13 de set de 2012

como me tornei artesã? parte II

esse  post foi publicado inicialmente em 05/04/10

Deus, o Universo, ou o que quer que você acredite, conspiram e trabalham direitinho ;) Há muitos anos eu trabalhei 5 anos sem carteira assinada e andava maldizendo isso porque teria que trabalhar 5 anos a mais até me aposentar. E não é que tudo isso estava acontecendo justamente faltando 5 anos para eu me aposentar? Eu explico.
Foi boa a conversa com o patrão. Estávamos em agosto e eu ainda trabalharia até dezembro. Financeiramente eu receberia tudo que tinha direito mais uma gratificação pelos 16 anos que trabalhei com ele. Para completar, ele me deu também o valor correspondente aos 5 anos que eu ainda tinha que pagar, pelo máximo, de INSS até me aposentar. É, é isso mesmo. Sendo assim, eu estava recebendo o presente e as condições que me permitiriam não ter que trabalhar fora esses 5 anos que faltavam para a aposentadoria (agora faltam 2 anos e meio, se a política não mudar).
Início de setembro eu já tinha passado todo o meu tabalho para uma pessoa de São Paulo e não tinha quase nada para fazer. Também não tinha mais porquê aguentar os pitis do chefe (não do patrão) e pedi para sair antes da data combinada. Patrão me liberou, me pagou salário como se eu tivesse trabalhado até dezembro e me deu um super presente. Ele sempre gostou de dar viagens de presente para as pessoas que trabalhavam com ele. Uns 10 anos antes eu ganhei minha primeira viagem a Europa. Ele sabia que eu tinha um sonho de conhecer Paris e fez uma aposta comigo em cima do preço de ações de uma empresa que era negociada na Bolsa e eu ganhei. Fui a Paris, Londres e 5 cidades da Itália. Um sonho!!!!! E agora na minha saída da empresa, ele me deu uma nova viagem dizendo que era para eu descansar de tudo que tinha passado (ele se referia aos meus pais que um dia eu conto para você) e me deu uma viagem a Lisboa, Madri, Santiago de Compostela, Barcelona e Paris (tinha que voltar a Paris). Não preciso dizer nada, né? Foi bomdemaisdaconta. Viajar, conhecer outros lugares, nem que seja a cidade vizinha, não tem preço.
Saí da Empresa, fiz minha viagem e voltei. E agora? O que fazer? De uma coisa eu tinha certeza: não queria mais trabalhar no Mercado de Capitais. Chega! Alguns amigos até me mostraram algumas propostas, mas nenhuma que valia a pena.
Eu sempre tive planos de trabalhar com artesanato quando me aposentasse, algo que eu gostava. Daí pensei... Deus está me dando a oportunidade de fazer o que eu quero justamente 5 anos antes de me aposentar, já que eu maldizia esses 5 anos. Ninguém mais dependia de mim financeiramente. Tinha meu apartamento próprio e meu dim dim guardado. Peguei esse valor, dividi pelo número de meses dos 5 anos até aposentar para ter idéia do que eu podia gastar por mes. Mudei meu estilo de vida e resolvi me tornar artesã.
Sei que há pessoas que têm problemas quando precisam abrir mão de coisas materiais, eu não tenho nenhum, aliás é algo que venho fazendo aos poucos, me desligar cada vez mais do material. Abri mão de algumas coisas que não faço hoje para não ter maiores despesas. Eu costumo brincar com o seguinte exemplo: eu adoro um vinho.. huummmm mas hoje eu não pago R$100,00, R$80,00 ou R$50,00 num vinho... bebo um de R$20,00, R$10,00 feliz da vida!!!!! Não tenho viajado, algo que adoro, mas sou feliz e faço planos de viagens para quando a aposentadoria sair. Aqui estou eu trabalhando em algo que não paga minhas contas mensais, mas nunca fui tão feliz. Sei que sou uma privilegiada e dou graças a Deus por isso. Tenho tranquilidade, faço o que quero, quando quero e na hora que quero. Passo o dia aqui entre pincéis e tintas que nem vejo o tempo passar. Faço cada peça com carinho e amor como se fosse para mim mesmo. Me enche de alegria ver a carinha e as palavras das clientes quando vêem suas encomendas. Tenho uma família maravilhosa que amo e sei que me ama, que me apoiou demais quando tomei essa decisão, assim como os amigos queridos.
Tomada a decisão comecei a pesquisar no orkut sobre trabalhos que eu nunca havia feito e me deparei com a decoupagem, foi amor a primeira vista. Até então eu fazia bordados, pintura em tecido e uma coisa ou outra que ía aprendendo. Procurei ler bastante, comprei o material e assim nasceu minha primeira caixinha que é um horror hahaha Quem sabe como se faz nunca deve ter visto uma guardanapo tão mal colado. Eu ainda não sabia direito como fazer e fui no instinto. Também fiz alguns cursos e as amizades com outras arteiras também me ensinou muito.
O próximo passo foi abrir o blog Artes da Luci onde posto meus trabalhos e de onde vem 90% das encomendas que recebo. Para vocês terem idéia, não tenho mais como pegar lembrancinhas até fevereiro do ano que vem, graças a Deus. Quase todos os dias recebo pedidos de orçamento. Ganhei clientes e acima disso, ganhei amigas. Já mandei trabalhos meus de Manaus a Porto Alegre. Claro que adoro receber elogios sobre meu trabalho e fico feliz de ver meu progresso. Tenho muitos projetos de novos trabalhos, mas o meu pior inimigo é o tempo. Já tentei encontrar gente para trabalhar comigo, mas ainda não consegui nada, pois se conseguisse alguém que ao menos desse base e lixasse as peças para mim, já seria maravilhoso. O grande problema é que trabalhasse muito e ganhasse pouco, pois como já disse acima, artesanato não paga minhas contas. Muita gente me pergunta sobre eu abrir uma loja, mas eu não tenho esse sonho, pelo menos não agora. Penso que ter uma loja, além de grande investimento, que não tenho, me faria ir para outro lado. Teria que me preocupar com contabilidade, funcionários, estoque, tantas coisas que onde estaria o tempo para fazer os trabalhos? Claro que isso ficaria em segundo plano e não é o que quero. Hoje estar aqui no meu cantinho tem me bastado. Quero cresce aqui, em aprenizado, em prazer.
Eu recebia muitos emails e comentários no blog de trabalho me perguntando sobre como eu fazia alguma coisa, qual material usava... e foi assim que nasceu meu terceiro blog: Artes da Luci - Postando sobre Artes. É nele que passo para outras pessoas o pouco que sei, dou dicas, posto passo-a-passo ensinando como faço alguma coisa, compartilho material e faço amizade com outras arteiras que fazem lindos trabalhos e com quem também aprendo muito. Lá tem a lista de blogs de artes que acompanho e se você quiser conhecer, vai clicando lá.

E foi assim que uma professinha virou operadora do mercado de capitais que virou artesã.

toalha de tecido de fralda pintada a mão


camiseta que pintei para meu irmão
nossa, pintei muitas camisetas ao longo da minha vida


jogo de toalha de banho bordado com ponto de cruz
adoro fazer isso, sempre tenho um bordado ao meu lado na cama :)

ovos de galinha pintados a mão e recheados com confeti de chocolate



minha primeira caixinha :P

primeira feirinha que participei


com amigas aqui em casa aprendendo juntas


aprendendo a técnica de pastilhas

fazendo curso


eu e a amiga Tatiana nos reunimos para aprender e fazer nossa primeira caixa com tecido


Adicionar imagem Sobrinha encomendou caixa com fotos para presentear a Talita Rebouças de quem ela é super fã


eeeee... tchan tchan tchan
essas fotos foram tiradas há algum tempo e são do meu quarteliê \o/\o/


Essa mesa eu comprei na época para colocar meu pc, mas acabou servindo muito bem para eu trabalhar, vejam que coloco coisas na parte onde seia o techado, o que me auxilia bastante, sem contar o fato dela ter rodinhas e eu poder empurrar prá cá e prá lá.


Não saiu nas fotos, mas também tem um guarda-roupas de 8 portas onde guardo material também. Hoje a arrumação está um pouquinho diferente no que diz respeito a arrumação de material. Tenho muita vontade de dar uma arrumada e enfeitada nele, mas falta o danado do tempo.

E então? Gostaram?


38 comentários:

  1. Luci, que história linda! Você foi muito corajosa! E que patrão de sonho, menina, nossa! Eu tenho esse sonho também, de trabalhar só com artesanato e minhas costurinhas... Será que o universo vai conspirar ao meu favor também ??

    Uma Páscoa de paz pra você !

    bjobjo

    ResponderExcluir
  2. Adorei essa postagem...viu


    abraços


    Hugo

    ResponderExcluir
  3. Oi, Luci,
    Fiquei encantada com a sua história! Como a vida dá reviravoltas e traz tantas surpresas não é mesmo? Eu também fui professora, por exatos 21 anos, pedi demissão, mudei de cidade, não cheguei a me aposentar e estou pensando em trabalhar com artes manuais, que me dão imenso prazer! Histórias assim como a sua são inspiração e esperança! Desejo uma feliz Páscoa e agradeço por ter compartilhado sua linda história!
    Beijos, saúde e boa sorte!

    ResponderExcluir
  4. Admiro sua história. Acho que muitas vezes precisamos abrir mão de algumas coisas e ir atrás daquilo que nos faz feliz. E vc fez isso. Ainda que ninguém entenda porque vc fez isso, vc sabe o quanto isso foi importante e sabe que há coisas que o dinheiro não pode comprar. Quando eu larguei meu emprego no ano passado, fiz isso pra buscar minha felicidade, pra buscar outros meios de crescer e ainda que ninguém entenda pq eu abriria mão de certas coisas, não há dinheiro que pague minha saúde e tranquilidade. Ainda estou buscando meu caminho e é muito inspirador ver pessoas que fizeram coisas parecidas e se deram bem.

    Também gostei de conhecer seu cantinho de trabalho. Feliz Páscoa!

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu...adoro voce e seus depoimentos....me identifico e fico motivada.....eu ainda estou começando nessa vida de "arteira"...de morar em outro país....de tantas outras coisas que eu nunca tinha imaginado e tantas coisas que ainda nao entendo, mas agradeço à Deus por cada uma delas na minha vida!
    Obrigada por compartilhar, amiga!
    Tenha uma linda Páscoa,
    beijinhos
    So

    ResponderExcluir
  6. Oi, Luci:
    Uma bela história de vida, dá um livro. Parabéns!! Que continue sendo muito feliz com seus belos artesanatos!! Beijos, :)

    ResponderExcluir
  7. Poxa, me emocionei com sua história!
    É isso aí, fazer o que se ama não tem preço né?
    Artesanato realmente não dá muito lucro, pois a grande maioria das pessoas não valoriza o trabalho que dá fazer as peças, mas, pelo menos pra mim, é algo maravilhoso, que me encanta e me alivia!
    Tenha uma semana abençoada.
    Beijocassssssssss
    ♥ Quel ♥

    ResponderExcluir
  8. Como gostei da história!
    Porque vc exemplificou com sua própria história o verdadeiro valor da vida.
    O verdadeiro viver bem, que é a arte de viver feliz.

    Na sua obra a gente percebe, nota o bom astral, o sentimento, o coração leve.

    Aqui no Japão o artesanato é tão valorizado. Em todo lugar, inúmeros cursos, as pessoas tem muito amor pela arte produzida pela própria pessoa, não apenas a arte comprada e consumida.

    Especial esse seu relato, acho que vai dar uma luz na cabeça de muita gente que te lê!

    Bjos e boa semana

    ResponderExcluir
  9. MARAVILHA DE POSTAGEM,LUCI E TEUS TRABALHOS, SEMPRE LINDOS! BEIJOS,TUDO DE BOM,CHICA

    ResponderExcluir
  10. Luci, fiquei bege com sua estória! Que coragem! Que mulher guerreira e de fibra vc é!
    E sortuda tb, né? Afinal ganhar de presente viagens pra Europa, não é pra qq mortal né não amiga?
    Vc bem que podia participar com suas coisas tão lindas da blogagem coletiva das cores...não sei pq não está participando...e nem precisa convite é só me avisar pra eu colocar o link no Colorindo a Vida.
    Ainda temos 6 semanas...que tal se animar?
    Bjs cor de rosa!

    ResponderExcluir
  11. Só posso dizer que o artesanato ganhou uma grande ARTESÃ! Artista mesmo! Trabalhos lindos, acabamentos impecáveis, tudo feito com muito carinho. Parabéns pela coragem de assumir seus sonhos e investir em algo novo. Vc merece tudo de bom!
    Grande beijo da amiga e cliente Denise hehehe

    ResponderExcluir
  12. Que história linda e c/ final feliz!

    Artesanato é tudo de bom, se as pessoas soubessem o qto distrai, faz c/ que a gente conheça mais pessoas, acho que não haveria tanta depressão nos dias de hj.

    A maioria acha que tem que ter talento, dom, mas não é verdade, a gente vai aprendendo, trocando técnicas e informações...

    Um gde bj e continue assim...FELIZ!!!

    ResponderExcluir
  13. Luci,

    Muito legal sua história, é isso ai, temos que fazer aquilo que nos entusiasma, que nos leva à satisfação.
    Parabéns pela simpatia e também pelas dicas preciosas para nós que estamos começando.

    ResponderExcluir
  14. Sabe de uma coisa? Você e sua história de vida revelam uma mulher tão forte, tão decidida...

    Te admiro...

    ResponderExcluir
  15. Linda história e belíssimos trabalhos!! já visitei e adorei sua lojinha virtual.E que cantinho organizado heim?! impressionante!!adorei!!
    BOA SORTE!!

    ResponderExcluir
  16. Luci
    Que história linda de uma mulher linda e maravilhosa como você.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Luci, linda a sua história e me identifico. Tem momentos na vida que percebemos...o que estamos fazendo? isso me faz feliz? preciso esperar me aposentar para fazer o que gosto?
    Estou nesse impasse hoje, irei me casar ano que vem, planejando casamento, filhos, vida familiar, e tendo estes questionamentos. Estou começando nesse mundo dos blogs e artesanato, qualquer tempinho que tenho aproveito para fazer arte...hehehe. Você é uma mulher de coragem, que quer ser feliz hoje, e não amanhã, ou daqui a 5 anos. Seja muito feliz, e saiba que nosso tempo é valioso, devemos aproveitá-los com as pessoas que amamos, fazendo aquilo que gostamos.

    ResponderExcluir
  18. Olá, adorei!! nossa, isso tudo dá um livro bem bacana.. e já me candidato a ser sua assistente na confeccção de caixnhas .. pra onde mando o currículo? rsrs.. temos a mesma idade mas eu acho q não fiz muita coisa em minha vida e as vezes me deprimo por isso . mas isso é outra história .. bjs e o visual daqui tb ficou 10.. as estrelas combinaram perfeitamente.. bjs LIN

    ResponderExcluir
  19. Amei seu cantinho, nossa é lindo, organizado eu ainda terei o meu se Deus quiser e me ajudar a vencer todos os obstáculos, tenho trabalhado muito para isso. Parabéns, Deus a abençoe!

    Debora Rocha

    ResponderExcluir
  20. Que legal sua história!!!!! Adorei!

    Adorei e super amei seu patrão!! Qeu homem de bem né? Deve ser uma pessoa de muito sucesso e de bom coração, nunca vi isso na minha vida, sempre traabelhi pra gente mesquinha... depois lecionei tb pra municipios, empresas e governos idem .... tanto que to em casa cuidando de mim por esses meses ate ver o que farei ... to estudando coisas novas pra mudar de área logo.

    Enfim o artesanato te faz feliz! Eu to lendo muito e vou pintar meus oratórios... vamos ver preciso relaxar...

    Acho que vc deveria dar aulas Luci.

    bjooo

    ResponderExcluir
  21. Adorei!!!!!!!!!! Sua história é linda e inspiradora. Seu quarteliê é muito fofo.... e seus trabalhos muito bons... até mesmo sua primeira caixinha, que é muito fofa.
    Sua vida é uma série de fatos que se encaixaram direitinho, aparentemente sem falhas. Que isso continue sempre.
    bjs
    Sônia

    ResponderExcluir
  22. Delicia de estoria...Fralda de pano pintada a mão, eu usei..rsrsrs! Adorei teu canto Luci, conta mais estoria? Bjo!

    ResponderExcluir
  23. Ei Luci!!!
    Que história bacana, menina!
    Tudo foi se encaixando direitinho, dando tudo certo. Sei que passou por "perrengues" (não sei a história dos seus pais, mas imagino que não deve ter sido nada fácil). Mas Deus sempre se mostrou muito amoroso com vc, não é mesmo? Acho que por isso vc se mostra ser uma pessoa tão bacana, solidária e feliz, vc recebeu tudo isso, então pode e quer doar isso tb ;)
    Deus continue cuidando muito carinhosamente da sua vida e dos seus.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  24. Linda história de vida. Eu tenho tentado fazer alguma coisa de artesanato. Tenho coragem. Vou aprender. Me faz muito bem.


    Bjos Luzia

    ResponderExcluir
  25. Essas transformações que a vida nos dá é sempre fascinante. A sua, mostra que Deus sempre sabe o que é melhor para nós e que tudo, no final, acontece no tempo e do jeito que tem que ser.
    Tenho muito orgulho de estar conquistando sua amizade e podendo conhecer mais de você.

    Quanto suas artes, sou testemunha de como são lindas - o conjunto de caneca e prato de porcelana pintado à mão, foi motivo até de "briga" aqui em casa, já que minha mãe se encantou tanto, que acabou "ganhando" de dia das mães! kkkkk

    E que seus caminhos continuem sempre assim, se abrindo para novas e belas possibilidades.
    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Luci,

    Adorei conhecer um pouco mais de você. O seu astral sempre me passou que vc é iluminada e generosa, a vida só dá retornos de qualidade para pessoas assim.

    Muitos e muitos mais girassóis em sua vida!

    Beijos

    ResponderExcluir
  27. Que bom que depois de longos anos trabalhando duro, vc hoje consegue ter muito prazer no artesanato e ainda nos ensina. Parabéns , Luci, adorei te conhecer mais! Beijos

    ResponderExcluir
  28. Luci, não tem nada melhor do que fazer aquilo que a gente gosta, seja gritando na bolsa ou fazendo uma bolsa...hahahahaha

    Parabéns por TODAS as suas conquistas!

    Bjs

    ResponderExcluir
  29. Nessas fotos , vc ta com uma cara tão feliz, alias vc tem uma carinha de protetora, dá vontade de te dar um abraço... Então, sinta-se abraçada
    Beijos
    http://jeitofelizdeser.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  30. Adorei a sua história!!!
    Também sou professora e muitas vezes penso em trocar de ramo, gostaria de seguir algo com artesanato, mas como você disse, isso não paga minhas contas, daí preciso continuar trabalhando...
    Lindo o seu quarteliê, estou querendo organizar o meu, preciso dividir o espaço dos livros e materiais da escola com os materiais dos artesanatos, me inspirei um pouco mais vendo as suas fotos.
    Parabéns pelo blog, vou visitá-lo sempre que tiver um tempinho.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  31. Olá querida!Fiquei muito feliz em saber da sua Historia!Eu também faço artesanato e eles me fazem muito feliz :)
    Trabalho em uma empresa 9 horas por dia e isso me deixa super cansada e ainda mais não trabalho com que eu gosto...
    Sou a favor de pouco dinheiro mais ser feliz com o que faz.Pois do que adianta ter grana e ser uma pessoas estressada,triste e desmotivada?
    Conheça meu cantinho,ficarei muito feliz com a sua presença.
    Lauramferreira.blogspot.com
    XerOOo

    ResponderExcluir
  32. Luci, adorei ler sua história. Eu me identifico com muitos pontos dela e é interessante conhecer um pouquinho mais sobre alguém que a gente só conhece no mundo virtual ( continua sendo virtual mas é um pouco da sua vida).
    Vendo seus trabalhos sempre pensei que você fosse artesã desde criancinha. Seu sorriso e a delicadeza de seus traços, sejam no bordado, na pintura e nas letras ( escreve bem, hein!)transbordam e alegram parte dos meus dias.
    Parace que sua "missão" por aqui e trazer alegria.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  33. Linda história, coragem para mudar de vida radicalmente e buscar a felicidade e assim ser Feliz! Deus a abençoe. Admiro-a muito! beijos.

    Debora Rocha

    ResponderExcluir
  34. Oi, Luci!
    Sua história é admirável! Parabéns pela dedicação, disciplina e, principalmente, amor pelo que faz!
    Bjssssssssssssss, quérida!

    ResponderExcluir
  35. Amei! adorei lê e saber um pouco da sua história de vida.

    Beijos e boa sorte!

    ResponderExcluir
  36. Engraçado, quando olhamos as fotos, dos trabalhos, nos atelies das blogueiras, nem imaginamos, que por traz de tudo, a uma linda estória, vc simplesmente, deixou tudo, para fazer em seu tempo sua arte, de seu modo e maneira, meu bloguinho é pequeno rsrs, e eu nem tenho ainda cantinho, quando comecei a ler sua estória, parei.... e refleti... é isso que quero mesmo :), achei seu blog, pelo da elaine gaspareto, pois ela comentou de você no blog dela, e já gostei.. agora estarei vindo aki beijinhos

    ResponderExcluir
  37. Bacana sua história ,parabéns por tudo que passou superou e ainda supera com ajuda de Deus,Que o Senhor continue te abençoando,muita experiência para passar para cada uma de nós!Faço parte do seu outro cantinho.
    bjinss!

    ResponderExcluir