguns meses e batemos um papo rápido, eu toda pilhada por conta da minha saga. Mas foi gostoso reencontrá-los, mesmo sendo vapt vupt.

Valeu todo o sacrifício porque nosso lanche foi ótimo!!! Estar com a família reunida é sempre muito gostoso!!!! Falei prá Camila que tinha uma surpresa prá ela. Fiz a batata frita a la Manoel e Joaquim que ela adora. Gente, ficou muito boaaa! Ainda mais depois que aprendi com minha amiga Silvia Julia como torrar o alho de forma que ele fique crocante e soltinho, porque antes não conseguia, ficava todo grudadinho :(
Essa foto é a batata do Manoel e Joaquim
E essa da Luci & Cia - gente pode estar parecendo, mas elas não estavam murchas não, viu? bem torradinhas :)
Ano passado aprendi a fazer uma focaccia assistindo um workshop no programa da Ana Maria Braga, no Super Chef, lembram? Fez sucesso aqui em casa e toda hora Camila pergunta se eu vou fazer. Eles gostam mais da fechada, então...
Aqui uma delas descansando.


Essa foi recheada com muzerela, cebola em rodela e azeitonas preta picadas

E essa recheada com muzarela, alho espremido e majericão

Por cima sal grosso e alecrim
Irmão trouxe um vinho para degustarmos juntos \o/ euzinha que quase não gosto, né?

Já no domingo.... gente, fiquei na cama praticamente o dia todo. Até quando tomei meu banho coloquei o pijama de volta. Levantar mesmo, na maioria das vezes, foi prá pegar algo prá comer e fazer pipi :D. Muita preguiça... eita coisa boa!!!!! Assisti corrida e depois um montão de episódios de séries que estou acompanhando.
Irmão agora só daqui duas semanas quando será aniversário da cunhada e provavelmente teremos mais coisinhas gostosas para comer, fora a bendita rabada que tem que sair para eu matar minha vontade.

24 de set de 2009

a quem atender?

Essa semana não estou trabalhando, pelo menos não da forma rotineira. Tirei a semana para ir a lugares que precisava, organizar meu local e material de trabalho, meus arquivos do pc, coisinhas da casa e também dar uma descansada. De agora até o final do ano será uma boa batida de trabalho, se Deus quiser.
Também estou aproveitando para colocar em dia minha vida virtual, principalmente a leitura dos blogs. E nesse ponto peço desculpas aos blogueiros (as) pela minha ausência. Realmente tem muito blog que gosto de acompanhar e lendo os comentários acabo descobrindo outros novos bons blogs e por aí vai. Manter isso em dia demanda tempo que nem sempre tenho, pois o trabalho me chama. Gosto de ler o post, os comentários, de comentar e gasta tempo sim. Para economizar tempo, as vezes leio mas não comento.
Muita gente acha que porque moro sozinha e trabalho em casa tenho muito tempo vago, não não tenho, ao contrário, falta tempo para tudo que quero fazer. Está certo que posso fazer o meu tempo, as vezes transformo uma noite de segunda numa noite de sábado e vice-versa, mas tem muitas coisas que quero fazer, muitos projetos a executar, compromissos a atender. Não, não levo a vida de qualquer jeito, tenho que ter responsabilidade comigo, o que quero e meu tempo, e tento dividir tudo da melhor forma a me sentir bem, mesmo se for um tempo prá não fazer nada. Ah e como é bom não fazer nada de vez enquando, todos precisamos disso.
Por favor, não fiquem tristes se eu demorar a aparecer no seu blog, pois também não gosto de ler de qualquer jeito, comentar qualquer coisa só prá dizer que estive ali. Aliás, muitas vezes leio e não comento e isso não quer dizer que não gostei do que li, mas, ou não tenho o que dizer, ou falta de tempo mesmo, para poder ler outros blogs. Isso não acontece com vocês? Ah acontece sim!! Tem um monte de gente que passa por aqui e não deixa comentário, assim como quem comenta, não o faz em todos os posts que escrevo, e isso não me aborrece, porque comentar tem que ser algo que você tenha vontade de fazer. Sei que tem gente que só comenta no seu blog se você comentar no dele (a), assim como tem gente que vem nos comentários só para fazer propaganda do próprio blog sem comentar uma palavra se quer do que você escreveu (detesto isso). Ah e tem aqueles que se aborrecem se você não comentar o comentário dele (a) e cá entre nós, nem sempre tem o que comentar, né mesmo? Outra coisa é que tem um tipo onde se faz os comentários que na primeira vez dá erro, na segunda vem as palavras para copiar e só na terceira e que conseguimos postar o comentário. Haja tempo. Só fico chateada quando alguém comenta e vou lá no blog da pessoa e aparece que só pode ter acesso as pessoas convidadas, ou seja, a pessoa pode entrar no meu blog, comentar e eu sou vetada. :( Que nem no msn as pessoas que só ficam off e conversam com quem elas querem, eu não posso falar com elas porque não sei que está por lá. Dois exemplos de mão única quando deveria ser dupla. Como tenho 3 blogs, vejo de tudo.
Houve um tempo, no início, que eu ficava grilada das pessoas não comentarem, mas hoje isso não me incomoda. Não quero que ninguém comente por obrigação, que coisa mais chata! Então, fiquem a vontade por aqui e não se preocupem, viu? Afinal eu também não me sinto obrigada a escrever todos os dias só para ter sempre um post novo e segurar quem aqui lê. Isso se tornaria impessoal, uma chatice prá vocês. E eu aqui me preocupando no que vou postar amanhã, do que vocês gostariam de ler... Eu até queria muito de escrever sempre, e na maioria das vezes não o faço por causa de tempo. Sempre sento aqui quando acordo, com uma xícara de café na mão para fazer minha rotina virtual. São emails de trabalho e pessoais a serem respondidos, comentários deixados nos blogs, comunidade do orkut a ser atualizada, recadinhos e depoimentos a serem respondidos, blogs a serem lidos, meus blogs para atualizar e não dá prá fazer tudo porque senão fico aqui por horas e a vida real me chama. Então cada manhã faço um pouco e as vezes algumas coisas acumulam. Vocês não fazem idéia de quanto email tem na minha caixa pessoal, acabo me perdendo e deixando passar e não leio algum que deveria. Me desculpe se você é um dos que espera por algo meu e eu demoro a dar retorno. A única coisa que não posso deixar prá depois é responder os emails com pedido de orçamento de trabalho hahahaha Mas podem puxar minha orelha sempre que sentirem vontade, eu sei que é carinho :)
E aí, eis que eu estava aqui colocando minha leitura em dia enquanto papeava com um amigo e um diabinho pousou no meu ombro esquerdo e sussurrou no meu ouvido: "olha só esse tempinho frio e chuvoso... propício para um vinho e uma massa, não é?" e eu sorri!
Logo depois pousou um anjinho no ombro direito e sussurrou: "lembra daquela pilha de roupa que você tem para passar e que estava adiando por conta do calor? que tal aproveitar esse tempinho e acabar com ela?" e o sorriso se foi...
Isso que é um dilema. Ganha um doce quem acertar o vencedor!!!

21 de set de 2009

agora sim.. vamos lá!



As pessoas que me conhecem há mais tempo, que convivem mais comigo, devem estar se perguntando porque eu ainda não escrevi nada sobre o caso "nelsinho" (irc)
Eu explico. Preferi assistir o andar da carruagem e o final da história antes de me pronunciar.
Antes de mais nada quero deixar claro uma coisa: Eu consigo separar Nelson Piquet piloto do homem, embora minha prima Raven diga que não entende isso. Bem, deve ser meu lado bom que tenta ser uma pessoa melhor. Então é isso, eu admiro o tri-campeão que sempre disseram ser um grande acertador de carro, mas detesto o homem. Mas não vou entrar nos detalhes sobre esse ser. Só uma coisinha, embora eu seja uma Sennista doente, meu desafeto por ele não é só em relação a Piquet x Senna. Ele usou seu veneno, sua língua felina contra muita gente. Não me lembro dele falando bem, coisas boas.
Mas vamos ao caso Cingapura.
Uma vergonha!! Alguém tem dúvida quanto a isso independente de quem está envolvido? Quem é culpado? Todos! Briatore porque mandou, e Nelsinho (irc) porque aceitou. E por que aceitou? Porque achou que podia se dar bem com isso, ter melhores chances na equipe. Mas aí foi demitido e veio se vingar. E agora vem se fazer de arrependido? Dizendo que 'Não espero que isto seja esquecido ou perdoado' , me poupe né?
Lembram quando eu recrimei o Nelsinho pela forma como ele se referia, publicamente, ao seu chefe? Agora dá prá entender..
Briatore diz que foi chantegeado por Nelson, que se não desse um lugar ao Nelsinho, contaria tudo. Ah eu acredito nisso, se acredito. E como o chefão não aceitou, demitiu o Nelsinho (irc), tudo veio a tona.
Me perguntei muitas vezes porque Nelsinho (irc) "treinou" a rodada da batida. Só encontrei uma resposta: para mostrar aos outros, se necessário, que ele recebeu uma ordem. Sim, não acredito em inocência nessa história. Vocês acreditam que Nelsinho (irc) não tenha dado uma ligação pro pai para saber se deveria aceitar? Tá, posso estar sendo maldosa demais, mas é assim mesmo que vejo.
Hoje vendo o resultado final, acho tudo mais vergonhoso ainda. Só o Briatore pagou o pato. Tá certo que ele não é nenhum santo, mas cá entre nós, a punição da Renault foi ridícula. Como que você suspende uma equipe por dois anos, mas a suspensão só acontecerá se nos próximos 2 anos ela cometer algo grave como o que houve? me poupe, né mesmo?
Nelsinho (irc) saiu bem porque ajudou em tudo... Não concordo com isso, nem nesse caso e nem em nenhum outro que isso aconteça. Se a pessoa denuncia e ajuda na investigação, se livra de punição. Nossa, tudo muito bem calculado.

Lá no início eu falei no meu lado bom como pessoa. Porém todos temos nosso lado bom e ruim. E o meu lado ruim nem ligou prá tudo isso que escrevi até agora. Meu lado ruim deu aquela risadinha macabra, se encheu de satisfação quando leu notícias desse tipo:
"O diretor do time francês deu a entender que Nelsinho é homossexual: "Ele vivia com um senhor dos seus 50 anos, num apartamento em Oxford. Não se sabe que tipo de relação possuíam. Seu pai [Nelson Piquet] estava bastante preocupado com essa relação, viviam juntos, e Nelson me pediu para intervir." Briatore disse que lembrou o fato por estar sendo acusado por Nelsinho de ter interferido até nas suas relações com pessoas mais próximas. "Fiz com que ele se mudasse de Oxford a Londres, para o prédio onde eu moro, para mantê-lo sob controle"
Gentem, eu a-do-rei ler isso!!! fico imaginando que Senna se revirou no caixão dando risadinhas sarcásticas, de vingança. Se existe um castigo para as canalhices de Piquet, é isso. Não é que eu tenha preconceito, nada contra homossexuais, vocês me entenderam, né? Mas me deliciei com isso imaginando como Piquet pai deve ter ficado p***
Perdoem meu lado mal, vou tentar melhorar.. Prometo! :)

17 de set de 2009

quem sabe isso quer dizer amor


No que se refere a música, sou 90% MPB e eu tenho 3 grandes paixões: Maria Bethânia, Chico Buarque de Holanda e Milton Nascimento. Podem falar o que quiserem deles, para mim não há nada igual. Os conheci na minha adolescência (ihhh melhor nem contar o tempo que isso faz :D ) e através deles conheci muitos outros, muitas coisas da vida, muitos sentimentos e emoções diferentes. Falar deles daria um post imenso, então talvez fale disso outras vezes e aos poucos.
Na verdade vim escrever por causa de uma música. São muitas as que mexem comigo e de formas diferentes. Como é gostoso isso delas despertarem em nós sentimentos, emoções diversas. Quando ouvi essa música pela primeira vez, foi como uma nascente surgindo, crescendo, borbulhando, tomando conta de tudo. Me arrepiei, me emocionei, me peguei sorrindo e rindo sem nem saber de que nem porque. O tempo passou e sinto a mesma coisa cada vez que a ouço. É aquela música que escuto diversas vezes seguidas e não me canso. Sempre que ela toca, fecho os olhos e permito que tome conta de mim. Do corpo e da alma.
Essa música e uma composição de Márcio Borges e Lô Borges. Quando ela nasceu só precisava de uma coisa para ser completa: a maravilhosa voz do Milton. Não consigo imaginar ela cantada por outra pessoa.

Com vocês....
.
Quem sabe isso quer dizer amor....

Cheguei a tempo de te ver acordar
Eu vim correndo à frente do sol
Abri a porta e antes de entrar
Revi a vida inteira

Pensei em tudo que é possível falar
Que sirva apenas para nós dois
Sinais de bem, desejos vitais
Pequenos fragmentos de luz

Falar da cor dos temporais
Do céu azul, das flores de abril
Pensar além do bem e do mal
Lembrar de coisas que ninguém viu
O mundo lá sempre a rodar
E em cima dele tudo vale
Quem sabe isso quer dizer amor,
Estrada de fazer o sonho acontecer

Pensei no tempo e era tempo demais
Você olhou sorrindo pra mim
Me acenou um beijo de paz
Virou minha cabeça

Eu simplesmente não consigo parar
Lá fora o dia já clareou
Mas se você quiser transformar
O ribeirão em braço de mar

Você vai ter que encontrar
Aonde nasce a fonte do ser
E perceber meu coração
Bater mais forte só por você
O mundo lá sempre a rodar,
E em cima dele tudo vale
Quem sabe isso quer dizer amor,
Estrada de fazer o sonho acontecer
.

Se você não conhece, clica aqui e curta!!!

15 de set de 2009

reine sobre mim

Eu sou uma apaixonada por filmes e desde que descobri a Blockbuster on line eu sou uma pessoa muito mais feliz :) . Para quem não sabe, eles cobram uma taxa fixa, de acordo com a quantidade de filmes que você quer pegar de cada vez, você faz os pedidos pela internet e a entrega é feita na sua casa. Não tem limite de dias para você ficar com os filmes e ao fazer um novo pedido, ao entregarem, recolhem os anteriores. Não é uma maravilha?
Pois então, trabalhando em casa e amando filme, não deu outra... devo ser a única cliente que pede filmes todos os dias. Sim, TODOS os dias :D . A turma de lá deve me achar uma doida rsrsrs Com isso tenho assistido muitas séries de TV que antes não tinha tempo de assistir e de poder assistir filmes que não são muito badalados, que não passam no cinema. Descubro filmes ótimos, sabiam?
Só existe um gênero que não assisto de jeito nenhum : terror. Ficção, pouquíssimas coisas. Comédias, são poucas as que me agradam e realmente me fazem rir.
O que mais gosto? O que me emociona. E o que mais me emociona e me atrai são os filmes feitos de histórias, sim, vida real, exemplos de luta, de superação, de tanta coisa que faz a gente ver que nossos problemas não são nada. Que servem de exemplo e força para seguirmos em frente.
Se eu fosse citar os tantos que se encaixam nisso levaria muuuito tempo.
Outro dia tive uma grata surpresa. Como eu escrevi anteriormente, comédia é difícil de agradar e entre as que não me agradam estão as que o Adam Sandler atua. Acho muito débil (desculpas aos que gostam, é questão de gosto, só isso).
Estava eu passeando pelo acervo da locadora e me deparei com um filme protagonizado por ele e Don Cheadle (que adorooo), uma drama... Adam Sandler fazendo um drama? preciso assistir isso. Nome do filme: Reine sobre mim (Reign Over Me).
Domingo a tarde, euzinha aninhada na minha cama, assisti o filme... Conclusão: ameeeeeiiiiiiii O cara é bom !!!!!! O filme? fantástico!!!!
O protagonista é um homem que perdeu a mulher e as 3 filhas no 11 de setembro. Claro que pirou né? mas um dia ele encontra o amigo Alan (Cheadle) e as coisas começam a mudar.
Sei que muita gente só gosta de assistir filmes para se divertir, nada de mexer com o emocional. Mas para quem gosta, assim como eu, de simplesmente assistir um bom filme, pega esse e depois me conta. Vale muito a pena!!!!

Esse post já está longo e eu queria bem aproveitar a deixa e falar de outras coisas.. mas fica pro próximo post.


10 de set de 2009

ainda sobre a paciência, ou falta dela

Hoje, aqui perto de casa, tinha um workshop de uma empresa de artigos de artesanato. É uma marca considerada ótima e o indíviduo (mais a frente vocês vão entender o porquê de chamá-lo assim) é um ótimo profissional (até certo ponto).
Como já sei que ele costuma se atrasar, já desci 15 min após o horário marcado para começar. Porém, ao chegar lá, nem sinal do indivíduo. Após 40 min de atraso, ele chega, dá um olá para todas que estão a espera dele e vai para a parte da loja onde ficam as caixas para vender, escolher a que vai usar. Ah e com toda calma possível.
Dei tchau prá turma da loja e me perguntaram se eu não ía assistir e respondi:
- Não, porque acho esse atraso uma puta falta de consideração e ele ainda está ali escolhendo a peça. Vai chegar aqui, mais 10min de conversa fiada até começar. Realmente isso me irrita, não tenho paciência.
Voltei prá casa.
Afinal, as empresas e as lojas fazem esses workshops para vender material e precisam aprender a ter mais consideração com as pessoas que lá vão. Não estão nos fazendo nenhum favor.