31 de dez de 2010

Um novo ano, e??? que tal se dar paz?

Penúltimo dia do ano e 2010 já está se despedindo. Foi uma semana de faxina, de todos os tipos, menos da casa, afinal é minha semana de férias e eu não ía passá-la arrumando casa. Mas de resto estou colocando tudo em ordem, até a vida virtual passou por uma bela faxina, mas tenho principalmente, conversado muito comigo mesmo. 
Sinceramente não tenho o que reclamar de 2010, foi um bom ano para mim. De ruim o que marcou e me lembro foi um momento emocional bem difícil, algo que me aconteceu e eu não tinha me dado conta até então, e que me tirou totalmente do prumo. Depois de um tempo digerindo tudo, aos trancos e barrancos, ficou resolvido dentro de mim. Não adianta arrastar corrente de algo que não pode ser mudado.
A outra coisa ruim foi meu tombo, levei a situação o melhor que pude, até porque tinha muito trabalho a fazer e não podia parar prá pensar. Porém depois do trabalho terminado fui que pude observar melhor o estrago que ele fez em mim, tanto fisicamente como emocionalmente. Não dei ao meu corpo o descanso que ele  precisava naquele momento. Meu pé, por exemplo, inchava demais pois eu passava o dia trabalhando sentada, quando ele precisava estar para o alto. Passei uns dias difíceis com isso, até doía qdo me olhava no espelho e via a marca e a cicatriz que ficaram. Mas como eu acredito que para resolvermos nossas emoções é necessário vivê-las, senti, chorei e passou.
Aconteceram muitas coisas boas, muitos momentos especiais e os principais foram em relação as pessoas na minha vida. Estreitei algumas amizades e outras se foram, não porque eu queria, mas aconteceu e vi que era melhor. A gente lamenta as coisas, mas lá na frente vê que foi o melhor que podia acontecer. A vida é feita de ciclos e uma coisa que aprendi é que não devemos nos agarrar a nada, precisamos deixar fluir. Tive decepções, mas as surpresas boas foram em maior número. Conheci muita gente e muitas delas se tornaram muito importantes para mim. Recebi muito carinho e isso foi muito bom!
E 2011? O que esperar dele? Pedir, só peço saúde e que se ela me faltar, eu tenha condições de cuidar. Planos? Só tenho para janeiro que é fazer uma pequena viagem e dar uma renovada no meu trabalho e em relação a isso escrevi aqui . Tem uma porção de coisas que quero e outras que preciso fazer, mas nem tem a ver com a mudança de ano, mas com a continuação da minha vida.  Não, esse ano não vou fazer promessas e nem listinha de desejo. A vida tem sido muito boa comigo e nesse momento eu só tenho motivos para agradecer.
E pensando assim foi que me deparei no domingo passado com mais um maravilhoso texto da Martha Medeiros e que quero partilhar com vocês.

DEIXE-SE EM PAZ!

"Geralmente é o que se deseja intimamente: paz para o mundo, paz para todos, paz para os torcedores, paz para os moribundos, paz para os iraquianos. É um desejo legítimo, mas qual a nossa contribuição prática para ajudar a construir uma serenidade universal? O máximo que podemos fazer é garantir nossa própria paz. Portanto, esses são meus votos: deixe-se em paz.
Parece uma frase grosseira, mas é apenas um desejo sincero e generoso. Deixe-se em paz. Não se cobre por não ter realizado tudo o que pretendia, não se culpe por ter falhado em alguns momentos, não se torture por ter sido contraditório, não se puna por não ter sido perfeito. Você fez o melhor que podia.
Aproveite para estabelecer metas mais prosaicas para o futuro que virá, ou até meta nenhuma. Que mania a gente tem de fazer listinha de resoluções, prometer mundos e fundos como se uma simples virada de ano bastasse para nos transformar numa pessoa mais completa e competente. Você será o que sempre foi - e isso já é muito bom, pois presumo que você não seja nenhum contraventor, apenas não consegue dar conta de todos os seus bons propósitos, quem consegue? Às vezes não dá. Vá no seu ritmo, siga sendo quem é, não espere entrar numa cabine e sair de lá vestido de super-homem ou de super-mulher. Deixe de fantasias. Deixe-se em paz.
Se quer tomar alguma resolução, resolva ajudar os outros, fazer o bem, dedicar-se à coletividade, seja mais solidário. Não deixe os menos favorecidos na paz do abandono, na paz do esquecimento. Mas esquecer um pouco de você mesmo, pode. Deve. Não se enquadre em comportamentos que não lhe caracterizem, não se enjaule por causa de decisões das quais já se arrependeu, não se arrebente por causa de questionamentos incessantes. Liberte-se desses pensamentos todos, dessa busca sofrida por adequação e ao mesmo tempo por liberdade. Nossa, ser uma pessoa adequada e livre ao mesmo tempo é uma senhora ambição. Demanda a energia de uma usina. Será mesmo tão necessário pensar nisso agora? Deixe-se em paz.
Não dê tanta importância à melhor roupa para vestir, à melhor frase para o primeiro encontro, às calorias que deve queimar, à melhor resposta para quem lhe ofendeu, às perguntas que precisa fazer para se autoconhecer. Chega de autoconhecer. Deixe-se em paz.
No fundo estou escrevendo para mim mesma. Não me deixo em paz. Estou sempre avaliando se agi certo ou errado, cultivo minhas dúvidas com adubo e custo a me perdoar. Tenho passe livre para o céu e também para o inferno. Preciso me deixar em paz, me largar de mão, me alforriar.
Só falta alguém ensinar como é que faz isso."   

Eu não sou dona da verdade e nem sou perfeita, mas desde que passei a trabalhar em casa, a ter mais tempo comigo, tenho tentado fazer muitas mudanças em mim, na minha vida e tenho tido alguns sucessos. Mudar é um exercício, não acontece de uma momento para o outro, mas é preciso querer.
Lhe desejo que consiga fazer as mudanças que deseja para sua vida, sem pressa, um passo de cada vez. Desejo principalmente que você não se perca nesse movimento doido do dia a dia e que não esqueça de ser feliz. Tem tanta gente com pouca coisa material e que consegue ser mais feliz do que quem tem tudo ou busca por isso. Lembre que os seus podem preferir ter você mais com eles do que tudo de material que você pode oferecer. Não culpe o mundo, a vida e muito menos a Deus, pois você escolhe o que é mais importante para você, escolhe o caminho que deseja, escolhe ser feliz e aproveitar as coisas boas que a vida oferece. Nunca se esqueça do livre arbitrio, você é responsável por suas decisões, então escolha rapidinho ser feliz, não perca tempo reclamando nem culpando nada nem ninguém. É difícil? Quem disse que viver é fácil?

Um 2011 de paz, saúde e amor

Sempre há um novo dia


Amanhecer no último dia do ano na Cidade Maravilhosa

29 de dez de 2010

focaccia stromboli

Eu só conhecia focaccia aberta e achei super interessante quando vi essa fechada. Aprendi no Mais Você, no Super Chef, com o Chef Rogério Shimura. Ele deu todas as medidas por peso, e eu nem sabia que líquido podia ser dado em peso, vivendo e aprendendo, fui logo buscar quanto equivaleria. Eu tenho um copo medida, o que facilita. Eu podia copiar a receita lá do site, mas ela está errada, erraram quando converteram as medidas, manteiga seria 1 colh e lá está 5, enfim... Vou dar a receita dobrada, q dá para fazer 2 focaccias, que é o que sempre faço.

500 grs de farinha de trigo
1 e 1/2 copo de leite (uso aqueles de requeijão)
40 grs de manteiga = 2 colheres sp não muito cheia
2 colh sp de açúcar
30 grs de fermento biológico (uso o Fleischmann e são 2 tabletes)
1 colh rasa de sobremesa de sal


Numa vasilha misture a farinha, o açúcar e meio copo de leite.
Fica essa farofa


Esfarele o fermente, acrescente e coloque mais meio copo de leite
Amasse bem
Virou uma massa?
Acrescente o sal e a manteiga
Vai amassando e colocando, aos poucos o resto do leite.
É preciso amassar bem viu? Mas a massa não é pesada.


Fica assim!
Hora da massa descansar.
Coloque azeite no fundo da vasilha na altura de um dedo (esqueci), 
a massa em cima, cubra com um pano e deixe descansar por uns 30 min

Veja como cresce!

Jogue um pouco de azeite onde for abrir a massa
e abra na forma retangular.
Nessa coloquei muçarela triturada, rodelas finas de cebola e manjericão


Nessa, muçarela, alho bem picadinho (pode espremer se quiser)
e azeitonas preta


Ao fechar tenha o cuidado para não deixá-la muito estreita
Levante a massa até onde vai o recheio

Traz o outro lado sem precisar apertar muito
só firmar a borda para não abrir

Despeje em cima o restante do azeite e sal grosso
Também pode colocar folhinhas de alecrim, mas eu não tinha
Fura com os dedos ou garfo

Deixar descansar por 1h
Veja como ainda cresce.


Forno de 180 graus





Comer quentinha é dos deuses!!!!

Eu não sou muito rígida com as coisas, então você pode variar bem os recheios

Gostaram?
Se fizer, me chama????

ótimo dia!!!

28 de dez de 2010

Vivendo o tempo...

Desde que encerrei meu trabalho e entrei de férias, tenho vivido bem lentamente. Ando dormindo muito, como nunca fui de fazer. Acordo cedinho, hoje foi as 4h, faço algumas coisas, volto prá cama e durmo mais um pouco. Após o almoço, soninho  de novo. Sem contar que ando dormindo mais cedo que de costume. Estou respeitando a vontade do meu corpo. Tem muito do cansaço que andava e um pouco do acidente que não dei ao meu corpo o repouso necessário.
O Natal, como comentei que seria, passei sozinha, uma tranquilidade deliciosa. Comi, bebi, assisti filme, li e pouco depois das 22h já estava dormindo. Minha ceia foi comprada na padaria que tinha um buffet tão variado que ficou difícil escolher. Então comprei comida que dava prá ceia, sábado e domingo.
É interessante como muita gente reage quando falo sobre passar Natal sozinha. Creio que é por conta de associar o estar sozinho (e foi opção minha) com ser solitário. Eu não sou solitária, adoro morar sozinha, não tenho problemas quanto a isso e gosto da minha companhia. Passar o Natal sozinha, até me permite viver melhor o valor da data.
Claro que se eu tivesse marido e filhos, ou se meus pais ainda estivessem aqui, seria diferente, mas faz tempo que parei de pensar no que poderia ser e curtir mais o que é, assim se é mais feliz.
Na véspera do Natal família esteve aqui e passamos ótimos momentos juntos. Como vão viajar hoje e passar Ano Novo fora, estiveram aqui ontem, e agora tenho um sobrinho agregado que esteve aqui nas duas ocasiões, namorado da sobrinha, o Marquinhos.
Fiz de lanche algo que eles adoram e como sempre agradou muito, focaccia fechada, foram dois recheios diferentes.




Gostou?
Então volte amanhã que eu ensino a fazer :)



26 de dez de 2010

É uma brasa mora?

Meu avô dizia que: "Uns gostam do olho e outros da remela." Uns procuram ver o lado bom de tudo e outros o lado ruim. É uma escolha. Conheço pessoas que por mais motivos que tenham para ser feliz e agradecer, sempre encontra algo para reclamar.
Ontem estava assistindo o show do Roberto Carlos, sim, o show dele fecha o Natal. Não há Natal sem RC!!! Volume da tv mais alto e cantando junto com ele. Devem ser bem poucas pessoas que não gostam de nenhuma música dele, que não tenha um momento da vida marcado por uma música dele. Tem gente que gosta e não admite porque acha cafona. Tem gente que gosta de música dele e nem sabe, pois desconhece que a música é dele, já que o que mais tem por aí são regravações de músicas dele.
Voltando ao início, num dos intervalos vim desligar o pc e li alguns tweets sobre o show. Algumas pessoas só procurando defeitos para falar mal. Não gosta, porque assisti? só prá isso? Desperdício de tempo, vai assistir algo que gosta. Li sobre o exagero do blush na maquiagem, sobre a camisa aberta, sobre ser mentira ele tentar convencer as pessoas que na idade dele anda de moto (dessas pessoas q acham q pessoa mais velha ñ faz mais nada) e até que ele estava de dentadura nova. Fico impressionada. Ah e para os que falam mal mas são desinformados, ele não tem perna mecânica, é só o pé.
Eu sou Poliana sim!!! Sempre vejo o lado bom das coisas, pelo menos tento. Me emocionei só de ver aquele público, ver pessoas que nunca teriam a oportunidade de assistir um show dele porque não têm dinheiro para pagar a entrada de um. Fiquei imaginando a emoção delas, mesmo estando lá atrás sem conseguir vê-lo de perto. Foi um show popular. Ele nunca cantou tantas músicas antigas como nesse show e falou a linguagem do povo.
Outra coisa criticada foram os convidados. Mas ninguém percebeu que ele sempre convida artistas bem diferentes? E num show popular, nada melhor que convidados populares. Bateria de escola de samba é a cara do carioca e era a grande massa que lá estava. Além do mais, se a Beija Flor vai homenageá-lo no desfile de 2011, nada mais justo que levá-la ao show.

Bem, eu adorei o show!!!! Foi uma brasa, mora?




Destaque para

Cama E Mesa

Composição: Roberto Carlos - Erasmo Carlos

bom domingo!!!!

25 de dez de 2010

Glória a Deus nas Alturas, Paz na Terra aos homens de boa vontade.

“E eis que apareceu junto deles um Anjo do Senhor, e a claridade de Deus os envolveu, e tiveram grande temor. Porém, o Anjo disse-lhes: Não temais, porque eis que vos anuncio uma grande alegria, que terá todo o povo. Nasceu-vos hoje, na cidade de Davi, um Salvador, que é o Cristo Senhor” (Lc. 2, 8-11).




Muita gente questiona por que a comemoração do nascimento de Jesus em 25 de dezembro. Vamos lá saber melhor sobre isso?
"As primeiras comunidades cristãs não comemoravam o nascimento de Jesus. Somente a partir do ano 350 o Natal começou a ser comemorado no dia 25 de dezembro. Em torno da escolha desta data há uma longa história.
Os Celtas, por exemplo, tratavam o Solstício do Inverno, em 25 de dezembro, como um momento extremamente importante em suas vidas. O inverno ia chegar, longas noites de frio, por vezes com poucos gêneros alimentícios e rações para si e para os animais, e não sabiam se ficariam vivos até a próxima estação. Faziam, então, um grande banquete de despedida no dia 25 de dezembro. Seguiam-se 12 dias de festas, terminando no dia 6 de Janeiro.
Em Roma, o Solstício do Inverno também era celebrado muitos séculos antes do nascimento de Jesus. Os Romanos o chamavam de Saturnálias (Férias de Inverno), em homenagem a Saturno, o Deus da Agricultura, que permitia o descanso da terra durante o inverno.
Em 274 o Imperador Aureliano proclamou o dia 25 de dezembro, como "Dies Natalis Invicti Solis" (O Dia do Nascimento do Sol Inconquistável). O Sol passou a ser venerado. Buscava-se o seu calor que ficava no espaço muito acima do frio do inverno na Terra. O início do inverno passou a ser festejado como o dia do Deus Sol.
A comemoração do Natal de Jesus surgiu de um decreto. O Papa Júlio I decretou em 350 que o nascimento de Cristo deveria ser comemorado no dia 25 de Dezembro, substituindo a veneração ao deus Sol pela adoração ao Salvador Jesus Cristo. O nascimento de Cristo passou a ser comemorado no Solstício do Inverno em substituição às festividades do Dia do Nascimento do Sol Inconquistável."

Noite passada todo mundo comemorou o Natal, festas e presentes. Que tal hoje dedicarmos alguns momentos para o aniversariante? Que tal agradecer todas as bençãos. Por mais problemas que você possa ter tido e reclamado sobre isso, com certeza você teve bons momentos. Com certeza você tem o que agradecer.


Agradeço por ter saúde e assim poder realizar, desfrutar e passar pelos bons e maus momentos.
Agradeço pela minha família, que mesmo não sendo perfeita, nenhuma é, tivemos juntos muitos momentos bons e ultrapassamos todos os maus momentos.
Agradeço por meu trabalho, por ele nunca ter me faltado.
Agradeço todas as alegrias que tive e foram muitas.
Agradeço todos os momentos de dificuldade, pois me ensinaram e me fizeram crescer. Principalmente porque poderiam ter sido piores e sei que Ele me ajudou e me deu forças passar por tudo.
Agradeço pelos amigos que permaneceram comigo esse ano e pelos novos amigos que fiz.
Agradeço por cada dia que pude me levantar e vivê-lo.
Agradeço porque nada me falta.


Um ótimo dia de Natal para você!

24 de dez de 2010

Meu Presente Para Você

Não comprei nenhum presente de Natal e não vou dizer que foi por falta de tempo porque não foi, internet tá aí prá issomesmo. Simplesmente cada vez mais me incomoda todo esse consumismo exagerado e a obrigação de ter que dar presentes, até para quem você não gosta ou acha que não merece. Decidi mudar, e até sobrinha que já está com 15 anos não terá presente, já ganha coisas demais de um monte de gente.
Aqui em casa, quando os pais eram vivos já praticávamos há muito tempo o amigo oculto, assim ninguém precisava ficar comprando presente para todo mundo. Lá na casa dos familiares da minha cunhada também fazem isso, mas esse ano não entrei porque iria viajar hoje, porém com o acidente cancelei tudo. Acabei decidindo passar o Natal sozinha aqui em casa, não tenho nenhum problema quanto a isso e passo numa boa. Eu, meu bacalhau, minh arabanada, meu vinho, ar refrigerado e filmes :)
Adoro dar presentes e entre minha família também é assim, estamos sempre nos presenteando, principalmente quando vemos algo que lembra o outro e acho isso legal porque é espontâneo. Claro que para algumas pessoas já dei lembrancinhas que eu faço, mas presente presente ninguém. Porém não queria deixar passar em branco. Acho o Natal uma data bem especial, já que eu tenho a fé em Deus, e para mim é data de festejar e agradecer e não para tristezas. Decidi dar um presente para a alma, um texto que acho lindo. Já imprimi, vou enrolar e amarrar com uma fita.
Tem textos que quando lemos, podemos pensar: "ah já sei de tudo isso". Porém há coisas que sabemos, está guardado lá dentro, mas nos esquecemos e não deveríamos. Quero presentear vocês como o mesmo presente que vou dar a minha família e meus amigos mais chegados. Espero que tenham a paciência de ler, que guardem e que voltem a ler de vez enquando.


APRENDER E DESCOBRIR

Depois de algum tempo você aprende a diferença,
a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar a alma.
E você aprende que amar não significa apoiar-se,
e que companhia nem sempre significa segurança.
E começa a aprender que beijos não são contatos,
e presentes não são promessas.
E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante,
com graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.
E aprende a construir todas as suas estradas no hoje,
 porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos
e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
Depois de um tempo você aprende que o sol queima
se ficar exposto por muito tempo.
E aprende que não importa o quanto você se importe,
algumas pessoas simplesmente não se importam...
E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa,
ela vai ferí-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso.
Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.
Descobre que leva-se anos para construir confiança
e apenas segundos para destruí-la,
e que você pode fazer coisas em um instante,
das quais se arrependerá pelo resto da vida.
Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer
mesmo a longas distâncias.
E o que importa não é o que você tem na vida,
mas quem você tem da vida.
E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.
Aprende que não temos que mudar de amigos
se compreendemos que os amigos mudam,
percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa,
ou nada, e terem bons momentos juntos.
Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida
são tomadas de você muito depressa –
por isso, sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas,
pode ser a última vez que as vejamos.
Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós,
mas nós somos responsáveis por nós mesmos.
Começa a aprender que não se deve comparar com os outros,
mas com o melhor que pode ser.
Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser
e que o tempo é curto.
Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo.
Mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve.
Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão,
e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade,
pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação,
 sempre existem dois lados.
Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer,
enfrentando as conseqüências.
Aprende que paciência requer muita prática.
Descobre que algumas vezes, 
a pessoa que você espera que o chute quando você cai,
 é uma as poucas que o ajudam a levantar-se.
Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve
e o que você aprendeu com elas, do que com quantos aniversários você celebrou.
Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.
Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens,
poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.
Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva,
mas isso não te dá o direito de ser cruel.
Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame,
não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode,
pois existem pessoas que nos amam,
mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.
Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém,
algumas vezes você tem que aprender a perdoar a si mesmo.
Aprende que com a mesma severidade com que julga,
você será em algum momento condenado.
Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido,
o mundo não pára para que você o conserte.
Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás.
Portanto, plante seu jardim e decore sua alma,
ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.
E você aprende que realmente pode suportar...
Que realmente é forte e que pode ir muito mais longe
depois de pensar que não se pode mais.
E que realmente a VIDA tem valor e que você tem valor diante da VIDA!!!

                          ( Texto de Veronica A. Shoffstall  baseado em texto de William Shakespeare)


Lhe desejo um Natal de Paz e Confraternização

E que esse texto possa contribuir para que você tenha um 2011 melhor.

Com carinho

Luci

21 de dez de 2010

creme de milho e notícias

Ingredientes: 2 colheres sp de manteiga - 3 colheres sp de farinha de trigo - 1 xc de chá de leite - 1 lata de milho - sal e pimenta do reino a gosto.

Modo de fazer:
Bata no liquidificador 2/3 do milho com a água da lata (eu coloco mais meio copo de água filtrada). Se for da lata que não vem água, coloque um copo de água filtrada. Passe pela peneira (detesto encontrar pele de milho no creme), misture os grãso inteiros que separou e reserve.
Numa panela derreta a manteiga e acrescente a farinha de trigo mexendo por alguns minutos. Aos poucos vai acrescentando o leite, mexendo sem parar. Terminado o leite, acrescente aos poucos o milho, mesexndo sempre até que esteja em ponto de creme. Tempere e sirva!


Para mim, o casamento perfeito com esse creme de milho é bife a milanesa :)

Pois é, só ando falando de comida, né? Nos últimos dias tenho passado por muitas emoções, boas e más, porém não ando com vontade de escrever sobre isso, pelo menos não agora. Algumas ainda estou digerindo.
Ontem terminei minhas encomendas e agora é só curtir as férias!!!! Preciso muito disso.
Sobre meu tombo, estou melhorando a cada dia. Fase de cicatrização interna, tanto fisica como emocionalmente. O lugar do corte está ótimo, mas internamente ainda está cicatrizando, há um carocinho que ainda dói se tocado. No osso da face, bem perto do olho, também há um caroço dolorido. Nos joelhos machucados sequinhos e as casquinhas caindo, porém um deles dói muito quando subo ou desço escadas. Dedos dos pés estão normais, porém apesar de não sentir nenhuma dor, esse pé tem inchado bastante. Questão de tempo

Contei que mandei email prá óticas do Povo, não foi? Pediram meu telefone e mandei. Ontem pela manhã me ligou uma supervisora e disse que por coincidência ontem ela estava justamente na loja aqui do bairro onde comprei meus óculos. Que coincidência, não é????? E perguntou se eu podia i r lá e levar os óculos para ver se podiam consertar. Eu disse logo que não queria consertar porque não usaria mais uma arma no meu rosto. Lá fui eu e fui super bem recebida, claro né? Conclusão: ganhei óculos novos!!!
Comentei com irmão que ela nem tocou no email e fotos, nada, deviam estar receosos com processo. E mesmo que achassem que podiam ganhar, sai mais barato me dar óculos novos. Meus óculos tem esse parafusoo porque não possui aro e agora peguei uma armação com aro na parte de cima. Porém notei e comentei que ela usava óculos como os meus e que o parafuso era interno na lente. Ou seja, estão mudando...

Ontem terminei minhas encomendas e agora é só curtir as férias!!!! Preciso muito disso. Agora vou poder voltar a visitar os blogs e matar as saudades!!!

Um ótimo dia !!!!!


18 de dez de 2010

Doe um Livro

Eu já escrevi sobre o BookCrossing aqui, e hoje quero contar para vocês sobre uma linda campanha que tem o objetivo de levar livros para as pessoas com menor acesso, a campanha arrecada livros para escolas públicas e bibliotecas de todo país,  é o "Doe um Livro".



Melhor eles falarem sobre:

" Nascida de maneira informal, apenas a título de conscientização, como uma mobilização, foi lançada no Twitter à idéia de incentivar os internautas a doarem livros neste Natal. A proposta teve uma receptividade tão avassaladora que evoluiu para um projeto consistente e objetivo, com vias a coordenar e organizar as adesões e coletas de livros em todo o país. Muitos postos de coleta foram disponibilizados e os livros começaram a surgir de forma surpreendente e em grande quantidade. A campanha se tornou um dos assuntos mais comentados no ambiente do Twitter e, desde então, tem sido incentivada por vários artistas ou pessoas que trabalhem na mídia como: Maria Rita, Serginho Groisman, Paulo Coelho, Willian Bonner, dentre outros. Objetivos: O objetivo central e realizar a coleta do maior número possível de livros de literatura (livros didáticos estão fora da campanha) para distribuir entre comunidades carentes, bibliotecas públicas e bibliotecas de escolas"

Só ontem entregaram 3.200 livros


Vamos fazer parte dessa campanha?  Se você ainda tem apego aos seus livros, e eu entendo isso, dá um pulinho num sebo e compre alguns, claro que em bom estado, e doe também. É o tipo de campanha que deve ser feita o ano todo. O ser humano precisa alimentar o corpo e a alma, e se queremos pessoas melhores, vamos ajudar, pois a leitura pode mudar qualquer um.

Clica no link e veja onde são os postos de coleta na sua cidade

@doeumlivro
contato@doeumlivro.com.br

"Quem não lê, é como alguém que ficou distante da janela 
e só pode ver uma pequena parte da paisagem."
Kahlil Gibran

17 de dez de 2010

um novo olhar


Ontem, finalmente, tirei os pontos. O médico ficou meio assustado comigo,pois como ontem eu já estava no meu estado normal, falei tudo que achei de errado no meu atendimento: cirurgião que deu os pontos não me receitou um remédio para dor ou anti-inflamatório e deu um piti pq encostei o dedo na luva dele e foi trocar, mas esqueceu q bem perto do local onde dava os pontos eu estava com o pescoço ferido e sujo. Não limparam meus machucados. Moça que tirou a chapa do meu pé, ficou pegando nele e ajeitando para o RX sem usar luvas, e o mesmo o enfermeiro que imobilizou me pé. Ah mas eu ainda vou escrever para a ouvidoria, afinal não é uma clínica ou hospital que a Amil tem convênio, é um hospital da própria AMIL.

Ontem recebi resposta do email que mandei prá Óticas do Povo, por conta dos meus óculos. Mandei as fotos, contei o que aconteceu e falei da falta de segurança no parafuso. Estão me pedindo meu fone para me ligar. Eu reclamo mesmo, tenho meus deveres, mas também tenho meus direitos.

Estou bem e quase recuperada, tanto fisica como emocionalmente, pois por mais que sejamos otimistas, não se passa impune por uma experiência assim. Obrigada por todo carinho :)

Mas hoje é dia de festa e eu lhe convido para ir até lá comemorar comigo. É só clicar AQUI !!  

beijos e um ótimo final de semana!!!!



ps. na foto, abaixo da cicatriz, são casquinhas da queimadura

15 de dez de 2010

Noivas e noivas

Uma das coisas mais comentadas ontem foi a foto de Alexandre Frota vestido de noiva.


Vendo isso me lembrei de uma coisa que acredito muita gente não se lembre e os mais novos talvez nem saibam. Alexandre Frota foi o primeiro marido de Claudia Raia. 




Aqui vc pode ler sobre o casamento 


As fotos dispensam palavras não é? 
Que bom que ela encontro o Celulari em seu caminho.

Bom dia!

14 de dez de 2010

Hora da faxina!!!

Bom diaaa!!!! Óia eu aqui!!! Sumi por conta de trabalho e não do acidente viu? Já estou a todo vapor e hoje vou tirar os pontos (medo). Foi a primeira vez que levei pontos :( Mas tudo bem!!!

Faltam 17 dias para terminar o ano. Não conheço ninguém que não diga de como ele correu. Aliás, temo dito isso nos últimos anos, mas parece que a cada um o tempo passa mais rápido.
O dia a dia anda corrido para todo mundo nesse final de ano, como sempre, mas acredito que todo mundo para  e pensa um pouco no que foi seu ano, no que realizou e no que deixou de fazer, como havia planejado. Sim, eu acredito que é hora de um balanço, pois só assim podemos ver o que mudamos e o que precisamos mudar. Também é hora de faxina, não só nos armários e nas gavetas, mas também em nós. Hora de virar a página e deixar nesse ano as coisas ruins, levando apenas as lições aprendidas. Esqueça as mágoas e decepções, não vale a pena carregá-las. Tira tudo de dentro das gavetas do seu coração e só coloque de volta aquilo que é bom para você. 

Eu já comecei minha faxina e você?



Quer me seguir?

@LuciCardinelli

10 de dez de 2010

bom dia, flores do dia!!!!

Óia eu aqui! E para vocês verem que estou melhor, uma foto fresquinha!!!!

maquiagem do dia: amarelada! tou na moda?

A segunda noite, de quarta para quinta, não foi tão boa como a primeira, acordei quase que de meia em meia hora e não era por dor, estava inquieta, eu acho. Mas tanto na quarta como ontem, dormi muito à tarde. Acabei me recuperando de todo cansaço que andava por conta do trabalho. Existe uma frase que diz "Se você não para, a vida para você" e acho que foi isso que aconteceu. Só na tarde de quarta-feira que meu corpo ficou dolorido. Sabe primeira aula de academia? Foi mais ou menos assim. 
Ontem de manhã fui ao.... Saara!!!! Fui comprar o material que precisava, mas irmão foi comigo fazendo minha segurança :) Correu tudo bem e as 10:20 eu já estava de volta. Descansei até a hora do almoço e depois dormi até as 15h. Trabalhei um pouco. E foi aí que eu comecei a ficar inquieta, amuada. Não tinha vontade de trabalhar, não tinha vontade de ir para cama, não tinha vontade... Fiquei pensativa.... E falando em pensativa, toda hora vem a minh amente o momento que bati o rosto. Incrível como tenho essa imagem tão nítida e me faz mal lembrar. Acho que vai levar um tempo para esquecer. Consegui entender como machuquei meus dedos do pé e como tudo aconteceu. Ao tropeçar e sair catando cavaco, meus dedos bateram nomeio fio e me derrubou. E como a calçada era bem estreita, eu bati o rosto na parede.
Se não fosse os óculos, não haveria corte e eu lembro direitinho de ver os óculos voando.


Na parte de baixo à esquerda, vc pode ver o tamanho do parafuso que me cortou. Ele tem uma proteção de plástico, que vc vê na outra haste, que não serviu para me proteger. Ontem mandei um email para as Óticas do Povo, onde os comprei, com direito as fotos. Vamos ver o que vão me responder. Irmão me disse que o parafuso é grande para poder caber lente de qualquer grossura, mas que podiam cortar um pouco dele quando fizessem a montagem com minhas lentes. E é claro que essa pecinha de plástico que colocam não protege nada.
O corte está cicatrizando bem e já acordei deitada do lado dele e não doía. O roxo do olho já está bem mais claro, assim como os demais pelo corpo. Hoje espero que meu dia volte ao normal em relação ao trabalho e eu consiga produzir, pois tenho encomendas que precisam ser entregues na segunda-feira. Não haverá folga no sábado e domingo.

Mais uma vez quero agradecer todo carinho que recebi. O Vida bateu recorde de comentários no post da terça-feira e que bom que foi com carinho de todos. Foram muitos comentários, emails, ligações telefônicas e visitas e eu me sentindo querida e amada. Tem coisa melhor prá quem tá dodói?

Um beijo grande e carinhoso!
E um ótimo final de semana
com muita saúde!!!!!



8 de dez de 2010

nasci numa sexta-feira 13 e sou muuitoo sortuda! com a graça de Deus!

Não sei se notaram nas fotos de ontem, mas meu olhar estava triste. Meu irmão me deixou na porta do prédio e foi resolver uma coisa e eu subi sozinha, mas estava bem. Porém eu só me resinto de morar só quando estou doente. Entrei em casa, limpei meus machucados, almocei e quando parei fiquei pensando... Não ter ninguém para conversar... Mas o ponto não é esse exatamente. Quando tenho qualquer coisa com minha saúde sinto uma saudade imensa de minha mãe. A gente pode ter a idade que for que na hora H é ela que queremos ao nosso lado.
Uma pessoa me viu chegando e logo depois começou as visitas das vizinhas queridas. Somos uma turminha bem unida, umas pelas outras. Mais tarde irmão veio prá cá e dormiu comigo. Tirando o ronco dele foi uma ótima noite. Dormi direto das 23h as 3:30 da manhã e depois acordei novamente as 4:30 e não tinha mais sono. Levantei e já vim prá cá cuidar da vida virtual. Irmão levantou, tomei banho e ele trocou meu curativo. 
Aí vem o balanço e vejo quanta sorte eu tive. Muita gente questiona porque Deus deixa as coisas acontecerem, mas eu ao invés de reclamar com Ele que isso aconteceu (afinal Ele não ía querer que eu tropeçasse, né?) eu agradeço tudo que não aconteceu e também por ter me dado um anjo da guarda esperto.

Já era de se esperar que acordasse com o olho inchado, então foi assim:


Nem preciso de maquiagem! Olho já pintadinho :)
E nada de copiar meu penteado punk, hem?

Vocês acreditam que em momento algum tive dor de cabeça ou no local que machucou? O que mais incomodava era a queimadura do pescoço, mas irmão começou a passar pomada que aliviou muito. A maior dor era nos dedos machucados e dificuldade para andar com aquele esparadrapo todo. Irmão arrancou tudo porque viu que o pé inchou e estava apertado demais. Foi o maior alívio. Passei a andar normal, os dedos estão roxinhos e as unhas bem sensíveis, só não podendo encostar o dedão no chão e a dor foi-se. Os joelhos não incharam. No braço tem um ovo mas só dói se tocar, assim como todo o resto. E a grande surpresa foi que acordei sem dor no corpo \o/ Imaginei que estaria toda dolorida. Só depois que comecei a mexer por aqui no trabalho foi que o músculo do peito perto do braço dói um pouco, mas nada que um dorflex não ajude.

Só quando irmão trocou o curativo que vi o machucado , pela primeira vez. Na verdade o corte feito pelos óculos, parafuso,  foi vertical e bem pertinho do olho. Também pude ver que há queimadura como no pescoço. Engraçado isso da parte que bati na pedra ter queimado e não ralado né? Ah e os óculos se acabaram... esse mes paguei a última prestação de 12. Vamos fazer novo crediário hehehehe. Veja como ficou


É isso gente! Feliz com o bom resultado e já falei com irmão que amanhã quero ir ao Saara comprar o material que preciso. Ele disse qua vai junto hehehe.

Muito , muito, muito obrigada pelo carinho qu evocês deixaram aqui para mim. Esse é o melhor remédio :)

beijos e um dia abençoado!

ps quem não leu o que houve, está no post anterior

7 de dez de 2010

resultado de uma ida rápida ao saara (centro do rio)

Depois de ter dito que não iria mais ao centro comprar material, esi q uma cliente, daquelas que vc não pode dizer não, me pediu para fazer um porta-jóias. Eu não tinha o modelo em casa e hoje depois de colocar encomendas nos correio s lá fui eu só para comprar isso. Um bate e volta.
Porém no meio do caminho tinha uma pedra, ou melho um paralelepípedo. Fui "catando cavaco" por uns 3 m ou mais, passando inclusive pelo meio fio e subindo a calçada, tentando me equilibrar. Lembro que pensei "não vou conseguir vou me estabacar no chão", Em seguida só vi uma parede de pedra e meus óculos voando. Em volta da porta da loja era de pedras parecidas com paralelepípedos, e foi ali que bati a lateral do meu rosto.
Sentei no chão meio zonza e algumas pessoas vieram me ajudar. Senti o sangue escorrendo pelo rosto e perguntei a alguém "cortou meu rosto"? Ela disse que sim já me dando alguns guardanapos e pela car adela vi que não era boa coisa. Sem saber o que fazer, cada um dizia uma coisa, resolvi ligar para meu irmão. Pela primeira vez, em todos os anos que tenho celular, ele estava sem bateria, isso na rua. Meus joelhos esfolados doíam e amão suja de sangue. Uma senhora me emprestouo celular e eu não sabia o número do meu irmão, com o costume de só apertar uma tecla para ligar. Liguei para casa dele. Queriam que eu fosse para o Souza Aguiar ali perto, me diziam que eu precisaria de pontos, mas eu não queria, tremo só d e pensar em entrar em emergência de Hospital Público. Irmão perguntou se eu tinha condições de andar e combinamos que eu pegaria um táxi até um hospital perto da minha casa, que é da Amil e ele me esperaria lá. Nisso alguém já havia pego um saco de gelo para mim e água para eu beber. Uma das funcionárias da loja só me deixou depois de me colocar dentro do táxi. Expliquei para o motorista o que havia acontecido. Ele todo atencioso ligou para casa do meu irmão, que já havia saído, pegou o número do celular dele com minha sobrinha para tranquilizá-lo que já estava comigo no táxi me levando para o Hospital.
Quando cheguei e vi meu irmão foi que eu desabei e chorei muito. 
Conclusão: A parte do rosto que eu bati na parede de pedra foi a lateral perto do olho esquerdo e provavelmente foram os óculos que me cotaram. Cinco pontos! Fiz tomagrafia e não deu nada, graças a Deus, ou seja continuo um doida saudável. Dois dedos do pé não consigo tocar no chão, principalmente as unhas. RX não deu nada mas imobilizaram. Diversas escoriações. Uma coisa que me deixou intrigada num Hospital do porte que era, é que não limparam sequer as escoriações, apenas mandaram eu lavar com água e sabão. Quando eu bati com o rosto, para terem idéia da força, bati e esfolei o pescoço também.

Agradeço a Deus, porque tudo sempre poderia ser pior. E agradeço principalmente as pessoas que Ele colocou no meu caminho e cuidaram tão bem de mim no momento que me machuquei. Que Ele os abençoe!
Estou colocando fotos, se não gosta dever, não continue... Tudo que está vermelho é minha pele, não remédio
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
6h depois do acontecido estou assim




braço direito

as duas unhas do pé já estão roxas

joelhos

e as encomendas na espera....

Peço a Deus que amanhã eu acorde em condições de trabalhar.

beijo
vou voltar prá cama...
.

4 de dez de 2010

Faça algo...

O Natal vai se aproximando e as campanhas começam. Isso é muito bom, porém acho que muita gente  precisa amadurecer e se concientizar que os necessitados não precisam das coisas somente no final do ano. Precisam se comprometer. Precisam participar da melhoria de um todo, não apenas reclamar e cobrar. 
Existe muita coisa a ser feita, muita gente necessitada, e não é só de dinheiro e comida, é de atenção e carinho. Existem N trabalhos e você pode se doar a algum deles com certeza, só precisa de uma coisa: boa vontade. Tem filhos? Leve-os junto com você e dê o exemplo a eles, transforme-os em cidadãos. 

Para ter idéia, você já ajuda tirando algumas horas a cada 6 meses doando sangue. Fácil, né? Então pare de arrumar desculpas, pare de deixar prá depois e faça alguma coisa. Com certeza você vai se sentir bem melhor como pessoa.