17 de mai de 2010

cansada...

Você já notou que não ando escrevendo sobre assuntos polêmicos? Sobre essas notícias que vamos lendo e nos deixa indignados? E não são poucas! Todos os dias somos bombardeados com notícias desse tipo. Pois é... as vezes tenho vontade de passar uns dias sem ler notícias, sem assistir telejornais e dar um tempo pros meus pensamentos e sentimentos em relação a essas coisas. Sim, porque elas sempre me fazem ficar aqui pensando e muitas vezes doendo. Tenho mania de ruminar as coisas.
Quer um exemplo? A notícia daquela procuradora que torturou a menina que estava adotando. Além da notícia em si fiquei pensando em quantas crianças são torturadas todos os dias e ninguém denuncia, se omite. Sim, porque se não fossem as empregadas denunciarem, continuaria acontecendo. E os vizinhos? Não ouviam nada ou preferiam fingir que nada acontecia para não se envolver? Essas pessoas também são culpadas.
Tem hora que me sinto cansada de tudo isso...
atualizando...
Depois que publiquei o post, me lembrei de um que a Verônica Cobas do Criative-se publicou na sexta. Dá um pulo lá que vale a pena ler. Clica aqui!!

12 comentários:

  1. Oi Luci, tem tempo que não comento, mas não posso deixar de escrever aqui. COncordo com você, para vender forçam demais em notícias ruins, acho que terão que mudar o foco e apresentar boas notícias, pois estamos todos cansados!
    Maus tratos devem ser denunciados e punidos sempre, sejam a uma criança, a um idoso, à esposa, a animais... Enfim está na hora de aprendermos sobre generosidade!
    Beijos, ótimo post!

    ResponderExcluir
  2. É verdade. Fica cansativo mesmo!!!

    Quem se omite vira cúmplice...

    bj

    ResponderExcluir
  3. Nem fala....essas coisas são bem revoltantes mesmo!

    Bjssss

    ResponderExcluir
  4. Minha amiga,
    Eu tomei essa decisão há muito tempo. Leio o que me interessa para que não fique alienda do mundo, mas me poupo desse tipo de envolvimento porque ainda não sou madura o suficiente para ler e superar. Toda vez que vejo a cara daquela mulher me pergunto: por quê? E existem outros tantos por quês que existem e ficarão sem respostas. Qualidade de vida tb é isso, se poupar.
    Bjos enormes

    ResponderExcluir
  5. Minha amiga,
    Eu tomei essa decisão há muito tempo. Leio o que me interessa para que não fique alienda do mundo, mas me poupo desse tipo de envolvimento porque ainda não sou madura o suficiente para ler e superar. Toda vez que vejo a cara daquela mulher me pergunto: por quê? E existem outros tantos por quês que existem e ficarão sem respostas. Qualidade de vida tb é isso, se poupar.
    Bjos enormes

    ResponderExcluir
  6. O noticiário anda pesado demais. É muita notícia ruim.
    Esse caso da menina foi muito cruel, juro que tb fiquei pensando, remoendo o assunto e tentando entender o motivo. Eh triste.

    boa semana pra vc, vamos vibrar por coisas melhores, o mundo precisa!
    bjos

    ResponderExcluir
  7. Luci Cardinelli, às vezes é bom mesmo dar um tempo dos horrores ditos “informativos”. Quanto a esse caso que mencionou, lembrei-me de uma frase de Martin Luther king. Se não estiver enganado, dizia mais ou menos assim: “O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silencio dos bons”.

    Abraço do Jefhcardoso

    ResponderExcluir
  8. Luci Cardinelli, achei incrível o seu comentário em meu Presente do Céu. É algo bem legal. Faz sentir que vamos ganhar atenção e gera certa expectativa, do tipo: “será que ela vai gostar?” (sorrio). Espero que tenha sido agradável o seu café com meu blog.

    Abraço e muito obrigado!

    Jefhcardoso

    ResponderExcluir
  9. Fiquei muito indignada com o que essa menina passou... Como alguém pode fazer isso a um ser tão indefezo??? É no mínimo covarde!
    Repugnante!

    E as torturas morais??? As palavras ditas pelos adultos aos pequenos que ficam ali ecoando na cabecinha deles... Tenho uma conhecida que quando tá estressada (e não é raro) desconta na neta. Chama de nomes feios, grita, destrata... Aff!!! Já notei que a menina tem tendência depressiva, tadinha. Já conversei com a avó, com a mãe, com a família, mas ninguém me ouve e sempre negam o que acontece (mesmo segundos depois, se eu toco no assunto ela nega)
    Morro de pena da menina, e dessa família tão perturbada, que não imagina a barra que vai ser quando ela chegar na adolescência...

    às vezes quando estou estressada, prefiro ir logo avisando: "Minha filha nem chegue prto que mamãe hoje tá que tá! Matando até leão na tapa!"
    Ela nem chega perto... Quando me vê mais calma, chega, faz um carinho e pergunta se já passou!!!
    Coitado do leão... rsrsrs

    ResponderExcluir
  10. Eu também sou assim. Fico um tempo sem nem ligar a TV...aff..é muita tristeza.


    abraços
    de luz e paz.

    Hugo

    ResponderExcluir
  11. Luci...tem um selinho, no meu blog(estou retribuindo :)) para o Vida...não poderia deixar de da-lo..adoro este teu blog!!
    bjks

    ResponderExcluir
  12. Oi, Luci,
    Muita coisa ruim acontecendo no mundo, né? As maldades contra crianças, então...essas deixam a gente até sem dormir!
    Entendo e concordo com a sua indignação!
    Beijos!

    ResponderExcluir