2 de abr de 2010

paixão

Salvador Dali


Tenho muitas lembranças da infância ligadas a sexta-feira da paixão. Era um dia de silencio, nada de falar alto, ouvir música, cantar, tv em volume baixo. Também tinha o jejum e de forma alguma comer carne. Tudo como sinal de respeito no dia que lembra a morte de Jesus.
Hoje, mesmo sem mais frequentar a igreja e nem tendo uma religião, mas tendo uma fé inabalável, mantenho algumas dessas coisas que aprendi com minha mãe. Não como carne, faço jejum e tento manter um dia de calma e meditação. Outra coisa que faço sempre, é nesse dia assistir algum filme sobre Sua vida, sempre gostei. Reaviva certos sentimentos e emoções.
Uma coisa que noto é que muita gente não entende bem como fazer o jejum, tem gente que levanta e não come nada até a hora do almoço e não é assim, pois você já estaria fazendo jejum desde a noite anterior. Então você toma um café da manhã mais simples e aí sim começa a jejuar. Muitos almoçam algo simples e permanecem em jejum até a noite. Por que isso? É um tipo de sacrifício que oferecemos a Ele que tanto se sacrificou por nós.
Muita gente comemora seu nascimento, mas uma enorme maioria nem para prá pensar no que representa o dia de hoje, o dia de Sua morte. E não precisa ter e seguir uma religião. Se você acredita nEle, se para prá orar, para pedir, para agradecer, tire um tempinho no dia de hoje, olhe para dentro de você e pense no que representou Sua morte. Ele morreu por amor a nós, para pagar nossos pecados. Nunca devemos nos esquecer disso. Deus deu Seu Filho por nós e esse Filho cumpriu Sua missão de amor.
Hoje não é um dia de tristeza, é um dia de recolhimento.
Que Deus te abençoe, hoje e sempre! Que derrame muito amor na sua vida!

8 comentários:

  1. Bonita mensagem. Esse é o caminho.
    Temos que agradecer, orar, meditar. Ver qta coisa boa já temos em nossas vidas, o tanto que Deus nos olha e nos protege, ama e está ao nosso lado.

    Pra vc tb, que Deus abençoe muito a vc e os seus, com paz, amor e felicidade.
    Feliz Sexta Feira Santa! bjos

    ResponderExcluir
  2. Luci
    Também faço o jejum.
    Uma forma tão pequena , mas de coração aberto para oferecer ao Senhor nosso sacrificio.

    Fica na Paz

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Guria, é bem simples [e verdadeiro] assim. Eu não tenho tantos rituais, embora na infância também tenha passado por eles. Hoje, só deixo de comer carne, mas não pelo ritual. Porém, percebo que o mais importante é entender o significado da data e ter a compreensão de Jesus em nossas vidas. Um beijo e feliz renascimento domingo.

    ResponderExcluir
  4. Eu acredito sim em Jesus e procuro sempre manter minha fé acesa através das orações e meditações diárias. Acho importante esse contato.

    ResponderExcluir
  5. Olha, eu não sou muito de práticas exteriores, mas respeito quem as tem, acho muito bonito qdo há sinceridade.
    Feliz Páscoa, amiga! Bjo...

    ResponderExcluir
  6. Oi minha linda....lindas palavras!
    Obrigada pelo comentário de hoje...adoro qd vem me visitar e viu quantas caixinhas minha mae me trouxe?...ahahah..aja lixa e trabalhinhos...rs
    Tenha uma linda Páscoa amiga,
    beijinhos
    So

    ResponderExcluir
  7. Luci, as sementinha de amor que vc planta aki é maravilhoso, é seu coração falando nós o lemos, e ele é lindo,Uma feliz páscoa beijinhos mil. e obrigada pelo seu carionho em meu blog.
    com carinho
    Hana

    ResponderExcluir
  8. Olá Lucí, eu como você também aprendi todo esse ritual com minha família, todos católicos praticantes. Hoje em dia tenho o maior respeito, pouco ligamos a tv aqui em nossa casa, e passamos o dia, especialmente esta semana que não tivemos visitas nem de familiares, em recolhimento mas, sem nenhum exagero. Gostei muito do que você escreveu e me fez recordar. Um grande abraço, e Feliz Páscoa!

    ResponderExcluir