7 de jul de 2010

Meu irmão costuma dizer que muitos jogadores, se não fosse o futebol, seriam bandidos. Sempre concordei com ele diante de uma série de situações que assisti.
Me lembro que fiquei irritada quando no dia da mulher, após a notícia da briga entre Adriano e a namorada e Bruno tê-la amarrado numa árvore ouvi o mesmo Bruno dizer "quem nunca brigou ou até saiu na mão com a mulher?".
Fico meio em estado de choque e sem conseguir pensar direito acompanhando as últimas notícias do caso Bruno x Eliza.
Eu nao consigo entender o que essas "modelos" fazem, o tipo de vida que procuram, mas é um problema delas. Nada, nada justifica matar alguém. Uma mulher se sujeitar a tudo que ela veio se sujeitando, buscando o que? fama e dinheiro? Vida fácil? Só tenho a certeza que dá muita pena dessas crianças que são colocadas no mundo, sem nenhuma responsabilidade, como moeda de troca.
Sabemos que há muita maldade pelo mundo afora, mas ouvir, ler ou ver certas coisas... ninguém está preparado. Fiquei em estado de choque ao ouvir a declaração do tio do adolescente preso, "ela foi desossada, enterrada e concretada" E agora já sabemos que a carne foi dada para um cachorro comer.
Difícil acreditar que estejam falando de uma pessoa.

12 comentários:

  1. É verdade, Luci, parece um filme de horror...pior que é uma cruel realidade. Eu também fiquei paralisada e muito triste. E, agora, fica a criança nesse meio de atrocidades. Uma lástima...Bom dia, beijos ;)

    ResponderExcluir
  2. Coisas que não entendemos...nem a elas ,nem a eles!Pobre pais!beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Realmente Luci.
    Até perdi a hora de sair de casa assistindo isso...
    Uma barbaridade!

    bj

    ResponderExcluir
  4. "Quanto mais conheço o ser humano ,mas, amo meu cachorro" Pois é. Quem fez isso não pode ser chamado de humano,deveriam aprender com os animais a proteger sua cria. Como pode matar a mãe de um bebe de 4 meses? Quando penso que já vi de tudo nessa vida as pessoas ainda conseguem me chocar. Pessoas? Afiiiiiii Montão de bjs e abraços amiga

    ResponderExcluir
  5. Oi amiga!
    Desculpe a ausência por aqui, mas tenho estado muito cansada. Como vc viu no blog, marido viajou e tô sozinha com a criançada! Aí já viu, né? Quando elas dormem, estou moida e acabada, sem forças para fazer nadinha! Só que não pude me calar diante das tão bem colocadas palavras. Fico triste tb em ver uma pessoa como o Bruno que pega uma vida promissora e joga pela janela só para não reconhecer uma criança? É a gana do dinheiro, como sempre, aliado à maldade de um ser humano! São coisas que me estarrecem....
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. luci! parabéns pela citação do caso, ando perplexa diante de tanta atrocidade.é muito triste ver a barbari que as pessoas podem cometer ,falta de um Deus no coração!E lá vamos nós nesta nossa luta! Mais penso que o bem é maior! muitas beijocas analú

    ResponderExcluir
  7. Querem justificar o caráter de Bruno, dizendo que ele foi abandonado pela mãe, nada explica tanta maldade.

    ResponderExcluir
  8. Oi Luci, quando a gente perde uma pessoa querida, o sofrimento é indescritível. Imagino o que a família dessa moça deve estar passando neste momento...Imagino também o que a familia desse rapaz também está sentindo.
    Independente de tudo, nada explica o que aconteceu...
    Triste!!!

    Bjs, Marta

    ResponderExcluir
  9. Oi, Luci, bom dia!

    Independentemente das equivocadas escolhas que a ingênua Eliza fez na vida, nada justifica ou explica, como vc bem disse, o absurdo do desenlace desse caso, espero que os culpados sejam penalizados dentro da lei e que o filho dessa moça cresça em ambiente sadio.

    Hoje ouvi um comentário do Rodrigo Pimentel, especialista em segurança, no programa da Ana Maria, ele dizia que a Eliza tomou a atitude cabível, procurou a polícia, porém os resultados demoraram demais para ela, morreu antes.
    Concordo, acho que se fosse uma mulher famosa ou rica, a resposta das autoridades às queixas dela seriam diferentes, mas como ela tinha um histórico complicado, digamos assim, suas reclamações caíram no vazio.
    Aliás, queixas de mulher muitas vezes caem no vazio, ainda hoje, século 21.

    Luci, que sua quinta-feira seja tranquila, beijocas,

    ResponderExcluir
  10. Luci,

    Não entendo o que acontece com o mundo e nem o que acontece na cabeça das pessoas. Da parte da moça que talvez tenha pensado que seria a melhor escolha de sua vida ter um caso e um filho com um jogador casado e por parte do jogador que pensou que poderia resolver toda trapalhada desta forma.

    ResponderExcluir
  11. Olha... a situação toda já é gravíssima. Mas os requintes de crueldade é que assustam né....

    Tem gente que eu desconfio do que são: seres humanos, demônios encarnados?

    Que preço foi pago pelo dinheiro e fama... e os filhos, imagine o sentimento deles... eh muito triste demais.

    Eu estou evitando pensar mto nesse caso, p não ficar ainda mais chateado. Agora é com Deus...

    pelo menos saio daqui mais feliz por ver seu blog de novo na ativa. Isso sim é uma notícia muito boa!
    bjs e bom dia pra vc

    ResponderExcluir
  12. Luci, vc disse tudo.
    Tb estou chocada, e sei que nada justifica o que aconteceu, mas o que leva essas mulheres a se envolverem c/ homens casados e que demonstram claramente que não prestam.

    Qdo ela tomou o abortivo já era prá nunca mais ver a cara do infeliz, deixar todo o processo de reconhecimento de paternidade c/ a justiça.

    Mas o dinheiro, a fama ...e a vontade de sair nua na playboy fala mais alto, não é?
    Que fim trágico para ela, que futuro terá o Bruno e que história carregará essa criança, hein?

    Bjs♥

    ResponderExcluir