16 de mai de 2011

notícias que não vendem

Estamos cansados de saber que as notícias negativas são as mais divulgadas e por isso eu faço questão de postar essa aqui. Não quero entrar em discussão religiosa, mas que sirva para que saibamos as coisas que acontecem e não são divulgadas.


"O Vaticano exigiu nesta segunda-feira, em uma carta a todos os bispos, que os membros do clero suspeitos de pedofilia sejam entregues às autoridades civis competentes.
Em uma carta circular, o prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, o cardeal americano William Levada, destaca a necessidade de "julgamentos claros e coordenados" contra "os abusos sexuais de menores" e pede aos bispos que adaptem as normas para isto até 2012."


Acho essa atitude de muita importância. Sim, aqueles que só querem falar mal de algo dirão que já era prá ser feito , que isso e aquilo, mas para mim, que bom que está acontecendo.
Eu sou a favor que acabe o celibato, e ele pode terminar porque não é bíblico, foi criado pela Igreja pelos motivos que estamos cansados de saber. Porém eu também acredito que o celibato sendo uma regra, aceita quem quer, e se aceitou tem que ser seguida.
Escrevo sobre isso porque muita gente acha que a pedofília entre os religiosos é por conta do celibato, mas não é... O que é preciso entender é que padres são homens, humanos e não santos. Pedófilos têm as mais diversas profissões e acontece com os padres também.
O que me incomoda muito é que a grande maioria dos padres não são pedófilos. Muitos estão fazendo trabalhos maravilhosos, mas isso não é notícia. Padre pedófilo está em todos os jornais e telejornais e as pessoas falam como se todos fossem.

Essa notícia para mim é sim um passo a frente e espero que seja cumprida e eles paguem por seus crimes.

Uma ótima semana









11 comentários:

  1. Amiga, concordo muito com você neste post! Acho a atitude do Vaticano um avanço e é ilusão achar que pedofilia seja só na igreja. Infelizmente, está em todos os lugares, existem em todas as profissões... E, felizmente, não acho que está aumentando, mas sendo mais denunciado, o primeiro passo para ser combatido, quiçá eliminado da nossa realidade!

    ResponderExcluir
  2. Luci, vc abordou muito bem a questão: é um avanço do Vaticano; quem aceita uma regra, tem que jogar de acordo com ela; há pedófilos em qualquer grupo social; no grupo social de padres, o primeiro passo foi dado. Em todo grupo social há gente boa e gente ruim!

    beijo

    ResponderExcluir
  3. Concordo com vc Luci. AS notícias "ruins" (em especial as religiosas) sempre recebem uma carga bem maior!
    Triste isso!

    ResponderExcluir
  4. Ahhhh, esse blogger deve estar doidão de novo, sumiu meu comentário, hummmm, enfim, ótima notícia, Luci!

    Beijo,

    ResponderExcluir
  5. Que loucura Luci! Eu fuço em tudo o que é jornal e não vi essa notícia, que acho de suma importância! Vc está certa...notícia boa não vende!

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. O mal das pessoas é a mania de generalizar. Acho que teu post é uma alerta sobre a generalização das pessoas. Bjo

    ResponderExcluir
  7. Felizmente a Igreja acordou para essa vergonha que era proteger padres pedófilos.
    Também não acredito que o celibato e a pedofilia estejam associados, mas o celibato é anti-natural, não é? E tem outra questão espinhosa: a questão do homossexualismo. A igreja nunca aceitará um padre assumidamente homossexual. De acordo com o Vaticano, o homossexual deve ser casto. Aí, podem acontecer outros problemas.
    Enfim, essa é a Igreja Católica Apostólica Romana.
    Espero não tê-la incomodado levantando estas questões.
    Abraços,

    ResponderExcluir
  8. Luci,
    O que você escreveu aqui é o que acho. A Igreja tem que rever muitos dos seus conceitos. E nem todos os padres são pedófilos. Eu vou quase que diariamente para a missa e na Igreja que frequento depois da missa ficamos (eu e uma turma de senhoras) conversando e o padre sempre está na roda. Fazemos todos os anos festa de Natal e aniversários do mês e os padres saem com a gente. Eles são seres humanos, erram como nós. É que temos mania de santificar os padres. É o que eu fazia, tinha até medo de me aproximar de um. Mas são pessoas normais, brincam, riem, contam piadas, comem. E como todo ser humano erra, peca.
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  9. Pensar que a pedofilia acontece mais na Igreja é ilusão. Acho que dá meio a meio, infelizmente! Concordo com vc: vemos mtos padres fazendo belíssimos trabalhos (lembrei de um q vi no jornal, que colocou as pessoas dentro da Igreja durante um embate com a polícia).
    Acho que é um passo muito importante! Aliás, estamos vivenciando muitas mudanças positivas no mundo, graças a Deus! E espero que elas sejam colocadas em prática e q ainda possamos ver isso!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  10. Luci,
    Eu conheci padres bons e padres ruins. Assim como professores bons e ruins, médicos bons e ruins. Isso é parte da natureza humana. E sei que existem muito mais padres lutando para serem fiéis do que pedófilos. Mas você está certa: mostrar o trabalho sério de um padre honesto não rende manchete, daí fica parecendo que eles não existem. Mas existem. Assim como existem bons e maus pastores, portanto é burrice condenar todo o povo evangélico pela avareza e charlatanismo de alguns. E jogar os padres todos no mesmo balaio é injusto.
    Como você sempre diz: generalizar é errado.
    Beijossss

    ResponderExcluir
  11. Faço minhas as palavras da Elaine. O mal está em toda parte, mas o ruim mesmo é que só mostram isso. Para uma notícia boa dessa a mídia nem dá bola.

    Abraço e muita paz, Luci!

    ResponderExcluir