12 de mai de 2010

quer almoçar comigo?

Ontem quando acordei uma das primeiras coisas que fiz foi colocar feijão para cozinhar. Eu costumo cozinhar 1 kg de feijão sem tempero nenhum, dividir em potes, congelar e só temperar quando for comer. O cheirinho do feijão cozido tomou conta da casa e me deu vontade de comer uma comidinha mineira, daquelas bem simples. Saí e comprei couve e milharina para fazer angu. Me dei conta que desde que meus pais se foram que eu não fazia angu em casa. Tinha arroz pronto na geladeira, mas achei que aquele feijão tão fresquinho merecia um arroz fresquinho também e aproveitei e usei o arroz jápronto e fiz uns bolinhos.
Um amigo me disse uma vez que não existe alta nem baixa gastronomia, o que existe é comida bem feita, concordo com ele. O importante é uma comida gostosa e que você esteja com vontade de comer, seja o que for. Ando meio relapsa e preguiçosa na cozinha, o principal é que acho um saco cozinhar sá prá mim. Confesso que assistir Julie e Julia mexeu com meu lado cozinheira e deu vontade de cozinhar e experimentar. Aí lembrei que tenho um livro que nunca usei, a Larousse da Cozinha Prática. Domingo peguei nele e dei uma folheada. Existe muita coisa que já experimentei mas nnca fiz. Existem diversos temperos que nunca usei. Então decidi que todo domingo vou fazer algo diferente. Vamos ver no que vai dar.
Eis meu pratinho do almoço de ontem.


Arroz sem gordura e temperado só com sal e cebola batidinha, feijão com um mínimo de óleo, alho e sal, couve sem gordura e com um mínimo de sal, bolinhos de arroz e angu também com um mínimo de sal. Sim, estou evitando gordura e tentando diminuir o sal. Minha pressão é baixa e ao longo do tempo me acostumei a comer muito sal e acho que está na hora de mudar um pouco esse hábito. Está vendo aquilo branquinho no angu? São pedacinhos de queijo branco que coloco em cubos quando o angu está quase pronto.
Esse angu foi um caso sério. Fazê-lo me encheu de saudades. É incrível como o que mais me traz lembranças dos meus pais é a comida. Por meu pai tinha que teria angu todos os dias. Fresco no almoço e o que sobrava era colocado na chapa à noite. Mexendo o angu lembrei demais de minha mãe. Sempre deixamos o angu cozinhar até dar aquela casca na panela, aqui em casa sempre o fizemos num caldeirãzinho de alumínio do enxoval dela, ou seja, ele tem 52 anos, e é alumínio, alumínio mesmo, daqueles grossos e não as porcarias que vendem hoje. Depois que ela virava o angu, colocava leite naquela casca dentro do caldeirão e deixava descansar. A casca se soltava e ela comia aquela casca com leite. E com que prazer fazia isso. O engraçado é que minha mãe cozinhava muito bem, mas odiava fazê-lo, era obrigação mesmo.
Não vou lhe enganar não, viu? Meu almoço estava muuuito bom!!!! Sem modéstia hehe
beijo e ótimo dia!!!

18 comentários:

  1. Seu post me deu fome! Acho que não tem nada melhor que uma comida caseira e bem feita mas às vezes também é bom testar novas receitas e experimentar coisas diferentes...rsrsrs..eu adoro testar receitas.

    ResponderExcluir
  2. Tô chegamdo,heim???rsrs beijos,lindo dia!chica

    ResponderExcluir
  3. Amiga, que almoço gostoso..melhor ainda porque traz lindas lembranças, nao é mesmo?
    Depois me chama mais cedo que venho almoçar com vc , ta bom?
    beijinhos
    So

    ResponderExcluir
  4. Como vc e má rsrsrsr nossa ficou lindo seu prato amiga e parece mesmo que estava muito gosto , eu adoro comida mineira
    bjs

    ResponderExcluir
  5. hehehe.... Fooooome! Adorei! Isso é VIDA!!!!
    Bjos na alma!

    ResponderExcluir
  6. Pôxa, Luci!
    Vejo seu post ás 12:00h em ponto? Duvida que minha barriga roncou?! ... kkkkk... :D

    Eu também não gosto de cozinhar, sabe? Encontro inspiração nos blogs das blogueiras prendadas. Minha visão da cozinha mudou um bocado depois que me tornei blogueira, mas sei que preciso melhorar muito. Ninguém é perfeito... ;)


    E, sim. Gostaria muito de estar aí na tua casa no dia de ontem para comer essa comidinha... ehehehe...

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Luci,
    Cozinho todo dia, apenas no almoço. Teno 20 minutos para produzir esse almoço, imagina o quanto sou prendada rsrsrs
    Vendo seu feijão lembrei de ter lido em algum lugar que no Rio come-se feijão preto. Aqui no interior de São Paulo o feijão é o carioquinha, aquele rajadinho. Quanto mais clarinho melhor. Feijão preto apenas na feijoada.
    Beijos esfomeados rsrsr

    ResponderExcluir
  8. Luci, querida o que é isso hein!!!;
    Que prato apetitoso é esse?
    Me deu uma fome... e tem de tudo o que gosto! Confesso que não era adepta mas me rendi aos encantos das folhas e legumes #couve folha e flor, vargem, repolho, esinafre, brócolis, gerimum...

    eu fico até com água na boca... hummmm

    essa de cozinhar o feijão e congelar pra temperar no dia, faço faz tempo e o povo aqui de Recife me chama de doida, diz que não presta... Aff!!!

    Beijocas mil

    ResponderExcluir
  9. Acho que vounter que fazer um lanchinho! este teu almoço me deu uma fome danada!
    Parabéns!
    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Eu quero almoçar com você... adooooro comidinha caseira, com gostinho de Minas!

    Também congelo feijão. Mais fácil, não é mesmo?

    Bjsss

    ResponderExcluir
  11. Me deu água na boca!!!
    Como faz bolinho de arroz????rs

    Só faltou uma carninha...

    bj

    ResponderExcluir
  12. Que delícia Luci! Esse feijãozinho está com cara de comidinha carioca... posso até sentir o cheirinho da comidinha da minha tia invadindo a casa... tudo com bastaaaaaaante alho! Amo muito tudo isso!!! Bom almoço no domingo!
    Beijos
    Karina

    ResponderExcluir
  13. opa, tem um pratinho desse aí pra mim? ai que delícia!
    beijos

    ResponderExcluir
  14. Imagino!!!
    Pq só de olhar para o prato, deu água na boca!!!

    ResponderExcluir
  15. Luci, meus pais são de Minas e tb adoro angu, e minha mãe, que ainda é viva, tb come a "rapa" do angu c/ leite.
    Vc me transportou p/ minha infância...mto obrigada por isso!

    Bjs♥

    ResponderExcluir
  16. Ai que prato bonito! Vou aceitar o convite, só não sei quando chegarei aí, rsrsrsrs. Que estava gostoso tenho certeza!
    Minha cunhada, esposa de meu irmào, quando vem almoçar aqui sempre elogia dizendo que gosta do tempero diferente. Domingo passado ela veio em casa e trouxe o arroz, adorei o tempero dela. Com certeza gostaria de seu tempero, Luci!rsrsrsrs

    Bjs, Elaine

    ResponderExcluir
  17. Pô, Luci! Maior sacanagem!... Só de olhar a foto já engordei uns 10 quilos. Mas lendo atentamente o texto, então, quase morri afogada na baba. Gente, que delícia! Invejei!... kkkkkkkk!!!!

    Beijoca!

    ResponderExcluir
  18. Aceito almoçar sim, rsss! O prato está uma delícia, hein? Tudo fresquinho e gostoso...quem resiste?
    Um beijo!
    Estou louca pra assistir Julie e Julia!!!

    ResponderExcluir