28 de ago de 2010

Já contei que adoro acompanhar certas séries e que atualmente aproveito para baixar na net aquelas que nãopude acompanhar desde o início. Um exemplo disso é que acabei de assistir as 11 temporadas de Law & Oreder SVU. Antes dela assisti as 8 temporadas de Monk, que ameiii. Até as que acompanho atualmente, baixo na net porque assim posso assistir na hora que quero sem o compromisso do dia e horário que passa na tv.
O que tem de ruim em acompanhar as séries? O período entre uma temporada e outra. Tenho crise de abstinência hehehe Você também tem? Então quando é daquelas que o último episódio deixa algo no ar, fico doidinha para saber a continuação.
Porém acredito que a pior coisa para quem acompanha uma série é quando nesse período pós temporada, lê a notícia de que a série foi cancelada. Acho isso uma falta de respeito com o público que acompanha. Li que Cold Case e Ghost Wisperer foram canceladas. E aí? Como ficam as situações que esperávamos ver resolvidas? Cadê as respostas para as perguntas que carregamos? Me pergunto se já não sabiam que íam parar antes da temporada terminar. Por que não escrever um final? Mesmo que decidam terminá-las após o fim da temporada, por que não fazer um episódio dando final a série?

Mas voltando a falar desse período entre uma temporada e outra, para não ficar no vácuo fui em busca de novas séries, que foi o caso de assistir Law & Order SVU. Porém também comecei a assistir séries que ainda não estão passando aqui e a minisséries que passaram só lá fora. Vou partilhar com vocês, quem sabe alguém vai ter vontade de assistir não é?

Das séries estou acompanhando:



"Se querem se deliciar, se acalmarem depois de um dia estressante, acompanhem a nova excelente minissérie de época, Lark Rise to Candleford. A riqueza dos cenários, dos figurinos e a performance dos atores nos leva à linda região rural de Oxfordshire nos idos de 1850, onde acompanharemos romances, dramas, intrigas, luta de classes entre o pobre vilarejo de Lark Rise e a próspera cidade de Candleford.
O tema central é o desabrochar da jovem Laura, moça pobre de Lark Rise, cujo núcleo se encarrega de nos divertir muito a cada episódio, que começa a trabalhar no correio de Candleford.
Adorável é o adjetivo que mais se encaixa à essa produção caprichada da BBC, que agradará a todos que valorizam histórias encantadoras e bem cuidadas."


"A história gira em torno de Christina Hawthorne que trabalha no Charlotte Mercy Hospital na Carolina do Norte. Sendo mãe solteira e trabalhando em um Hospital, Nancy sempre coloca os problemas de terceiros acima dos seus."



                                              
“FLASHPOINT” é um drama que mostra a jornada emocional de um grupo de policiais da SRU (inspirado na força de elite de emergência de Toronto, no Canadá), que arriscam suas vidas numa força especial de emergência.
Esta unidade única resgata reféns, prende criminosos, desarma bombas, escala prédios e negocia com suicidas. Membros de uma equipe de alto nível, eles também são treinados para negociar, traçar o perfil dos criminosos e entrar na mente dos suspeitos para solucionar rapidamente as situações mais complicadas e salvar vidas.
 
Um grupo de 5 recém formados policiais cai de cara nas ruas da cidade e descobrem que nem a melhor preparação os deixa prontos para enfrentarem os problemas que terão no dia-a-dia. Além disso, a série promete explorar os dramas pessoas de cada personagem.
Essas são as que estou acompanhando, mas tem muito mais por lá, é só dar uma passeada pelo blog e encontrar algo que lhe agrade.  VM Séries


As minisséries que assisti ou ainda estou assistindo.



Apparitions conta a história de Padre Jacob, um padre exorcista que se vê a caminho de se tornar o Exorcista- Chefe. Mas isso não é o que as forças lá de baixo querem, elas o temem! Em Apparitions o assunto principal é exorcismo e, em segundo plano, a batalha do bem contra o mal.
Eu amei essa minissérie, a forma como o assunto é abordado, mostrando coisas da Igreja que a maioria das pessoas desconhecem, nos lembrando que o Mal existe e está por aí tentando fazer seu trabalho, nas pequenas coisas... Mesmo quem não é cristão, acho qu e vai gostar muito. São 6 capítulos.



Minissérie em 2 episódios, remake da história de “Ben-Hur”, personagem que surgiu na literatura americana criado por Lew Wallace.
Trata-se de um príncipe hebreu que viveu na época de Jesus Cristo, tendo como amigo, e depois inimigo o militar romano Messala, com quem trava uma luta de poder. BEN HUR do mesmo diretor de (The Tudors, Deadwood, Rome) é um drama angustiante, cheio de ação sobre a luta entre o Império Romano e sua rebelde conquista de Judéia.
Confesso que baixei mas que não tive coragem, ainda, de assistir. Acontece que eu sou apaixonada pelo filme Ben-Hur e receio pelo qu evou encontrar. Porém como prima virá aqui passar o feriado, vou pegá-la como companhia nessa aventura.



Filmada na Hungria e na Áustria, a história é situada na Inglaterra do Século 12. O livro narra as tramas políticas, religiosas e as guerras que surgiram com a construção da primeira igreja gótica do Reino Unido, a Kingsbridge Cathedral, ao longo de 40 anos. A Catedral não existe de fato, ela foi criada pelo autor Ken Follet que publicou o livro em 1989, tornado-se em um best-seller de 14 milhões de cópias vendidas.
São 8 episódios e como ainda está passando, você encontra os 6 primeiros. Os próximos serão publicados nas duas próximas semanas. Para quem gosta de tipo de estória, vai amar!!!! É show!



Entre de cabeça na escuridão da secreta história dos Cavaleiros Templares e da ultima viagem fatídica do ultimo Cavaleiro Templar! Acompanhe a arqueologista Tess Chaykin (Mira Sorvino) e o agente do FBI Sean Danley (Scott Foley) em uma perigosa aventura por cemitérios e esgotos de Manhanttan, através de continentes, dos terrenos desolados da Turquia, e finalmente, em uma violenta tempestade no mar Mediterrâneo, que se encerra como náufragos em uma remota ilha Grega e assim dentro do coração de uma grande segredo escondido pelo Vaticano. The Last Templar é uma minisérie com quatro horas de duração, foi exibida nos EUA em duas partes nos dias 25 e 26 de janeiro de 2009 pelo canal NBC. The Last Templar é baseada no livro homônimo do escritor Raymond Khoury lançado em 2005
Acabei de baixar e vou assistir nesse final de semana. São dois capítulos. Ah e eu ganhei o livro!!

Bem, espero que alguém aproveite o post!

Um ótimo final de semana!!!

13 de ago de 2010

antes tarde do que nunca

Quando eu era adolescente (iiihhhhh) a única calça jeans que existia era a calça Lee americana. Que podia comprar tinha que fazer pences pois ela era feita para mulheres sem cintura, totalmente reta. Com o tempo o jeans passou a ser popular, mas infelizmente acompanhando moda. A pior delas para mim e a atual de cintura baixa. Nós que não temos o corpinho magro que exigem, ficamos sem opção. Se usá-las é para ficar a barriguinha pendurada, os pneuzinhos a mostra. Porém há um problema maior ainda na moda, a maioria das calças são feitas para gente magrinha e sem bunda.Eu era apaixonada por aquelas saias jeans e nunca pude usar justamente porque sempre foi feita para desbundadas.
Mulher brasileira sempre teve formas e esquecem disso. Eu sempre tive cintura e bunda grande, mesmo cheia de gostosura gordinha, eu tenho cintura. E haja dificuldade para comprar roupas. Sim porque a moda é para gente magra. As lojas para gordinhas têm roupas para velhas de antigamente, pois nem as velhas de hoje querem usar aquilo. O que os empresários desse país estão esperando para ganhar muito dinheiro popularizando moda para gordinhas?
Voltando ao jeans, acabei de ler uma reportagem para comemorar, afinal, antes tarde do que nunca.

A Lewi's está lançando em setembro calças para 3 tipos de corpo. Vamos encontrar o mesmomodelo de calça para 3 bundas/quadris diferentes. Uffaaaaa Até que enfim alguém entendeu isso.

Reportagem completa aqui !!

Hoje é sexta-feira 13 !!!!! Meu dia preferido, pois nasci numa sexta-feira 13. Já pensou se eu fosse superticiosa?

Um ótimo dia!!!

10 de ago de 2010

Não sei se passou no Jornal Nacional, pois não prestei muita atenção, mas eu assisti uma reportagem no RJ TV que me deixou pensativa em como as coisas estão acontecendo hoje em dia. Um menino de 16 anos entrou no ônibus e esbarrou numa senhora que estava com uma criança no colo. Um homem que não tinha nada com isso começou a discutir com o menino. Quando a discussão parou, o homem fez uma ligação telefônica e alguns pontos adiante um segundo homem entrou no ônibus e matou o menino com dois tiros. Encomendar crime agora é vapt vupt. Qualquer desentimento hoje pode terminar em morte. Simples assim...

Porém no Jornal Nacional uma coisa me chamou a atenção: a candidata a Presidência da República. Nem vou entrar no mérito da entrevista porque é perda de tempo e pelo jeito já está eleita aff Lula continuará no poder, ou alguém tem dúvida de que é ele que continuará mandando? Não, eu vou comentar só uma coisinha sobre a entrevista: A senhora disse que o governo Lulla quando assumiu pegou a inflação descontrolada. Será que esqueceram que o Governo FHC fez o que outros tentaram e não conseguiram? Mas enfim... Nunca antes nesse país.... Mas o que me assustou foi a aparência da candidata (observaram que nem escrevo o nome dela?). Ah o milagre da plástica.

Que coisa hem?

E essa outra senhora? Reconhece?
Será que ainda dá prá esticar mais e colocar mais botox?
A primeira dama mais inútil que esse país já teve. Saudades de Ruth Cardoso.

Um bom dia procês!!!


8 de ago de 2010

Esse mes fará 4 anos que meu pai faleceu. Lendo isso você deve imaginar que hoje é um dia de saudade para mim, mas não é. Hoje muita gente está declarando seu amor por seus pais, mas eu não, ao contrário, só consegui conviver melhor com meu pai a partir do dia que eu consegui assumir que eu não amava meu pai. Isso não foi fácil, sempre me fez sofrer, mas a partir daí eu parei com um conflito que existia dentro de mim, de querer ter algo que no fundo sabia que nunca teria.
Nós tivemos uma convivência muito difícil e eu considero que não tive pai, ou pelo menos não o que eu considerava que deveria ser um pai. Durante toda minha vida senti muita falta dessa figura e sempre invejei as minhas amigas que tinham isso.
Meu pai foi um bom homem. Todos gostavam muito dele e ele era amigo e bom para todos, menos para a família dele. Meu pai era uma pessoa egoísta e daquelas que gostam de ser infeliz. Por mais motivos que tivesse para ser feliz ele sempre encontrava um motivo para ser infeliz. E isso contaminava...
Para vocês terem idéia, ele sempre conseguia estragar qualquer festa aqui em casa. Quando ele via todos nós felizes e animados ele arrumava um jeito de acabar com isso. Enquanto ele não fazia um chorar e aborrecer todos, não sossegava. Aí ele ficava feliz e animado. É essa a lembrança que tenho de muitos aniversários, natais...
Não queria que tivesse sido assim. Até hoje isso me machuca. Não consigo ver reportagens com pais e filhos sem que me emocione e meu coração doa.
É engraçado como certas coisas acontecem, como a vida, como Deus conduz certos acontecimentos. Eu disse diversas vezes que quando ele morresse eu não iria ao enterro porque não era hipócrita, pois a morte dele me traria paz, já que era a pessoa que mais me magoava e me fazia sofrer. Pois quando ele morreu, fazia pouco mais de um mes que minha mãe tinha morrido e meu irmão estava em Brasília, tinha operado a coluna 1 dia antes. Quem teve que cuidar do enterro? Eu!
Queria muito que tudo tivesse sido diferente. Queria muito não sentir o que sinto. Queria muito ter saudades dele.
Homens que estão aqui lendo meu desabafo, se tiverem filhos, sejam pais de verdade, não tenham filhos apenas.

Parabéns aos pais que são pais de verdade e principalmente as mães que também são pais, como a minha mãe foi. E nos dias de hoje tem muita mãe/pai, assim como já encontramos pais que também são mães.

Que Deus abençoe a todos!

7 de ago de 2010

Um gigante adormecido na Baía de Guanabara

Quando se fala de Rio de Janeiro, todo mundo lembra das praias, Pão de Açúcar, Corcovado. Porém a cidade do Rio de Janeiro é muito mais que isso e muitas coisas nem mesmo os cariocas sabem que existem.

Você sabia que temos um gigante adormecido?


cabeça


da esquerda para direita o gigante... cabeça até os pés.

O perfil completo pode ser visto da Ilha Rasa e tem mais ou menos 20 km de comprimento onde se localizam sete bairros litorâneos do Rio de Janeiro: Barra da Tijuca, São Conrado, Leblon, Ipanema, Copacabana, Botafogo e Urca.
A Cabeça é formada pela Pedra da Gávea e os pés pelo Pão de Açúcar. O corpo pela Pedra Bonita, Corcovado, Morro Dois Irmãos e Lagoa Rodrigo de Freitas.

Pedra da Gávea
Ela é cercada de muitos mistérios e lendas

"O que não falta à Pedra da Gávea são lendas e mistérios. A começar pela estranha forma e rosto enigmático. Existem histórias para todos os gostos; portal para outra dimensão, base de discos voadores, esfinge fenícia, túmulo de reis. Algumas partes realmente despertam mais perguntas do que respostas. Uma dessas partes são as inscrições fenícias que existem no topo, e estão escritas assim: LAABHTEJ BAR RIZDAB NAISINEOF RUZT - Lidas de trás para a frente: TZUR FOENISIAN BADZIR RAB JETHBAAL - Tiro, Fenícia, Badezir primogênito de Jetbaal. Outros pontos são o próprio rosto da esfinge e o portal, este no lado que dá para a Barra da Tijuca. Também existem sítios arqueológicos, como caminhos de pedras e senzalas do tempo colonial.
Outro fator que aumenta ainda mais os mistérios sobre a Pedra da Gávea, é pelo fato da existência de um portal situado quase no topo da Pedra da Gávea, que é vista apenas do lado da Barra da Tijuca. Obviamente, muitos devem admitir que ali deve ser a entrada que dá o acesso ao túmulo do Rei fenício Badezir que ali foi sepultado, juntamente com suas jóias e ouro (essa lenda foi a base do filme Roberto Carlos e o Diamante Cor-de-Rosa, que traz muitas imagens da Pedra da Gávea). Em 1989 as lendas inspiraram o filme Os Trapalhões na Terra dos Monstros, que gira em torno do resgate de Angélica, a filha de um rico proprietário de uma indústria de papel. A garota foge e vai parar em uma caverna que esconde um mundo cheio de monstros, localizada no interior da Pedra da Gávea.
Também há relatos de que no ouvido da esfinge há uma passagem secreta e esta caverna atravessa de uma ponta a outra. Houve também testemunhos de que a Pedra da Gávea tem sido por muitas vezes, plataformas de pouso de naves alienígenas, o que tem atraído atenção de ufólogos. A Pedra da Gávea está na lista dos treze lugares misteriosos, qual desta lista , incluem-se o Stonehenge, situado no Reino Unido, a Pirâmide de Gizé, no Egito e o Triângulo das Bermudas."
fonte: wikipedia.org



Pedra Bonita

Vista do Alto

Asa Delta pulando da Pedra Bonita


Morro Dois Irmãos
 
Gostaram de conhecer um pouquinho mais da cidade do Rio de Janeiro?
 
Um ótimo final de semana!  :)

5 de ago de 2010

O cenário é pós-apocalíptco e nele caminha Eli que há 30 anos guarda um livro que pode ser a salvação da humanidade e tem como missão levá-lo a um determinado lugar.


O Livro de Eli.

Há alguns atores que assisto tudo que fazem, simplesmente por eles estarem no filme e raramente me arrependo. Um deles é Denzel Washington. Como sempre, fantástico em O Livro de Eli.
Um filme como eu adoro, que consegue surpreender. Com certeza no final você vai querer voltar para conferir a grande surpresa final.

Também vale muito a pena prestar atenção em coisas que são ditas no decorrer do filme, parar e pensar um pouquinho. São aquelas coisinhas que achamos batidas, mas de extrema importância.



Falando em Denzel, o último filme que tinha assitido com ele é O Sequestro do Metro 1 2 3 , onde ele e John Travolta dão um show. Bom demais!!!


ótimo final de semana e bons filmes!



Nossos sentimentos, nossas visões das coisas, nós, simplesmente, é uma caixinha de surpresa. Quando acho que já me entendo, que entendo o mecanismo que existe em mim, pluft! me surpreendo e fico sem entender.

Há pouco tempo me chateei com algumas coisas, tive atitudes que depois me desagradaram e resolvi acabar com o blog. Poucos dias depois eu sofria de abstinência de escrever nele. Tanta coisa passava pela minha cabeça e meu coração... e eu só queria vir aqui escrever, mas ficava sem jeito pois poucos dias antes eu escrevi que o Vida havia chegado ao fim. Besteira, eu sei! Enfrentei tudo em mim e voltei a escrever procurando não me preocupar, mas... a vontade foi embora. Coisa estranha...
Quantos dias parei aqui e não conseguia escrever e não sabia o porquê, embora soubesse sobre o que queria escrever. Vocês já se sentiram assim?

Em compensação no Postando sobre Artes eu adoro escrever, nenhum bloqueio. Pensei nisso porque acabei de postar lá falando sobre um assunto que normalmente eu postaria aqui. Aliás tenho falado de algumas coisas minhas por lá, não sei porquê....

Tenho procurado respeitar isso em mim e só fazer aquilo que brota naturalmente. Não sou mais nenhuma criança e tive uma vida muito privada de fazer o que realmente queria. Depois tive uma fase complicada e por opção a vivi plenamente abrindo mão de mim. Hoje, depois de tantas coisas, me permito ser o que sinto, mesmo que as vezes não entenda ou não me entendam. No fundo, no fundo, só quero ser feliz, mais nada. E seja com o que for que me faça feliz, do mais simples e banal ao mais ... Quero me permitir.

Tou meio filosófica, né? :D

2 de ago de 2010

Depois de assistir, na corrida anterior, o Massa ter que deixar o Alonso passar (ainda bem que ele o fez de forma bem clara prá todo mundo entender), ontem lavei a alma com o Rubinho (sim, eu gosto e muito dele) ultrapassando aquele alemão que prefiro nem escrever o nome.

"Tenho bastante experiência e, geralmente, com um cara louco como esse, eu iria diminuir, mas não hoje. Absolutamente não. Eu acho que foi uma das manobras mais bonitas que já fiz e uma das mais horrorosas dele. No fim do dia, nós não precisávamos disso. Parar por três anos para voltar e fazer algo assim... Não precisamos disso. Acho que não foi justo uma maneira legal de reviver um duelo. Falei sempre do passado, fiz o que fiz, me arrependo, mas hoje não faço mais. Schumacher não me passa mais - diz Barrichello."
Não assistiu? Veja aqui!!!!