6 de jul de 2011

respeito é bom e eu gosto

O Globo noticiou ontem que câmeras flagraram um homem que quebrou a imagem de uma santa durante a missa. Antes de sair ele gritou várias vezes "adorai só a Deus".Acho isso um absurdo. Sei que essa é a maior acusação que evangélicos fazem a nós católicos, de adorarmos imagens. E esse tipo de atitude que esse homem teve é mais comum do que se imagina. Uma vez na igreja que eu frequentava, numa missa durante a semana, que geralmente são mais vazias, diversas pessoas entraram e foram se colocando ao lado das pessoas que participavam da missa e começaram a apontar as imagens e a dizer que era coisa do diabo e coisa e tal.
Me pergunto onde está o respeito? Entrar na minha igreja e fazer isso? Imagino o quanto Deus deve ficar feliz com essas atitudes. Cada um tem o direito de escolher a religião que quer seguir e até mesmo de não seguir nenhuma, mas ninguém tem o direito a atitudes como essa. Cuide da sua religião, da sua igreja e deixe a dos outros em paz. Respeito!!!! Se eu adoro ou não as imagens é um problema meu e sou eu que vou responder a Deus por minhas atitudes, e Ele sabe que eu não adoro. Nós veneramos os santos, o que é bem diferente. Mas as outras religiões não querem saber disso, querem apenas acusar, julgar. Deveriam ler na Bíblia onde Jesus diz para não julgar, porque da mesma forma que julgares serás julgado.
Aliás fala-se muito de católicos que se tornaram evangélicos, mas na verdade a grande maioria só tinham o título de católicos, pois nem frequentavam nem conheciam a religião. Me lembro que quando nova, e você perguntava a religião do outro e ele era do que se denomina evangélico hoje, tinham os batistas e metodistas, as mais conhecidas. Hoje é evangélico, o que o católico também é porque segue o evangelho. Mas existem hoje no Brasil mais de 600 igrejas evangélicas. Hoje, aluga-se uma casa, dá um nome, e vira igreja evangélica. Geralmente elas vão permitindo coisas que outras igrejas não permitem, e muitas, se analisadas, vão contra o evangelho em muitas coisas. E aquilo que está na Bíblia não pode ser mudado.

Enfim, vamos parar de julgar o outro, vamos respeitar o outro e sua crença, pois foi o que Jesus ensinou, não julgar e amar o próximo e não disse para você escolher qual próximo amar e respeitar.

obs. Ao longo da minha vida tive e tenho ainda muitas amigas de outras religiões, principalmente na mocidade, e nunca tivemos problemas em  relação a isso, sempre nos respeitamos.

15 comentários:

  1. Oi Luci,bom dia !!
    Ahh...desculpe o chavão...mas concordo c/ vc e tbm fiquei perplexa!!
    As pessoas "se convertem" por fora,e não querem aprender ou não "ensinam" q conversão é questão de "coração",de sentimentos,exemplos.Por fora bela viola,por dentro "alma bolorenta" !!
    Infelizmente minha cunhada "se converteu",só se foi p/ pior...só lamento,pelo irmão dela,meu marido !!
    Começou a nos agredir verbalmente,achando q estava "pregando",falando justamente das imagens q temos,e eu c/ o "saco" já abarrotado,falei q então era melhor q recolhesse os portas retratos espalhados pela casa dela,q inclusive tinha fotos de pessoas q já partiram dessa vida!!
    Mas Luci, nós somos de uma geração q aprendemos a respeitar os "crentes e protestantes",taí a grande diferença...nos dias de hj,eles se preocupam mais em agredir e tentar impor as suas verdades,as doutrinas q eles "inventaram",veja bem,estou falando dos "evangélicos", que pelo menos c/ a minha infelizmente cunhada,não respeitam nem os DEZ MANDAMENTOS.
    Agora vem cá, uma pessoa q foi criada na Igreja Católica,pelo menos aprendeu essas LEIS,então nem precisa mesmo aprender em outra,respeito,amor ao próximo,generosidade,fraternidade e outras mais,realmente nem precisa de religião,basta ter um pouco de saúde mental,saber viver em sociedade é procurar no mínimo RESPEITO.
    Luci,desculpe,empolguei um pouquinho além da conta...fico revoltada mesmo,veja bem,morei por 1 ano e meio em cima de uma igreja evangélica,aturamos de um tudo,volume alto,pregação,"exorcismos",falta de respeito c/ horários etc e tal.Nem por isso,invadimos a igreja deles,e fizemos arruaças,gritarias e caluniamos ninguém.Pessoas do nosso convívio,tentaram até fazer piadinhas do tipo,agora vcs irão se converter...era mais fácil,EU FAZER A CABEÇA DO "PASTOR"...kaka.
    Gostei deste post,e desculpa o tamanho do comentário,tá?
    Excelente dia p/vc e beijo.
    Vania.

    ResponderExcluir
  2. falta de respeito hoje em dia parece ser moda......horrível isso. Evangélicos tentarem converter os 'infiéis' é uma coisa 'dos inferno'...kkkkkkkkkkkkkk... parecem muçulmanos numa jihad.... Oh gente chata! Não tenho religião, mas fico no meu canto...... se vier me encher, vai ouvir o que não quer.... que o diga as testemunhas de Jeová que aparecem na minha porta... coitados.....kkkkkkkkkkkk
    bjs
    Sônia

    ResponderExcluir
  3. Luci,

    Quando algum evangélico quer criticar imagens, sempre pergunto: você gosta de guardar fotografias de seus entes queridos? Para mim (fui educada como católica, mas há muito não sigo qualquer ritual), os santos sempre foram imagens de pessoas que aprendeu-se a gostar, a admirar.

    Vejo os fanáticos como pessoas doentes. Há os maus também, mas a maioria é gente com desequilíbrio afetivo, emocional, financeiro, sei lá....São inconvenientes, chatos e desrespeitosos!!!

    Tem um crente desses que me segue no tt. Sigo-o também! Mas comigo ele não tem abertura para o discurso decorado... Tentou 2 ou 3 vezes, fui clara: não gosto desse papo, se continuar, deixo de segui-lo. Tenho peninha dele, parece tão carente!

    Obrigada de coração por seu tempo no Colheita e seu comentário! Ontem recebi comentário do artista plástico angolano que citei no último post. Ele mora em Portugal e se disse emocionado com as postagens sobre Angola. Fiquei muito feliz.

    Girassóis nos seus dias!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Luci,
    Respeitar a crença, os gostos, tudo dos outros. Por isso há tanta guerra no mundo, as pessoas se interessam mais pelo os que os outros são do que do que eles mesmos são. E podemos viver com todo tipo de diferença. Namorei muito tempo com uma pessoa batista e logo no inicio ele quis implicar com minha devoção a Nossa Senhora. Falei que cada um tem a sua religião e que eu respeitava a dele e que ele respeitasse a minha. A partir do momento que cada um respeitou o outro vivemos bem, mesmo com diferenças de credo. Deus não quer julgamentos, todos são filhos dele. Não é porque temos devoções diferentes que ele irá nos aceitar diferentemente uns dos outros.
    Julgar jamais! Respeitar sempre
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  5. Olá, minha querida!
    Pois é, esse é o grande mal atual da humanidade, a intolerância... Se cada um cuidasse de sua vida e deixasse a dos outros em paz, o mundo seria muito melhor.
    Fico aqui pensando o que Deus acha disso tudo... creio que Ele deve estar morto de vergonha de nossa mentalidade mesquinha e egoísta!...

    ResponderExcluir
  6. Nossa! Que absurdo! Que falta de respeito! Eles acham que Deus não está vendo tudo isso? Para eles, eu tenho um recado: "Comporte-se, pois você está sendo observado!"

    ResponderExcluir
  7. Pois é! Não entra na minha cabeça isso, não! Tem crentes (pessoas que creem) que exigem respeito pela sua crença, mas não pensam q devem os outros tem o mesmo direito!
    Tbm tenho amigos com várias crenças. Umas das coisas 'combinadas' é não entrar nessa questão, pois não queremos atrito. Eu tenho uma amiga q vai a uma igreja evagélica, mas acredita no espiritismo. Ela diz q na igreja ela lê e eles a ajudam a interpretar o evangelho. No espiritismo ela faz uma interpretação mais abrangente e as lições são mais 'lógicas'. Com ela eu gostava de falar sobre religião e evangelho, me ensinou mta coisa!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Tá certíssima! Tenho um ranso evangélico e não concordo com a atitude fanática de alguns protestantes por aí. Fico perplexo com alguns que partem pra ignorância e não respeitam a fé alheia... Se eu não concordo com sua religião o problema é meu e eu não posso ofender o seu credo por isso. Gostei do blog e to seguindo!

    ResponderExcluir
  9. Estou perplexa! Engraçado que os princípios básicos ensinados por Cristo: Tolerância, Caridade, Amai seu próximo como a ti mesmo, não julgueis, para não serdes julgados - são secundários em nome de uma religião feita por homens e para os homens!
    Não sou evangélica, tampouco católica, e meu filho também, mas na escola - que deveria ser laica - a maioria dos amiguinhos dele e muitos professores são evangélicos- dai, chegou em casa todo preocupado, por que disseram que ele iria pro inferno!!!
    Com calma, expliquei que quando perguntassem a religião dele, ele dissesse que é Cristão, pois acreditava e seguia os ensinamentos de Jesus Cristo.
    Ainda assim, volta e meia, volta pra casa, repleto de insinuações maldosas...
    Não consigo conceber uma religião que se diga Cristã e que ao mesmo tempo seja excludente e intolerante!

    ResponderExcluir
  10. Tá certíssima Luci! Sou kardecista, mas se alguém quebrar meu São Jorge acho que pego a lança dele e enfio no palhaço naquele lugar onde o sol não bate! Bjo!

    ResponderExcluir
  11. Luci!!! Palmas pra vc!
    Excelente post!!!
    COncordo com vc e RESPEITO É A BASE sempre!
    BJão
    da Li

    ResponderExcluir
  12. Oi Luci

    Concordo com tudo que você escreveu, também acho que essas pessoas deveriam respeitar mais os outros, pois cada um segue o que quer e bem entende.
    Abraços

    ResponderExcluir
  13. É sempre complicado quando a intolerância impera...
    :/

    ResponderExcluir
  14. Luci,
    só vou contar uma historinha. Quando um evangélico chega pra mim com o papo "tem que encontrar Jesus" eu sempre rebato com a pergunta: por que você acha que eu não encontrei? Nunca ouvi uma resposta coerente e a maioria se manda após a pergunta. Fé é uma questão intima e religião é uma opção pessoal.
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  15. Achei isso um absurdo!!!
    Fiquei mega chocada!!

    bj

    ResponderExcluir