30 de jul de 2012

Ser Feliz!

post publicado originalmente em 15/04/2010


Interessante que nos últimos dias li diversos textos sobre felicidade e daí fiquei aqui pensando sobre isso com meus pincéis e tintas .
Quando me perguntam se sou feliz, a resposta é sim!! Porém ser feliz não quer dizer que eu nunca fico triste, que não choro, que até me descabele uma vez ou outra. Não quer dizer que eu nunca fique brava, aborrecida e até tenha vontade de esganar alguém. Não quer dizer que eu não me questione, tenha dúvidas, e até tenha aqueles cinco minutos onde quero mudar um monte de coisas. Confesso que olho com desconfiança para aquelas pessoas que estão sempre felizes, mas aquele feliz meio programado, linha reta.
Atualmente o que não falta é uma boa receita de felicidade, já notaram isso? Observo que para muitas mulheres os dois principais motivos para se sentir feliz são: ser magra e ter um homem ou um amor (?!). Bem..... sou gorda e sozinha. Devo ser infeliz? Me jogar pela janela? Também não tive filhos apesar de dois casamentos. Ops, mas cada casamento durou 1 ano (são outras histórias)... e foi o grande sonho da minha vida: casar e ter filhos enquanto minhas amigas queriam estudar, trabalhar fora, morar sozinhas, ser independentes. Adivinha o que aconteceu??? O danado do destino sempre aprontando, e todas elas casaram, tiveram filhos e já são vovós e euzinha? Necas de pitibiriba (nossa que coisa mais antiga.....) Mas sou infeliz? Não! Deveria? Penso que não. Está certo que não é a mesma coisa, mas a vida me deu muitos filhos que me deram muitas alegrias e amor.
Tantas coisas que eu quis, que planejei e não consegui, mas também tanta coisa que nunca achei que me aconteceria e eu vivenciei e fui feliz por causa delas. A vida é feita de coisas boas e ruins, de alegrias e tristezas, a gente leva uns tombos, porém tudo depende de como encaramos isso, qual a lição tiramos, se é que tiramos, pois tem gente que passa por algumas coisas e não aprendem nadica de nada. Depende da nossa fé, do nosso olhar. Claro que ninguém passa por certas situações como se nada de ruim estivesse acontecendo: somos humanos. O que não pode é ficar indefinidamente com a cara no fundo do poço, na cama abraçada no travesseiro chorando as pitangas como se o mundo tivesse acabado. Sim, muitas vezes precisamos disso, chorar, chorar, se descabelar, se sentir a última das criaturas e coisa e tal. Exorcisar. Passado o momento, levantar, sacudir a poeira e seguir em frente porque a vida está preparando uma porção de coisas novas para sua vida.
Muitas vezes li e ouvi que nós somos responsáveis por nossa felicidade, que ela não deve depender de ninguém mais. Concordo em parte, pois ver a infelicidade de alguém que amo interfere na minha felicidade, não consigo e acho que nem quero mudar isso. Tive um grande tempo na minha vida onde não pensava muito na minha felicidade, vivia muito mais para ver feliz os que eu amava. Um dia me dei conta que se eu cuidasse mais de mim, se me amasse mais, se me fizesse mais feliz, poderia fazer muito mais pela felicidade dos outros. Depois tive uma fase onde fui sim muito infeliz, um tempo muito difícil quando a última coisa que queria era ter tempo para pensar. Uma nuvem negra estacionada na minha cabeça. Mas um dia ela se foi e busquei por ser feliz novamente.
Na minha casa tive exemplos bem claros. Minha mãe, por mais difícil que as coisas estivessem sempre buscava o lado bom da vida, não me lembro de vê-la reclamando, resmungando. Já meu pai a-do-ra-va ser infeliz. Por mais motivos que tivesse para estar feliz, ele procurava o outro lado. Muito triste isso e difícil de conviver, porque se você bobear, esse tipo de pessoa lhe arrasta para a infelicidade dela.
Temos diversos caminhos abertos a nossa frente e precisamos estar atentos com nossas escolhas, olhar os exemplos que temos para nos ajudar a escolher o melhor. Porém o melhor de tudo, é que se não escolhemos o melhor, lá na frente os caminhos se abrem novamente e podemos mudar. A vida é isso, experiências, aprendizagens, escolhas. Precisamos amar a vida que aí ela retribui.

28 comentários:

  1. Amiga, adorei! Um belo texto p começar bem o dia. Obrigada! Namastê!

    ResponderExcluir
  2. Oiiiiiiiii Luci,

    Tudo bem?

    Adorei seu texto e penso muito como você. Tenho meus momentos confusos, tristes, mas na maioria do tempo, sou feliz e corro atrás dos meus sonhos!!
    Alguns se realizam e outros não, penso que não era hora para acontecer...

    Muito bom, ler algo tão verdadeiro, bem cedinho!

    bj

    ResponderExcluir
  3. Luci, querida

    Excelente texto, como sempre!
    E nos obriga a refletir em nossas vidas, em nossas posturas perante o que desejamos da vida.
    Concordo com vc, nem tudo o que sonhei aconteceu, mas o que aconteceu me fez muito feliz, e também tem outro fato: ainda estou viva e coisas boas vão acontecer, até mesmo os meus planos e sonhos, não é mesmo?
    Uma ótima quinta-feira para vc

    ResponderExcluir
  4. Luci
    Também tento pensar assim,
    Mas a tal nuvem anda a me incomodar faz um tempinho.
    Há de passar

    =)

    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Adorei! Eu também consigo ser alegre com as mínimas coisas. Apesar da seriedade da vida, eu acho motivo para boas risadas.
    Vivo no estilo POLLYANA.

    Um grande abraço, amiga.

    ResponderExcluir
  6. Essa moça na gangorra foi você quem pintou?

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito do seu ponto de vista.
    Realmente a vida, a gente planeja. Mas ela segue seu curso, talvez pelos caminhos que nos sejam bons para fazer aprender alguma coisa, evoluir como ser humano.
    Deus antes antes de tudo quer nossa felicidade e aprimoramento, é o que acredito.

    e chorar, para desabafar, como vc disse. Depois disso, é levantar a cabeça e seguir em frente.

    fiquei muito feliz pelo seu carinho e o link. me deixou sinceramente orgulhoso, no coração brotou uma florzona de sakurá, senti uma energia muito gostosa e boa através de seu carinho.

    Muito obrigado minha querida amiga Luci. Namastê e muita luz, paz e amor sempre em sua vida!

    ResponderExcluir
  8. OI Luci, acho que há uma grande inversão de valores quando acreditamos que felicidade exige o pacote magra + marido. Isso é uma grande invenção dos comerciais de margarina, que não deixam ninguém magra, né? Hehe. Ser feliz é estado de espírito, independe de fatores externos. Você tem grandes elementos para a felicidade: é solidária, amiga, divertida, tem muito amor em seu coração.
    E para te deixar um pouco mais feliz (ou alegre) tem selinho para você. Passa lá para buscar, tá bem?
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oi, amiga Luci,
    Não sei onde foi parar o meu comentário, rsss...O seu texto é lindo, viver é uma grande e maravilhos experiência, ser feliz faz parte, graças a Deus!
    Agradeço a indicação do post do Alexandre:simplesmente emocionante!
    Beijo no coração!

    ResponderExcluir
  10. Adorei seu post porque penso de forma parecida também. Eu nunca tive uma vida 100% plena e feliz, muitas coisas não aconteceram como eu planejei ou queria, vivo entre altos e baixos, tenho meus momentos tristes em que só choro mas se eu for considerar tudo isso e pensar, eu sou sim uma pessoa feliz e não tenho do que reclamar. Eu ando tentando aprender a fazer minha parte pra ser mais feliz e proporcionar felicidade as pessoas do meu convívio e também tentando aprender a não criar expectativas demais e exageradas da vida. Algumas coisas podemos controlar e mudar, outras nem tanto. E aprendi que a vida sempre nos leva pra um caminho ainda melhor do que esperávamos. Adorei o post!

    ResponderExcluir
  11. Olá Luci, que texto lindo, você deveria escrever um livro!!!
    Concordo com você, ser feliz não é estar sorrindo o tempo todo, ser feliz e saber viver,estar perto das pessoas que ama, procurar fazer bons programas no dia, no fim de semana, com os amigos, com a família, com o namorado..., é ficar sozinha refletindo sobre a vida, ou sair para farrear, cada um tem um gosto diferente, e é isso que nos torna tão interessantes, são as diferenças. Mas pessoas mal humoradas, affff(como dizemos aqui em Fortaleza, é ú ó!!!rsrsr.
    bj, bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  12. Querida Luci,
    Que maravilha ler o seu texto, encantador, fico maravilhada com a capacidade que o ser humano tem de levantar e dar a volta por cima quando algo dá errado. Isso é que nos dá força pra viver! Seja feliz!!!!
    Abraços,
    Fran
    *Vou visitar o blog do Alexandre, fiquei curiosa!!!!

    ResponderExcluir
  13. Como vc escreve bem e disse tudo o que devia e está certa!

    Mas esse é o tipo de reflexão que só o tempo nos dá.
    Qto mais avanço em minha idade, mais meus valores vão mudando, meu olhar sobre as coisas que acontecem na minha vida e dos que me cercam, tem sido diferente. bem mais maduro ou centrado.

    Um gde bj e fique c/ Deus!!

    ResponderExcluir
  14. Oi amada Luci, que coisa mais legal que vc escreveu. Ainda mais agora que eu ja estava botando a mãozinha fora "daquele"poço que eu escorreguei e cai dias atrás, lembra? Pois é, seu texto foi a mão que me puxou para fora. Sei que outros poços estão pelo caminho, mas também sei que ja estou "pegando as manhas", como se diz aqui no nordeste, e que cada vez que cair, eu encontrarei uma maneira mais fácil de voltar a superfície. Agradeço a Deus pela for,a que você e tantas outras amigas blogueiras me deram. Deus abençõe todas vocês. Um beijão para ti criatura adorável.

    ResponderExcluir
  15. Amiga Vida que maravilha de texto... que bom ler cada pedacinho que está neste post. Muito obrigado por me fazer feliz. Sua felicidade nos contagia e transborda de tanto amor que esqueço até o que estava me aborrecendo.
    Você é linda demais minha vida.
    Já conheço o Alçexandre e seu blog e realmente vale a pena visitar e conhecer o trabalho que ele faz e as coisas lindas que nos mostra.

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Querida,
    Lindo texto!
    E me identifiquei muito!
    Postei o selo que me deste e te dediquei outro.
    Aceita?
    Beijos e boa noite
    E muito obrigada por seu comentário ontem, me emocionou saber que ficou esperando meu post da quase madrugada rsrsrs

    ResponderExcluir
  17. Luci, vc está coberta e recoberta de razão...todos temos nossos momentos de tristeza, faz parte do aprndizado e da vida, não tem como ser diferente...às vezes tudo está bem com a gente ,mas sabemos que alguém que amamos não está...aí ,sofremos tb...E isso, há fases ruins, outras melhores...e vamos nós na gangorra de nossas existências...Não há receita. A receita é viver plenamente como dá pra viver, com o que temos e sermos felizes com isso.
    Belíssimo post!Bjs.

    ResponderExcluir
  18. Obrigada pela visita. Passei também, para lhe desejar um bom dia.

    ResponderExcluir
  19. Concordo, concordo, concordo!
    Costumo dizer que a gente pode escolher, sim, viver na luz ou nas trevas! Sei que as vezes eh dificil, mas me mantenho atenta para na luz, ver e viver melhor comigo e com os outros! Bjs mil!

    ResponderExcluir
  20. Oi Luci,bom dia !!!
    Também não acredito em "pessoas felizes" integralmente...são pessoas "brincando" de ser feliz,se auto sabotando...horrível isso,propaganda enganosa...
    Amei o texto,muito verdadeiro...
    Tenha um bom fim de semana...apesar do frio...mas temos agasalhos,cobertores...!!!
    beijo.

    ResponderExcluir
  21. Que lindo,Luci! cada um deve ser feliz com a sua vida, à sua maneira, sem querer entrar nas estatísticas estipuladas, não é?
    Ser nós mesmos e pronto! beijos,lindo dia!chica

    ResponderExcluir
  22. Luci,

    A melhor coisa da vida é escolher alegria, a felicidade!

    Seu post está pleno de idas e vindas, tomara que numa dessas vindas vc estacione na escolha só da felicidade, sem dar margem para qualquer tristeza se ela insistir em bater à porta!

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. olá, estou lembrando que esse foi um texto que mais me chamou atenção na época e me fez te acompanhar .. me identifico totalmente com tudo que está escrito nele e muitas sombras se dissiparam na época em que o li.. não é legal isso? bjks LIN

    ResponderExcluir
  24. A última frase do seu texto diz tudo. Beijos!

    ResponderExcluir
  25. pois é.... ser magra e ter marido é motivo prá ser feliz? Não sou magra e nunca fui e sempre fui feliz e bem resolvida. Quanto ao marido... bem... sou casada só há 27 anos.... então estou esperando que ele aprenda algumas coisinhas....kkkkkk
    bjs
    Sônia

    ResponderExcluir
  26. Olá Luci!
    Faz muito tempo que não consigo parar e ler as postagens dos blogueiros que admiro. A vida tem andado um tanto corrida... Hoje dei um chega pra lá em um montão de coisas que tinha pra fazer e aqui estou a bisbilhotar os blogs alheios.
    Fui premiada ao escolher visitar o seu. Essa leitura que acabo de fazer caminha na exata direção do que penso, então me sinto aliviada por não pensar assim sozinha. Ufa, que peso pode ser a gente se sentir feliz mesmo passando por dificuldades! Tem muita gente que não consegue entender... Já passei por essas fases que vc descreveu e hoje lamentavelmente(para muitos) aprendi que felicidade não é sinônimo de alegria. Posso ser feliz e estar triste momentaneamente.
    Sou feliz sim, o dom da vida recebido de Deus é o meu principal motivo de ser feliz. Tenho filhas, um grande amor, sou magra, mas não sou o protótipo da felicidade ambulante por causa disso.Tenho um montão de coisas que não curto em minha figura (ser branca tipo vela é uma delas), mas longe de mim ser infeliz por isso. Minha felicidade talvez, venha de uma sintonia com a vida, com o simples, com Deus.
    Que assim vc continue caminhando e a cada dia uma nova experiência de felicidade aporte em sua vida.
    Bjks

    ResponderExcluir
  27. Oi, Luci,
    Venho lendo suas postagens calmamente, para saborear mesmo. E sempre me delicio. E sempre gostando cada vez mais.
    Quanto ao sentir-se ou não feliz, começo a crer que é predisposição, sabia? Tenho visto tanta gente que não curte o dia a dia, acha tudo um saco que só posso pensar que elas não nasceram predispostas à felicidade! Não é uma possibilidade?
    Outra possibilidade pode ser o medo! É, medo de admitir ser feliz e despertar as sombras, atrair desagrados do destino, ah não sei!
    Sei apenas que penso como vc: felicidade é o pacote inteiro!
    Bjsssssssssss, quérida!

    ResponderExcluir
  28. Oi Luci. Olha, todas as vzs que vc posta algo escrito, sempre admiro, confesso tentar achar as palavras certas p lhe escrever mas... me sinto tão pequena perto de vc!Verdade, vejo vc uma super mulher, forte, daquelas que vai e abafa msm! Admiro mt,msm q mts vzs me mantenho aqui, em meu silêncio. Amei td q escreveu, enfimuma hora te conto o q houve essa semana q passou cmg, só pra adiantar, do nada, eu, com uma úlcera na córnea, e o médico me dizer q se eu tivesse esperado mais 4 dias, eu ficaria cega. Foi um baque! Logo eu que só penso no corpo... Ainda dói... Depois conversamos. Te sigo aqui tb, ok. Bjs e fique na PAZ! ps.te gosto mt!

    ♥Gi♥
    Meu Blog
    ♥ DOCE ENCANTO ♥♥ DOCE MAGIA ♥

    ResponderExcluir