18 de jul de 2012

Como se mede uma pessoa



Os tamanhos variam conforme o grau de envolvimento.

Ela é enorme quando fala do que leu e viveu, quando trata você com carinho e respeito, quando olha nos olhos e sorri destravado. 
É pequena pra você quando só pensa em si mesmo, quando se comporta de uma maneira pouco gentil, quando fracassa justamente no momento em que teria que demonstrar o que há de mais importante entre duas pessoas: a amizade. 

Uma pessoa é gigante pra você quando se interessa pela sua vida, quando busca alternativas para o seu crescimento, quando sonha junto. 
É pequena quando desvia do assunto.

Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende, quando se coloca no lugar do outro, quando age não de acordo com o que esperam dela, mas de acordo com o que espera de si mesma.
Uma pessoa é pequena quando se deixa reger por comportamentos clichês. 

Uma mesma pessoa pode aparentar grandeza ou miudeza dentro de um relacionamento, 
pode crescer ou não num espaço de poucas semanas: será ela que mudou ou será que o amor é traiçoeiro nas suas medições? 
Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande. 
Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo. 

É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas se agigantam e se encolhem aos nossos olhos. 
Nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de ações e reações, de expectativas e frustrações. 
Uma pessoa é única ao estender a mão, e ao recolhe-la inesperadamente, se torna mais uma. 
O egoísmo unifica os insignificantes. 
Não é a altura, nem o peso, nem os músculos que tornam uma pessoa grande. 
É a sua sensibilidade sem tamanho!


Tenho esse texto nos meus arquivos, sem a autoria. Na net você encontra como sendo de autoria de William Shakespeare e Martha Medeiros... Vai saber...


Uma semana abençoada!

5 comentários:

  1. É UM LINDO TEXTO MESMO,NÃO SEI A AUTORIA CORRETA.BEIJOS,LINDO DOMINGO E BOA SEMANA,CHICA

    ResponderExcluir
  2. Dificil mesmo medir uma pessoa. Um determinado momento que queremos um pessoa grande ao nosso lado vimos que ela é pequenininha. E tem também outras que achamos tão pequenas nos surpreendem como enormes te acolhendo e entendendo.
    Lindo texto.
    Bjs
    Adriana

    ResponderExcluir
  3. Uma pessoa pode ter grandes e pequenas atitudes,porque temos os dois:qualidades e defeitos,mas o que determina a grandeza da alma é qual o lado da balança que pesa mais. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oi Luci,

    Texto perfeito independente do autor.
    Acho que todo mundo é pequeno e gigante em alguns momentos da vida. É mais ou menos como disse a Licia no comentário acima.
    Sinceramente, eu nem sempre me arrependo dos momentos que aos olhos de alguns, fui pequena... Acho que se fazer de vítima, sempre também é uma forma de ser.
    Se pra ser grande eu tenha que bajular quem se sente maior ainda, então serei pequena, até quando minha consciencia assim quiser. Também não vejo nada de grandeza, atacar e se esconder. Por isso que estou sempre aberta, seja para o que for, sempre temos o que aprender, certo? Assim como ensinar.

    Beijos

    ResponderExcluir