27 de abr de 2010

Estou sem inspiração para escrever, então para não passar sem post hoje, um pequeno texto que recebi por email e que adorei (será que é velho e todo mundo já conhece?)

O VALOR DE UMA DONA DE CASA

Um homem chegou em casa, após o trabalho, e encontrou seus três filhos brincando do lado de fora, ainda vestindo pijamas.
Estavam sujos de terra, cercados por embalagens vazias de comida entregue em casa.
A porta do carro da sua esposa estava aberta.
A porta da frente da casa também.
O cachorro estava sumido, não veio recebê-lo.
Enquanto ele entrava em casa, achava mais e mais bagunça.
A lâmpada da sala estava queimada, o tapete estava enrolado e encostado na parede.
Na sala de estar, a televisão ligada berros num desenho animado qualquer, e o chão estava atulhado de brinquedos e roupas espalhadas.
Na cozinha, a pia estava transbordando de pratos; ainda havia café da manhã na mesa, a geladeira estava aberta, tinha comida de cachorro no chão e até um copo quebrado em cima do balcão.
Sem contar que tinha um montinho de areia perto da porta.
Assustado, ele subiu correndo as escadas, desviando dos brinquedos espalhados e de peças de roupa suja.
'Será que a minha mulher passou mal?' ele pensou.
'Será que alguma coisa grave aconteceu?'
Daí ele viu um fio de água correndo pelo chão, vindo do banheiro.
Lá ele encontrou mais brinquedos no chão, toalhas ensopadas,sabonete líquido espalhado por toda parte e muito papel higiênico na pia.
A pasta de dente tinha sido usada e deixada aberta e a banheira transbordando água e espuma.
Finalmente, ao entrar no quarto de casal, ele encontrou sua mulher ainda de pijama, na cama, deitada e lendo uma revista.
Ele olhou para ela completamente confuso, e perguntou: Que diabos aconteceu aqui em casa? Por que toda essa bagunça?

Ela sorriu e disse:
- Todo dia, quando você chega do trabalho, me pergunta:
'- Afinal de contas, o que você fez o dia inteiro dentro de casa?'
-'Bem... Hoje eu não fiz nada, FOFO !!!!

Olha, eu conheço muito homem que as esposas deveriam fazer isso, viu? e você?


......................................


Obrigada por todo carinho nos comentários do post anterior. Meu post alcançou seu objetivo a partir do momento qu epessoas que não conheciam a fibro passaram a conhecer e pelos emails que recebi sobre o assunto e pude trocar informações com amigas.


beijo grande

9 comentários:

  1. Oi Luci, eu conhecia o texto, mesmo assim, bastante oportuno! hehehe
    Como tem marido que merecia... ô se tem! hehe
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Luci:
    Ainda não conhecia o texto. Muito bom. Que os homens valorizem as mulheres que têm em casa!! É isso aí!! Beijos e uma boa semana para você, ;)

    ResponderExcluir
  3. Oi Luci,
    não conhecia o texto e gostei deveras!
    Não sou mais casada, porém quando era o maridop era uma benção de bagunceiro. Chegava em casa e ia deixando tudo pelo caminho.
    Ah! Se eu tivesse lido este texto naquela época acho que cairia na tentação e faria exatamente do jeitinho que ela fez no texto, rsrsrs
    São poucos os homens que valorizam os trabalhos da esposa, acham que só vale se trabalharmos fora, e em casa trabalhamos muito mais.
    Nen sei o que seria deles se não fosse nós a prepararmos tudo tanto para ida deles para o trabalho quanto para a volta deles ao lar doce lar.
    Beijos linda, adorei o texto.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Luci,
    Está melhor hoje?
    Eu não conhecia o texto(muito interessante!) e acho oportuno falar sobre isso. Na minha opinião a maioria dos homens, incluindo o meu marido, não valoriza o trabalho doméstico, acha que não há muito a se fazer! Mesmo pra quem tem empregada(o que não é o meu caso) há muitas coisas a providenciar, senão a casa vira esse verdadeiro "caos" que o texto retrata tão bem.
    Eu sempre trabalhei fora e ainda tinha a jornada dupla, tripla, de cuidar da casa e dos filhos! Não é fácil, não! Agora, passados 21 anos de magistério, dei uma desacelerada e não estou trabalhando. Você pensa que agora eu tenho mais tempo sobrando? Que nada!!!Mas eu não fico paranóica com arrumação de casa, não. Faço meus artesanatos, leio, vou ao cinema...afinal, há vida além dos afazeres domésticos! Ainda bem!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Boa noite, amiga Luci.
    Só mesmo não fazendo, é que muitos notam a diferença, e sabem dar valor.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  6. Mesmo conhecendo é válido reler.Valeu!um beijo,.tudo debom,chica

    ResponderExcluir
  7. Ainda bem que aqui em casa, meu maridinho me dá meu devido valor!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Sabe q muitas vezes minha mãe fazia isso? Era só meu pai "cantar de galo" que minha mãe fazia greve. E ainda, brava, manda ele fazer as coisas.

    Ele pegou um respeito por ela rs...

    bjos, bom dia pra vc, querida Luci

    ResponderExcluir
  9. Òoootimo o "valor de uma dona de casa", o texto tb poderia ser ampliado para falar do "valor de uma dona de casa que trabalha fora e poe todo seu salário no lar"kkkkk. Já pensou a bangunça na casa e ela torrando todo seu salário c/ futilidades só p/ ela? (desculpa, não foi desabafo, kkk)

    Bjs♥

    ResponderExcluir