31 de dez de 2010

Um novo ano, e??? que tal se dar paz?

Penúltimo dia do ano e 2010 já está se despedindo. Foi uma semana de faxina, de todos os tipos, menos da casa, afinal é minha semana de férias e eu não ía passá-la arrumando casa. Mas de resto estou colocando tudo em ordem, até a vida virtual passou por uma bela faxina, mas tenho principalmente, conversado muito comigo mesmo. 
Sinceramente não tenho o que reclamar de 2010, foi um bom ano para mim. De ruim o que marcou e me lembro foi um momento emocional bem difícil, algo que me aconteceu e eu não tinha me dado conta até então, e que me tirou totalmente do prumo. Depois de um tempo digerindo tudo, aos trancos e barrancos, ficou resolvido dentro de mim. Não adianta arrastar corrente de algo que não pode ser mudado.
A outra coisa ruim foi meu tombo, levei a situação o melhor que pude, até porque tinha muito trabalho a fazer e não podia parar prá pensar. Porém depois do trabalho terminado fui que pude observar melhor o estrago que ele fez em mim, tanto fisicamente como emocionalmente. Não dei ao meu corpo o descanso que ele  precisava naquele momento. Meu pé, por exemplo, inchava demais pois eu passava o dia trabalhando sentada, quando ele precisava estar para o alto. Passei uns dias difíceis com isso, até doía qdo me olhava no espelho e via a marca e a cicatriz que ficaram. Mas como eu acredito que para resolvermos nossas emoções é necessário vivê-las, senti, chorei e passou.
Aconteceram muitas coisas boas, muitos momentos especiais e os principais foram em relação as pessoas na minha vida. Estreitei algumas amizades e outras se foram, não porque eu queria, mas aconteceu e vi que era melhor. A gente lamenta as coisas, mas lá na frente vê que foi o melhor que podia acontecer. A vida é feita de ciclos e uma coisa que aprendi é que não devemos nos agarrar a nada, precisamos deixar fluir. Tive decepções, mas as surpresas boas foram em maior número. Conheci muita gente e muitas delas se tornaram muito importantes para mim. Recebi muito carinho e isso foi muito bom!
E 2011? O que esperar dele? Pedir, só peço saúde e que se ela me faltar, eu tenha condições de cuidar. Planos? Só tenho para janeiro que é fazer uma pequena viagem e dar uma renovada no meu trabalho e em relação a isso escrevi aqui . Tem uma porção de coisas que quero e outras que preciso fazer, mas nem tem a ver com a mudança de ano, mas com a continuação da minha vida.  Não, esse ano não vou fazer promessas e nem listinha de desejo. A vida tem sido muito boa comigo e nesse momento eu só tenho motivos para agradecer.
E pensando assim foi que me deparei no domingo passado com mais um maravilhoso texto da Martha Medeiros e que quero partilhar com vocês.

DEIXE-SE EM PAZ!

"Geralmente é o que se deseja intimamente: paz para o mundo, paz para todos, paz para os torcedores, paz para os moribundos, paz para os iraquianos. É um desejo legítimo, mas qual a nossa contribuição prática para ajudar a construir uma serenidade universal? O máximo que podemos fazer é garantir nossa própria paz. Portanto, esses são meus votos: deixe-se em paz.
Parece uma frase grosseira, mas é apenas um desejo sincero e generoso. Deixe-se em paz. Não se cobre por não ter realizado tudo o que pretendia, não se culpe por ter falhado em alguns momentos, não se torture por ter sido contraditório, não se puna por não ter sido perfeito. Você fez o melhor que podia.
Aproveite para estabelecer metas mais prosaicas para o futuro que virá, ou até meta nenhuma. Que mania a gente tem de fazer listinha de resoluções, prometer mundos e fundos como se uma simples virada de ano bastasse para nos transformar numa pessoa mais completa e competente. Você será o que sempre foi - e isso já é muito bom, pois presumo que você não seja nenhum contraventor, apenas não consegue dar conta de todos os seus bons propósitos, quem consegue? Às vezes não dá. Vá no seu ritmo, siga sendo quem é, não espere entrar numa cabine e sair de lá vestido de super-homem ou de super-mulher. Deixe de fantasias. Deixe-se em paz.
Se quer tomar alguma resolução, resolva ajudar os outros, fazer o bem, dedicar-se à coletividade, seja mais solidário. Não deixe os menos favorecidos na paz do abandono, na paz do esquecimento. Mas esquecer um pouco de você mesmo, pode. Deve. Não se enquadre em comportamentos que não lhe caracterizem, não se enjaule por causa de decisões das quais já se arrependeu, não se arrebente por causa de questionamentos incessantes. Liberte-se desses pensamentos todos, dessa busca sofrida por adequação e ao mesmo tempo por liberdade. Nossa, ser uma pessoa adequada e livre ao mesmo tempo é uma senhora ambição. Demanda a energia de uma usina. Será mesmo tão necessário pensar nisso agora? Deixe-se em paz.
Não dê tanta importância à melhor roupa para vestir, à melhor frase para o primeiro encontro, às calorias que deve queimar, à melhor resposta para quem lhe ofendeu, às perguntas que precisa fazer para se autoconhecer. Chega de autoconhecer. Deixe-se em paz.
No fundo estou escrevendo para mim mesma. Não me deixo em paz. Estou sempre avaliando se agi certo ou errado, cultivo minhas dúvidas com adubo e custo a me perdoar. Tenho passe livre para o céu e também para o inferno. Preciso me deixar em paz, me largar de mão, me alforriar.
Só falta alguém ensinar como é que faz isso."   

Eu não sou dona da verdade e nem sou perfeita, mas desde que passei a trabalhar em casa, a ter mais tempo comigo, tenho tentado fazer muitas mudanças em mim, na minha vida e tenho tido alguns sucessos. Mudar é um exercício, não acontece de uma momento para o outro, mas é preciso querer.
Lhe desejo que consiga fazer as mudanças que deseja para sua vida, sem pressa, um passo de cada vez. Desejo principalmente que você não se perca nesse movimento doido do dia a dia e que não esqueça de ser feliz. Tem tanta gente com pouca coisa material e que consegue ser mais feliz do que quem tem tudo ou busca por isso. Lembre que os seus podem preferir ter você mais com eles do que tudo de material que você pode oferecer. Não culpe o mundo, a vida e muito menos a Deus, pois você escolhe o que é mais importante para você, escolhe o caminho que deseja, escolhe ser feliz e aproveitar as coisas boas que a vida oferece. Nunca se esqueça do livre arbitrio, você é responsável por suas decisões, então escolha rapidinho ser feliz, não perca tempo reclamando nem culpando nada nem ninguém. É difícil? Quem disse que viver é fácil?

Um 2011 de paz, saúde e amor

Sempre há um novo dia


Amanhecer no último dia do ano na Cidade Maravilhosa

13 comentários:

  1. Passando rapidinho pra te desejar um lindo 2011, cheio de tudo que desejares!

    beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Luci querida amiga, seus votos são sempre certeiros, farei isso, com certeza, preciso fazer isso, vou me deixar em paz, vou me deixar ser eu, vou me entender mais, me condenar menos, procurar minhas qualidades e perdoar um pouco meus defeitos. Ver que entre erros e acertos nesta vida, andei cometendo mais acertos e disso tenho resposta nos lindos filhos que criei, nos amigos que carrego comigo, nas flores que plantei e no amor que luto todo dia para ser eterno.
    Um feliz ano novo amiga querida e tudo de bom.
    Iara

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Luci. Tens toda razão, precisamos dar um tempo até para nós mesmas. Afinal a vida é mesmo uma longa estrada cheia de curvas, de poeira, de buracos e tantas outras coisas, né? Porém o que não devemos ou podemos é tomar atalhos, pois geralmente atalhos nos levam a lugar algum, ou até pior, a lugares que nos arrependemos de ter estado. Te desejo Uma imensa Paz e tudo mais que você precisar para estar de bem com você e com os seus. Te desejo um ano feliz, e mesmo que haja problemas, muito mais haja soluções. Grande abraço e bom 2011. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Luci,

    Gostei muito do seu texto, muito mesmo! Também não vou fazer lista de realizações... Melhor ir realizando sem listas, não?

    Que 2011 seja intenso, um ano de muita força e coragem, cheio de bençãos e saúde pra ti, querida!

    Beijão

    Carla

    ResponderExcluir
  5. Luci querida!
    Seu texto me fez pensar muito e refletir por passagens que tive neste ano de 2010.

    Nunca me indetifiquei tanto com palavras como as suas!

    O ano de 2011 será muito bom para nós isso com toda certeza mas não criemos espectativas não é?

    Beijos muita paz e saude!
    Ale

    ResponderExcluir
  6. Luci, que querida!!! A gente tem mesmo os momentos ruins e marcantes! São sofridos, mas se não existissem... seria fácil demais, né? Eu agradeço a Deus porque tive um ano bem tranquilo! Desejo o mesmo para o próximo, mas sei que vai ser meio pauleira! rs
    Apesar de tudo, decidi mesmo me dar paz! Vou cuidar de mim, da minha amadinha filhota! Outra coisa que gostaria muito de fazer neste próximo ano é me dedicar aos outros... São planos, não promessas... quem sabe? Não prometo nada que não tenha certeza que eu vá cumprir!
    Um beijo, amada!
    E um 2011 magnífico pra vc!!

    ResponderExcluir
  7. Oi Luci,é por aí mesmo, somos donos de nosso destino, não podemos culpar ninguém, temos na mão nosso futuro e espero de coração que tu faças do teu um futuro repleto de muitas alegrias. Feliz ano novo.
    abraços.

    ResponderExcluir
  8. Ei Luci!!! que seu 2011 seja cheio de boas surpresas!

    ResponderExcluir
  9. Minha querida...
    Acho que seu post foi a cereja do bolo de tudo o que andei pensando (e passando) nos últimos meses.

    Me fez lembrar de uma frase da Virgínia que gosto muito [na verdade, é da personagem Wolf no filme As Horas]: "Não há que se ter paz fugindo da vida".

    Acabamos fugindo de nós mesmos, e quem encara a si e a tudo que lhe dói, como você sempre faz, se torna heroína, e pode descansar não só a cabeça, mas a alma no travesseiro.

    Você sabe o quanto te quero bem e o quanto amo você. Mas acho que nunca é demais repetir. =)

    Que nesse ano que nos bate a porta, nós possamos fortalecer ainda mais essa amizade que só cresce, e se tornou fundamental pra minha vida.

    Que em 2011 possamos ter paz, mas não essa paz de começo de janeiro. Paz pra poder atravessar as horas do ano sem parecer que estamos carregando o mundo nas costas.

    Que Deus lhe dê muita saúde, muito amor e força pra continuar sendo essa pessoa maravilhosa que você é.

    Um beijo enorme, da filha virtual que te ama!

    ResponderExcluir
  10. Desejo muita paz, saúde e sucesso em 2011.

    abraços

    ResponderExcluir
  11. DESEJO A VC UM LINDO E FELIZ ANO NOVO.
    QUERO BRINDAR CONTIDO NOSSA AMIZADE, PARA O PROXIMO ANO.QUE SEJA REPLETA DE ALEGRIA.
    QUE O ANO NOVO SEJA REPLETO DE ALEGRIA, SAUDE, ESPERANCA, SUCESSO, TERNURA, REALIZACAO.
    QUE TODOS OS OSSOS SONHOS SE TORNEM REALIDADES..
    BRINDAMOS COM MUITO CARINHO O ANO NOVO QUE ESTA QUASE INICIANDO.
    QUE NO PROXIMO ANO POSSAMOS ESTAR SEMPRE ASSIM, BEM JUNTINHO E COMPARTILHANDO FORTES EMOCOES...CARINHOS E AFETOS..
    UM BEIJO FORTE NO SEU CORACAO E UM GRANDE ABRACO..
    SEJA FELIZ. DESEJO TODA A FELICIDADE DO MUNDO PARA VOCE...
    PECO DESCULPA PELA CONFIGURACAO DO PC. MAS O MAIS IMPORTANTE O QUE POSSAMOS TRANSMITIR COM O CORACAO, AMOR...TRABALHO...ALEGRIA..
    COMPREENSAO..PAZ, E MUITO EMUITO MAIS..


    FELIZ ANO NOVOOOOOOOO!!!!!!
    QUE 2011 SEJA MUITO MAIS QUE O ANO QUE ESTA SE FINDANDO.
    CARINHOSAMENTE
    SANDRA

    ResponderExcluir
  12. Luci
    Desejo a você muita paz, amor e saúde. Que Deus continue te iluminando em 2011.

    Abraços
    Graça

    ResponderExcluir
  13. Luci querida,

    Como sempre, vc disse tudo, to contigo e não abro.
    Tomara que eu consiga me dar a paz que estou desejando e precisando.
    Tudo de melhor pra vc em 2011, saúde, alegria, amor, paz e sucesso ainda maior no trabalho!!!
    Beijos com muito carinho meu e do Pedro,

    ResponderExcluir