8 de fev de 2010

Gostei muito dos comentários na última postagem. Juntando tudo temos a realidade do assunto.
Se fosse um tempinho atrás eu teria ficado bem irritada com a atitude dele, mas não agora que me acostumei a certos comentários, julgamentos, conselhos e coisas assim que já recebi. Na verdade fui andando e pensando no assunto e tendo um sentimento de pena em relação a ele. Sim, ele me disse o que ele deve estar sentindo e tem dito para ele mesmo. Com certeza está bem infeliz na sua condição atual.
Chega a ser engraçado a forma como as pessoas veem quem trabalha em casa. Muita gente acha que é a vida mais fácil do mundo, quando na verdade precisamos de mais disciplina, organização e responsabilidade do que quem trabalha fora. Não há salário nos esperando no final do mes depositado em nossa conta. Ganhamos o que produzimos. Muitas vezes trabalhamos mais horas do que se tivéssemos um trabalho fora e para ganhar menos. Ah mas falar em trabalhar com artesanato faz piorar essa visão. Não é considerado trabalho, mas hobby. Tem muita gente que acha que estou ficando rica, quando o que ganho com meu trabalho não paga minhas contas. Sim, porque achar o trabalho bonito, bem feito, é ótimo, mas a grande maioria acha que tem que ser baratinho e na maioria das vezes você não pode cobrar o trabalho que teve, o tempo que gastou.
Um grande exemplo é a loja para onde forneço caixas. Ela coloca 100% em cima do meu preço e vende tudo. Nunca ninguém me pagaria o preço que paga na loja, mas acontece que lá é loja de shopping. Uma vez a gerente me pediu para não fazer peças acima de determinado preço porque ficava mais difícil delas colocarem 100% em cima e aí eu ganhava mais que eles. Respirei fundo e expliquei a ela que no meu preço tinha todo o material gasto, então de forma alguma eu ganharia mais que ela, ao contrário, ela colocando 100% ganhava muito mais que eu sem ter nenhum trabalho a não ser colocar na vitrine, embalar e receber o pagamento. Entendeu? aff
Uma vez uma pessoa me perguntou o preço de uma caixa e eu dei: R$15,00. Ela me disse: mas outro dia eu vi igualzinha por R$10,00! Disse-lhe euzinha: E por quê não comprou????
A Elaine colocou um outro ponto super importante: trabalho doméstico não é trabalho! Nossa! Trabalho de casa não acaba e raramente é reconhecido. Mil vezes trabalhar fora do que ficar em casa cuidando dela e tudo que envolve a família. Não é a toa que não se cansa de falar da dupla jornada e de como é difícil. Sim, para muitos mulher em casa é dondoca e não faz nada. Você pode ter empregada, faxineira e tal que o que não vai faltar é trabalho para você.
Sim, as pessoas estão sempre julgando e na grande maioria das vezes sabem o que é melhor para você. E eu vou falar mais sobre isso, ah se vou! :)
Uma ótima semana !!!!

9 comentários:

  1. É Luci, eu te entendo perfeitamente...mas aí também depende muito de vc saber argumentar e impor seu preço, impor o valor pelo seu trabalho, que é honesto. Quanto ao senhor realmente ele disse aquilo que ele pensa e sente por conta da situação que está vivendo mas vc não pode deixar que isso te incomode se vc sabe que nada do que ele disse é verdade.

    ResponderExcluir
  2. Nossa Luci, como eu concordo com vc! Quando fazia meus artesanatos pra vender, (o que aliás, geralmente quem faz, naõ sabe vender, eu sou uma...)era assim tb, neguinho quer ganhar nas costas do pobre do artesão, botar 100% ou até mais, pq diz que tem muitas coisas pra pagar pq tem loja...mas não teve trabalho, não gastou material...enfim, aqui no nosso país ninguém dá valor a quem faz, mas na loja, no shopping, aí paga o preço que for...na mão da gente desvaloriza...vai entender...
    Escreve mesmo sobre isso pq pode ser que assim, as pessoas dêem valor a quem faz.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Luci, onde eu assino? Adorei. E pode falar mais, sim. Bjosss..

    ResponderExcluir
  4. Meu comentário abaixo sumiu!

    Não sou artesã. Sou veterinária e atendo a domicilio. Não tenho um salário no fim do mes garantidi no banco, tudo depende dos animaizinhos.

    E sou dona de casa também. Tarefa puxada.

    Também assino embaixo!

    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Lu

    Concordo com você, o trabalho por conta própia é bem mais difícil de se controlar, porque você está em casa e tem que se disciplinar ao dobro e tem cobranças próprias bem grandes, pois não pode furar com o cliente, além disso acaba tendo o trabalho do lar incluido, almoço, jantar e etc.
    A remuneração final não é reconhecida como deveria e aí vem outro complicador.
    Por outro lado tem vantagens como poder utilizar o tempo que seria gasto na locomoção casa/serviço/casa, tem a tranquilidade de estar num ambiente tranquilo, longe dos invejosos e puxadores de tapete. Contudo não pode ficar doente.

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Ah, Luci...ando esquecida...ia comentar uma coisa mas esqueci...assisti ao filme Contador de Histórias viu...e simplesmente amei...adoro histórias assim, tão lindo né? Saber que ainda se pode ter esperanças e que tudo pode ser diferente dependendo de poucas atitudes...rsrsrs..se tiver mais recomendações do tipo eu ficaria feliz...rsrsrs...

    ResponderExcluir
  7. Pois e , se o trabalho de casa fosse facial teríamos muito mais gente querendo ser empregada , mas acho que vc agil certa , para que discutir com uma pessoa triste e cheia de preconceitos , só ia estragar seu belo dia
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Considero um Dom...
    Admiro mto qm consegue fazer trabalhos artesanais...Respeito mto...Sempre tem algo bem original pra gente compra e presentear...E qndo isso acontece a pessoa q recebe fika super feliz pq só ela tem "akilo" axo q atençao foi mto mais valida do q entra na loja mais famosa do shopping e compra o q mais sai... e manda embalar...
    Parabéns pelo Dom...
    Qnto ao pagamento disso tudo, axo q tbm deve ser mais prazeroso pq vê q vc qm fez akilo lindo c/ sua criatividade... E tbm acredito q algumas peças recebam valores sentimentais pra vc...
    Bjuu

    ResponderExcluir
  9. Luci amiga você está cheia de razão ninguém dá o valor que merece e a maioria gosta de levar vantagem. Vendes suas caixinhas para lojistas de Shopping,que colocam um over de 100%, mas lógico que é melhor ter essas encomendas do que nenhuma. E vamos lá correr na busca de preços em oferta, etc para que o lucro apesar de pequeno seja razoável e veja que nisso tudo não está somado o seu tempo, a sua arte. Agora te pergunto- já participou de Feiras, eventos expondo seu trabalho ?

    Beijos

    ResponderExcluir