7 de nov de 2010

Que tal "esquecer" de um livro por aí?

Nem me lembro se já escrevi sobre isso aqui no blog, mas tudo que é bom temos que divulgar não é?
Há uns anos que fizeram um movimento aqui no Rio para que deixassemos um livro em qualquer lugar, fosse no banco do ônibus, no banco de uma praça, restaurante, metrô, e eu aderi de imediato. A partir daí, todo final de ano eu faço isso, "esqueço" um livro em algum lugar.
Já contei aqui no blog que só guardo os livros que amo muito e sei que vou reler diversas vezes. Os outros passo sempre prá frente. Não foi sempre assim, mas de uns 3 anos para cá, são poucas as coisas que guardo. Também comentei sobre o site Trocando Livros, troquei alguns e hoje tenho um novo estoque, mais de 20 livros para ler.

Inspirada num post que a Luma escreveu no Luz de Luma, a   Isa do Tantos Caminhos  convidou os blogueiros a esquecer um livro no dia 08/11. O movimento cresceu e muitas blogueiras aderiram e divulgaram. Muito bom isso!!!
Vejam a proposta da Isa:
"Convidamos os amigos a separarem um bom livro, apenas um e no dia 08/11, simplesmente, o esquecerem em algum lugar público. Ônibus, metrô, banco de praça, qualquer lugar vale. Dentro do livro deve conter um bilhete informando que aquele livro foi esquecido naquele lugar justamente para que quem alguém o encontrasse e lesse. A única regra: passar o livro adiante, ou seja, após lê-lo fazer o mesmo esquecê-lo em um lugar público e assim dar a oportunidade de que outra pessoa leia."

Na verdade há nove anos que existe o BookCrossing:
O BookCrossing é um conceito que pode ser resumido como a prática de deixar um livro num local público, para ser encontrado e lido por outro leitor, que por sua vez deverá fazer o mesmo. O objetivo do Bookcrossing é “transformar o mundo inteiro numa biblioteca”.
Você se tornando um membro, sempre que for deixar um livro, antes você o registra no site e ganha uma identificação que colocará  no livro. Eles disponibizam etiquetas para isso. A pessoa que o receber, entra no site e se identifica, assim forma-se um histórico do caminho percorrido pelo livro. Eu não faço isso, sempre coloco dentro um marcador de livros com alguma mensagem e digo para que depois que ler fazer o mesmo.
Para vocês terem idéia do tamanho do movimento, esse ano na Bienal do Livro em SP, eles "libertaram" 2.000 livros nos metrôs e na própria Bienal. Não é fantástico?

Veja duas das etiquetas que eles disponiblizam:




Para saber mais sobre o BookCrossing, é só clicar aqui!

Porém vocês não precisam pertencer ao grupo para abraçar a proposta da Isa, viu? 
É só separar um livro aí do seu cantinho e esquecê-lo em algum lugar na segunda-feira.
Não vai ficar fora dessa, não é?
O meu já está separadinho aqui.

beijos e ótimo final de semana!!!!


ps. me desculpem os leitores daqui que tb leem o Postando Sobre Artes, mas hoje o post é o mesmo nos dois blogs.

6 comentários:

  1. Luci

    Deixa um livro no meu sofá, vou gostar muito...rs.rs........

    Essas idéias são geniais.

    Bjs

    Gilson

    ResponderExcluir
  2. Luci,

    Aplausos para essa iniciativa fantástica. Difundir a leitura é maravilhoso. Aliás, adoro ler!!!

    Beijo grande e bom final de semana pra você, querida.

    ResponderExcluir
  3. Adorei a idéia amiga!!!! Vou ver se "esqueço" um livro em algum lugar por aí...hehehe...

    Beijinhosssssss e ótimo fds!!!

    Vivian

    ResponderExcluir
  4. Bela iniciativa...O Br precisa pegar o habito da leitura...

    Olha ñ sei pq meus livros eu pego um valor sentimental e ñ consigo deixar eles no banco d praça ou algo assim... Mais indico sempre os q li pra todos...

    Então gostaria de sugerir q vc indique livros bons p/ ler...
    Eu sempre q posso posto as introduçoes dos livro q pra mim mais marcaram...

    Indico um pra vc Pq os homens amam as mulheres poderosas Autor Sherry Argov...Se quiser tenhu ele em pdf e posso enviar...

    bjuuu

    ResponderExcluir
  5. Oi, Luci, boa tarde!

    Ah, obrigada, rs , mas apenas recorro ao prestativo são google, rs

    Beijoquinhas,

    ResponderExcluir
  6. Luci, repercutir a cultura é cultural! (rs*) Na Europa além dos músicos, encontramos muitos livros espalhados em locais públicos. Agora no Brasil que crescem os cafés e casas de leituras e qualquer incentivo à leitura é muito bom!! Parabéns pela participação!

    ResponderExcluir