22 de jan de 2010

Tempos de Paz


Sabe quando você termina de assistir um filme e nem sabe no que pensar de tanto que ele mexeu com você? Isso já foi acontecendo durante o filme. Lá estava algo que me colocava para pensar e eu nem tinha processado direito e já vinha um novo foco e quando o filme acabou lá estava eu segurando o queixo com as duas mãos com os cotovelos fincados na mesa de trabalho. Os créditos passando e eu tentando organizar meus pensamentos e sentimentos. Pensei em assistir novamente, mas vi que precisava de um tempo antes de revê-lo.
O filme é Tempo de Paz e uns 90 por cento dele se passa num mesmo ambiente e tem dois personagens: Segismundo (Toni Ramos), ex-oficial da polícia política do governo Vargas e atualmente funcionário da Alfândega, decidindo que entra e quem não entra no Brasil. E Clausewitz (Dan Stulbach), um polonês que quer entrar no país e precisa convencer Segismundo a deixá-lo ficar. Época: final da Segunda Guerra.
Eu sou fã dos dois atores e você vai assistir um show de interpretação, principalmente do Dan. Tem uma cena, que claro não vou contar para não estragar, que quando termina a vontade é levantar e aplaudir. Um daqueles momentos que deveriam se eternizar. Fiquei morrendo de pena de não ter assistido a peça no teatro, pois com certeza seria ainda melhor.
O cinema brasileiro tem feito filmes ótimos! Se quiser saber mais sobre o filme é só clicar aqui.
Se quiser baixar o filme é só clicar aqui .
Uma ótima semana para você! :)

20 de jan de 2010

estátua de são sebastião na glória

Muita gente não sabe, mas aqui no Rio de Janeiro o feriado em homenagem a Cidade não é na data da sua fundação, mas no dia dedicado ao seu Padroeiro: São Sebastião.
Aqui em casa sempre foi um dia especial porque papai e mamãe se chamavam Sebastião e Sebastiana. Muita coincidência, não é? Já é difícil um casal com nomes iguais, imagina um nome assim tão raro. Sim, por que quantos Sebastião você conhece?
Minha avó materna se chamava Sebastiana Angélica e quando nasceu a oitava filha, uma temporona, vovó deu o nome de Ester e lá foi vovô registrá-la. Porém o moço do cartório convenceu vovô a fazer uma homenagem a vovó e assim mamãe recebeu o nome de Sebastiana.
Vovó ficou feliz com a homenagem? nã nã ni nã nã ficou muito brava e não falou com vovô por 2 meses. Os irmãos achavam muito estranho chamar um menininha tão pequenina e bonita por um nome tão feio e o irmão mais velho logo lhe deu um apelido e nunca soube explicar como surgiu, mas o fato é que mamãe ainda bebê virou Bisí e assim foi chamada pela família por toda sua vida. Por conta disso, papai a namorou por um tempinho até descobrir que esse não era o nome dela. Ao tentar descobrir qual era seu verdadeiro nome, disse um monte de montão e jamais imaginou que seria igual ao dele.

Tem um fato que marcou muito. Papai passou muito mal na madrugada de um dia de São Sebastião. Nós não tínhamos carro e eu fui bater na porta do vizinho, que era taxista, para levá-lo para o pronto-socorro. Nós o chamávamos de Delfin, era um português, mas seu nome era Sebastião Delfin. No Hospital papai foi atendido pelo Dr. Sebastião Sagrado e a enfermeira se chamava Sebastiana. Muita coincidência, não?


Essa foto é da primeira vez que meus pais se falaram. Ele se sentou entre a prima dele e mamãe para tirar uma foto e mamãe se virou prá ele mandando ele tirar a mão de seu ombro :D
Vale dizer que na região tinha um fazendeiro riquíssimo que era apaixonado por mamãe e ela não queria nada com ele e dizia que era por causa do nome. Ele se chamava Sebastião. ai ai ai é o amor !

17 de jan de 2010

Um pai desesperado e uma twiteira fantasma

A Reyel do Aprendiz de Mim postou e eu amei tanto que trouxe pro Vida também. Gente, que soninho mais gostoso... aahh dei boas risadas aqui viu?


....

Há uns dois meses eu abri uma conta no twiter para o Artes da Luci, mas poucos dias depois eu cancelei. Já tenho coisa demais para fazer na net e se eu abrir conta em mais alguma coisa, decreto falência. Porém o mais engraçado é que vira mexe recebo email dizendo que alguém está me seguindo no twiter. Hoje cliquei no link da minha nova seguidora e não é que minha fotinha está lá entre as pessoas que ela segue?
Fui lá e tentei entrar e veio a mensagem de que precisaria reativar minha conta. Cliquei, reativei e aí apareceu "Something is technically wrong".
Well, sou um fantasma no twiter.

15 de jan de 2010

Por 15 dias o Rio de Janeiro sofreu com um calor desesperador. Para vocês terem idéia a sensação térmica era de 50 graus. Não, se você não mora aqui não vai conseguir imaginar isso. Ontem a noite desci para ir a padaria e quando cheguei na portaria despencou, sim, a palavra é essa mesmo, despencou um aguaceiro e minha primeira reação foi dizer: Louvado seja Deus!!! Não tínhamos chuva desde o Ano Novo quando a chuva que aqui caiu foi levada para Angra e fez todo aquele estrago. Meu segundo pensamento foi esse, pensar no estrago que ela faria pela cidade...Não, eu não voltei prá casa, eu fui prá debaixo daquela água e que sensação maravilhosa viu? Quanto tempo eu não tomava banho de chuva e aquela água me deu alegria e lavou até a alma.
Que bom não precisar dormir trancada com o ar refrigerado. Que bom acordar e não precisar ligar o ventilador de teto enquanto estou aqui escrevendo. Que bom sentir o ventinho fresco que entra pela janela. Fui logo buscar notícias sobre essa chuva para ver se coisas ruins aconteceram. Felizmente só alguns lugares alagados, falta de energia em alguns bairros, mas nenhuma notícia dolorida. Claro que ver casas cheis de água dá uma tristeza danada, mas nenhuma vida perdida.
Olha só a foto que encontrei na andança pelos sites de notícias:


Paris coberta de neve

Eu fiquei muito triste com a morte de D. Zilda Arns, e ainda estou. O mundo é muito carente de pessoas como ela, então quando umas delas se vai, o mundo fica um pouco órfão. O que conforta é saber que ela multiplicou sua bondade e solidariedade e existe muita gente fazendo seu trabalho por esse Brasilzão afora.
Existem muitos anjos por aí fazendo algo. Você não precisa salvar muitas vidas, salvar uma apenas já é um grande ato. E foi isso que fiquei pensando ontem ao assistir o filme O Contador de Histórias. É uma linda história de amor.


"Nascido nos anos 1970 em Belo Horizonte, Roberto era o caçula de uma família pobre com 10 filhos. Entregue à Febem (Fundação para o Bem-Estar do Menor) pela mãe, que acreditava que ele teria um futuro melhor ali dentro, acabou tornando-se um fugitivo da instituição. Mas que sobreviveu ao abandono e à violência e, por causa da intervenção de uma pedagoga francesa, Marguerite Duvas (vivida pela atriz Maria de Medeiros), conseguiu estudar e tornar-se, anos depois, um famoso contador de histórias, conhecido internacionalmente."

Vale a pena assistir, viu? Ah e quando terminar não desliga logo não pois entre os créditos você vai assistir o Roberto contando histórias nos dias de hoje. E não é que dá vontade de sentar lá e ficar escutando???
Bem, já são 9:15h, Lucizinha está aqui ainda de camisolinha e tem 55 cofrinhos olhando para ela esperando para serem envernizados... então vou lá! Um ótimo final de semana para vocês :)

13 de jan de 2010

12 de jan de 2010

Bodas de Prata e a Infoburra

Domingo fui à missa e almoço pelas Bodas de Prata de um casal amigo e querido: Tico e Táta (como Camila os chamava quando pequenina e que pegou). Esse ano. um outro casal amigodemaisdaconta e do qual sou madrinha de casamento, fará Bodas de Prata. Isso me levou a pensar...
Vocês já notaram como diminuiu esse tipo de comemoração? E olhando assim por alto acho que ficará cada vez mais rara. Os que agora completam 25 anos de casados são os da minha geração. Nas gerações seguintes foi aumentando o número de separações bem antes disso. Aliás, em 25 anos ,muitos conseguiram casar duas, tres e até mais vezes.
Numa conversa sobre isso comentei que antigamente, época de mamãe e papai e antes disso, os casamentos duravam mais por conta que as mulheres não podiam se separar. A grande maioria não tinha uma profissão, a sociedade não via isso com bons olhos, aliás, olhos bem ruins, e os casamentos eram arrastados. As mulheres eram "obrigadas" a aceitar e engolir tudinho por mais infelizes que fossem. Com o tempo as coisas foram mudando. Porém atualmente não é só o fato de terem condições de se separar quando quiserem que fez aumentar o número de separações, mas vejo as pessoas se casarem sem muita responsabilidade.
Antes nós namorávamos até encontrar Aquela pessoa. Havia um tempo para se conhecer. Hoje a cada pessoa, já vivem um meio casamento. Na primeira paixão já está se casando ou juntando os trapinhos. Outro dia conheci uma pessoa que vai se casar e só conhece a pessoa há 3 meses. Também observo o medo de ficar sozinha que muitas mulheres têm e por isso acabam entrando numa relação que tem poucas chances de dar certo.
Bem, são só opiniões porque eu não sou a pessoa ideal para falar disso, afinal me casei duas vezes e cada um durou 1 ano (caiu da cadeira? levanta que eu espero). Mas tenho visto muita gente brincando de casar.
Veja bem, não estou dizendo que é todo mundo, sei que tem muitos casais responsáveis e felizes e fico muito feliz com isso porque acho família uma coisa linda e importante. Conheço diversos e sei que não foi fácil chegarem onde chegaram. Na minha opinião casamento não dá certo simplesmente, é necessário que façamos nosso dever de casa, vencer as dificuldades que surgem no dia-a-dia. Casamento se faz dar certo, mas muitos desistem na primeira pedra que surge.
......
Mudando de cabo prá rabo, estou muito orgulhosa de mim \o/\o/ Não sei se já contei prá vocês, mas me considero uma infoburra. A minha relação com esse mundo é bem complicada. Coisinhas básicas que a maioria faz com o pé nas costas, eu peno... me irrito... me descabelo... desisto! Se eu contar umas historinhas prá vocês, não vão acreditar. Claro que já tentei colocar um template mais alegrinho aqui, aliás, tentei diversas vezes, mas nem preciso dizer que não eu certo. né?
Nesse final de semana eu juntei toda a minha paciência, que é pouca, e decidi que eu ía conseguir colocar umas coisinhas aqui. Depois de muuuito trabalho, tentativa e erro, consegui! Aí do lado direiro, agora tem Top Comentarista (que ainda não entendi como ele contou isso porque não é assim como está mostrando, mas tudo bem, deve ter partido de um ponto que eu não sei qual é e nem vou tentar descobrir), tem um novo contador de visitas e até contador de comentários e artigos. Estou delirante de orgulho da minha pessoa.
.......
As pessoas que entraram no link do blog onde tem as séries de TV que eu postei no post anterior e quiser baixar outras coisas que não seja dalva e herivelto e não tem esperiência, eu quero dizer uma coisinha: as vezes quando você clicar no episódio da série vai abrir uma página pedindo para vc cadastrar seu celular para poder fazer o ddownload. Não precisa!!! Vai direto lá embaixo e clica na caixinha escrito download. As vezes é necessário fazer isso 2, 3 vezes, mas abre o link sem que vc precise cadastrar nada, viu? Estou falando isso porque eu deixava de baixar pq não queria cadastrar meu fone e irmão me ensinou isso.
Agora vou ali tomar uma limonada geladinha que o calor tá bravo.

8 de jan de 2010

Haja coração


Quando eu tinha 8 anos, minha mãe saiu da fábrica que trabalhava e começou a costurar em casa. Ela adorava cantar e o fazia quase todo o tempo. Todos seus irmãos tocavam violão, aprenderam de ouvido, e quando jovens sempre faziam serestas e serenatas. Todas as festas em família era mesmo uma festa, pois alguém sempre pegava o violão e começava a cantoria. Assim sendo, fui criada ouvindo todas as músicas antigas que a maioria da minha geração só foi conhecer parte delas quando começaram a ser regravadas.

A minha intimidade com cada música que foi cantada na minissérie Dalva e Herivelto fez brotar muitas lembranças e saudades. Ouvi minha mãe cantando cada uma daquelas músicas dentro do meu coração. Para cpmpletar, Bandeira Branca me levou aos meus carnavais da adolescência que eu passei na cidade onde nasci. Haja coração!!!!

Mais uma minissérie para ficar na história :)

atualizando o ano


Já terminou a primeira semana útil do ano e não sei porque mas estou achando que esse ano vai correr ainda mais que o ano passado. No meu período de recesso consegui fazer quase toda a arrumação que queria aqui em casa, só faltou a área de serviço e toda vez que vou lá tento olhar só para o tanque e a máquina de lavar. Não entendeu né? Explico. Tenho um bom armário de alvenaria e ele fica de frente para o banheirinho que tem lá. Tanto o armário quanto o banheiro e o curto caminho entre eles está lotado com minhas quinquilharias para serem usadas em e para minhas artes. São latas, vidros, caixas de papelão (principalmente para colocar encomendas nos correios), embalagens plásticas de sorvete e tudo o mais que eu acho pode ser útil. Com toda a correria nos ultimos meses, fui "colocando" lá prá organizar depois e esse depois ainda não chegou.
Passei meu Ano Novo em casa, sozinha, como nos últimos dois anos. É que minha turma vai para Rio das Ostras e eu prefiro ficar aqui no meu sossego, conforto e rotina diferente da deles. Engraçado que isso de ficar aqui sozinha preocupa as pessoas. Tento explicar que estar só não é ser solitária. Eu não tenho nenhum problema em ficar sozinha e ainda bem, né? pois moro sozinha e trabalho em casa, já pensou como seria? Bem neurótico. Enfim, passei aqui em casa, bem tranquila e foi muito bom.
Primeiro dia útil, como vocês já sabem fui ao Saara comprar material para meu trabalho. Passei 2 semanas fazendo a listinha para não esquecer de nada. Foram 6h de compras. Se tivesse alguém comigo não teria dado no táxi, de tanta coisa. Minha sorte é que a turma de uma loja é muito legal comigo e quando eu já estava com muito peso deixava as coisas lá e partia para novas compras. Essa loja é onde eu compro minhas caixinhas, e só delas e cofrinhos foram 320, e ela também fica perto do ponto de táxi. Gente, as 15h marcava 43 graus... eu estava mesmo no saara.... O bom é que não preciso voltar lá tão cedo, já tenho material para as encomendas dos próximos 3 meses e das coisinhas novas que quero fazer. Aahh e entre essas encomendas tem uma muuuito importante que são as lembrancinhas para os 15 anos da Camila, que será em março.
Compras feitas, voltamos ao trabalho. Essa semana dei base em muitas peças (mdf precisa de uma base de tinta antes de ser lixada), fiz as canecas e coraçõezinhos das ganhadoras das promoções dos blogs (meninas, vou colocar hoje nos correios) e pasmem!!!!!! Fiz 3 dos presentes de Natal que quero dar. É isso mesmo!!!! Só agora estou fazendo meus presentes de Natal. Depois que tirar fotos coloco aqui prá vocês verem.
Hoje, sexta-feira, 8:22h, estou aqui escrevendo prá vocês enquanto tomo meu café e reuno minhas forças e coragem para o trabalho do dia. Vou passar essa sexta lixando peças, a pior parte do meu trabalho aff, mas necessário.

Um ótimo final de semana prá vocês!!! Muita paz e alegrias!




Pergunta que não quer calar: Não aparece ninguém prá dar uma sapatada naquele Arruda em suas entrevistas?

6 de jan de 2010

Dia de Reis

Hoje é dia de guardar todos os enfeites de Natal. Hoje seria o dia certo de dar presentes, já que os Reis magos (astrólogos) levaram presentes para o Menino Jesus. Como eu não posso mandar um para cada um de vocês, deixo aqui uma mensagem como presente nesse dia.
atualização: não sei o que está acontecendo, mas as últimas imagens que tenho postado não estão abrindo quando se clica nelas. Se quiser salvar ou ler com mais facilicidade, clique aqui


Que tal mandar uma mensagem para quem está longe e dar um abraço bem gostoso em quem está perto como um presente/carinho pela data de hoje?

5 de jan de 2010

Doar

Se você não gosta de posts longos vá para o próximo que está na sua lista e que foi atualizado porque a conversa aqui é longa.
No início da noite a chuva voltou na cidade do Rio de Janeiro. Veio igualzinha da última vez, mas felizmente ao invés de durar 24h durou apenas 1h. Foi forte, sem piedade.
Quando ela começou meu coração ficou pequenininho e eu comecei a rezar. Pedi a Deus por aqueles que poderiam ser atingidos por ela. Estamos vendo as reportagens sobre o que aconteceu em Angra porque foi a pior parte, mas aquela chuva matou pessoas em diversos lugares, como em alguns bairros perto do que eu moro. Duas aqui, duas ali... foram mais de 80 em todo o Estado.
Sei que muita gente não gosta de assistir as reportagens e algumas até acham que não deviam mostrar tanto, mas eu assisto a todas. Eu sinto que nos 15 ou 30 min do meu dia que eu ouço os depoimentos e olho para a dor daquelas pessoas, me conecto com elas e passo minha solidariedade. Se não bastasse mais nada serve para eu dar mais valor ainda a minha vida e ao que eu tenho, ver que qualquer problema meu é nada perto daquilo.
Ninguém vai parar de viver porque isso acontece. Ninguém vai pensar nisso 24h por dia. Mas não podemos deixar de ver a dor do outro para que nossa sensibilidade não se perca. Sim, me dói e chorei com muitos deles. Como sou feliz por poder chorar a dor do outro.
Durante todo o ano vimos as águas fazendo estragos por todo o país. Sim, eu sei que todo ano nessa época temos problemas desse tipo, pessoas perdendo tudo que têm na véspera do Natal. Porém 2009 foi pior. As coisas estão piorando a cada ano. É muito claro que muita gente não acredita no aquecimento global. Muita gente acredita mas não assimilou isso como uma realidade de hoje. Muita gente espera que os governos resolvam isso. Muita gente acha que qualquer coisa que faça para cooperar para melhorar isso não vai fazer diferença. E assim vamos.... Já podemos ver o estrago sendo feito em diversos lugares. Aliás sabemos do aquecimento global, da camada de ozônio, da possível falta de água potável etc etc etc e aí vem a pergunta que acredito cada pessoa deve se fazer: o que eu estou fazendo para cuidar do planeta onde vivo e onde viverão, meus filhos, sobrinhos, netos...
" Deus perdoa sempre, o homem as vezes, a natureza nunca"
Do fundo do meu coração? Eu acho que o planeta terá um futuro bem negro e isso me deixa bem triste. Eu e você não estaremos mais aqui, mas é certo não se preocupar com isso como ouço algumas pessoas falarem?
São pequenos atos que se juntam que fazem grandes atos e que podem fazer a diferença. Lemos tantas coisas simples que podemos fazer para contribuir, mas estamos fazendo? E se você já faz, está passando isso para outros? Tudo na vida é hábito! Eu tenho, já há algum tempo, tentado mudar algumas coisas no meu dia-a-dia e já consegui algumas vitórias. Sei que aos olhos de muitos pode parecer muito pequeno, mas se todo mundo pensar assim e não fizer.....
Vamos a algumas coisinhas que você pode fazer:
- Você ainda recebe suas faturas de cartão de crédito pelos Correios? Então corre lá no site e muda para recebê-lo por e-mail. Ah mas não adianta se ao receber você imprimir em casa, né? Salve em um arquivo no seu pc. Mas se você é daqueles que precisa ter o papel na mão, pelo menos use papel reciclado.
- Você já lembra de fechar a torneira enquanto escova os dentes? Aêêêê eu também já incorporei esse hábito. Agora eu coloquei um copo na pia do banheiro, pois quando você vai enxaguar a boca também perde muita água, então se você usar um copo para isso vai economizar muuita água.
- Você tem plantinhas em casa? E elas dão muitas mudas? Pois então, observei que tenho plantas cheias de muda e pretendo fazer vasinhos com elas e dar de presente. Oxigênio distribuído :)
- Conversei com o síndico do meu prédio e coloquei na portaria uma caixa para que os moradores depositassem pilhas e baterias usadas. Ele acho que não ía adiantar nada. Fiz um papelzinho e foi dado a cada apartamento. Vocês nem imaginam quantas pilhas tenho recolhido na caixinha, pois muita gente não sabe o que fazer com elas. O que eu faço com elas? O banco Real tem o Papa-Pilhas, recolhem e reciclam. É só levar em qualquer agência.
- Um hábito que estou tentando incorporar, eu li outro dia num site. Quando for lavar a louça, primeiro ensaboe todas e coloque de lado. Lave sua pia e coloque toda a louça dentro dela. Quando começar a enxaguar, a água que cai sobre as demais já tirma o grosso do sabão e com isso você gasta menos água.
- Como no meu bairro não tem coleta seletiva de lixo, eu procuro separar aqui em casa e já colocar separado em saquinhos para que quem foi catar no lixo, e sabemos que catam, já encontrem separado e limpo.
- Aaah os saquinhos!!! É bom colocar o lixo neles né? Tá certo que há lei que o comércio terá que acabar com eles, mas enquanto isso não acontece, compre sacos para seu lixo, isso não tem preço.
Se não tem ecobag, leve saquinho na bolsa para usar. Ontem no saara as pessoas das lojas me olhavam meio que espantados porque não aceitei sacos de nenhuma delas, levei diversos de casa, de todos os tamanhos.
- E o óleo de cozinha usado? Você ainda joga na pia ou no tanque ou no vaso sanitário? Não não faça isso. Jogue no lixo dentro de garrafa pet. Porém antes disso dá uma pesquisada se perto de você tem algum lugar que recolha para fazer sabão. Você cuida da natureza, do esgoto a cidade e ainda ajuda alguém a ganhar um dim dim.
- Quando vai fazer compras você olha se o produto é biodegradável?
- Você evita usar produtos descartáveis? Tá, eu sei que é muito mais fácil, mas o preço é alto...
- Quando trocar a bateria do seu carro, deixe a velha numa autorizada, pois 95% dos seus componentes podem ser reciclados.
- Aqui em casa só fica ligado na tomada o que não dá prá ser diferente. Tiro da tomada máquina de lavar, microondas, cafeteira, até a caixinha da net eu desplugo. Stand by gasta energia....
Ah tem tantas coisas,não é mesmo?.... Conta prá mim o que você tem feito para que eu também faça :)
E já que estou falando em doação, sim por que tudo isso é uma doação, doação para vida futura, vou falar de outras duas.
Os telejornais têm mostrado que o estoque de sangue nos hemocentros, está baixo. Entre Natal e Carnaval aumenta o número de pessoas que precisam de transfusão e cai o número de doação. Você só pode doar de 3 em 3 meses. Então, tira uma tempinho e dá um pulinho no hemocentro da sua cidade e doe vida, doe sangue. Você vai ver como vai se sentir bem fazendo isso. Ah e você pode aproveitar que está lá e se cadastra no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME). Pensa só como é melhor doar do que precisar de doação.
"Doar é um ato de amor"
Mas em tudo isso que você pode fazer por seu próximo, por seu planeta, por aqueles que você nem conhece, existe algo que é fundamental: educar, ensinar! Ensine tudo isso para as crianças que estão ao seu redor e com certeza você estará contribuindo para um mundo melhor.
PS. Já que o assunto é doar, dá uma procurada se você tem como ajudar as famílias que perderam tudo. tem muita gente precisando em diversos estados. Se não encontrar nada procure a Defesa Civil do seu Estado. No Rio de Janeiro são mais de 3.000 desabrigados.
Você notou quanta coisa pode fazer pelo outro, doar, sem precisar gastar nem um tostão???

Dalva e Herivelto

Se tem uma coisa que adoro e espero ansiosa por cada uma, é minissérie da Globo. Ontem mais uma vez fiquei apaixonada pelo que assisti. Dalva e Herivelto, já no primeiro capítulo deu um show, tudo perfeito. Esses dois lindões dando um show de interpretação, como sempre. Sou fã de carteirinha de Fabio Assunção e Adriana Esteves.


Figurinos, cenários, caracterizações, tudo de primeira. Só de saber que por trás tem Denis Carvalho na direção e é escrita por Maria Adelaide Amaral já se espera algo do qual dificilmente nos arrependeremos de assistir. Ouvir a voz de Dalva de Oliveira foi fantástico e trouxe muita saudade. E fiquei imaginando como meus pais teriam adorado assistir.
Não assistiu e quer dar uma olhada? Clica e assista aos vídeos aqui.

4 de jan de 2010

Presentinho

Hoje o ano começa prá valer, né mesmo? E eu tou aqui prontinha prá ir ao Saara (equivale a 25 de março em são paulo) comprar material e ver as novidades. Mas antes de sair vim aqui deixar um presentinho prá você que acompanha o Vida. É algo simples, mas feito de coração e espero que você goste!


Você pode imprimir no tamanho que quiser (abra no word e mexa no tamanho) e colocar na porta da geladeira, no quadro de avisos ou onde achar melhor. Clica na imagem antes de salvar! Se você quiser, pode presentear seus amigos com ele, viu?
Um ótimo dia procê!!!

1 de jan de 2010

paz


"Não existe um caminho para a paz; a paz é o caminho. (Mahatma Gandhi)"
Branco, Ano Novo e seu primeiro dia é justamente o dia da paz. Então que essa seja a nossa primeira meta. Não, não pense logo na paz mundial, mas pense primeiro na sua paz interior, pois tendo isso, fica mais fácil promover a paz ao seu redor. Sim, porque muita gente fala na paz mundial mas não tem paz dentro de si, não faz nada para que haja paz na sua família, para promover a paz no seu local de trabalho.
Então que em 2010 todos nós possamos encontrar a paz dentro de nós e contribuir para que exista mais paz nos ambientes onde vivemos, entre nossa família, nossos amigos e com isso formar uma corrente maior.
Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor,
Onde houver ofensa , que eu leve o perdão,
Onde houver discórdia, que eu leve a união,
Onde houver dúvida, que eu leve a fé,
Onde houver erro, que eu leve a verdade,
Onde houver desespero, que eu leve a esperança,
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria,
Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Ó Mestre, fazei que eu procure mais
consolar que ser consolado;
compreender que ser compreendido,
amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe
é perdoando que se é perdoado
e é morrendo que se nasce para a vida eterna...