24 de jan de 2012

quecouve???


Ontem vi esse selo no Facebook e adorei. É uma coisa que me acontece, gente que me admira demais, que me gosta demais, que um monte de coisa demais e que de repente, muda ou para de falar comigo e eu não faz a mínima idéia do motivo. 
A primeira reação que temos é nos questionar o que fizemos de errado. Porque sempre achamos que nós que estamos errados? Será que disse algo que não devia ou será que foi porque não disse algo? Eu não sou pessoa de muito nhem nhem nhem. Não sou de ficar ali enchendo de elogios e declarando amor prá toda vida, porque acho que amizade não se alimenta com isso. Mas creio que é isso que muita gente espera.
Ontem eu ainda comentei com uma amiga sobre um jeito de ser que tenho. Se a pessoa vem e me conta algo sobre ela, algum problema, eu ouço, converso, mas depois não fico perguntando sobre aquilo, dou liberdade da pessoa me falar o que quiser, sem ficar especulando. Claro, pergunto como a pessoa está, como vão as coisas, mas não faço perguntas específicas.  Ao longo de um tempo notei que pessoas esperam isso, querem que você fique ali perguntando, falando. Precisam disso para se sentirem importantes e queridas. Bem, não sei se estou certa, mas é assim que sou.
Por outro lado, eu acredito que uma atitude madura, é quando o outro faz algo que você não gosta, não entende, ou ACHA que é com você, se dirigir a pessoa e perguntar. Assim você dá ao outro a chance de se explicar, se defender e com a questão resolvida a relação segue e cresce. Tenho certeza que se fizer isso, na maioria das vezes vai ver que não é nada do que estava achando. Muitas relações são interrompidas porque as pessoas não sabem conversar. Uma pena isso!

16 comentários:

  1. Acontece comigo. Não sou muito falante, principalmente quando há muita gente ao redor. Me preocupo com as pessoas, mas não faço perguntas. Tenho medo de ser invasiva. Algumas pessoas consideram isto indiferença. Não é verdade! Mas, fazer o quê?
    Bjkas.

    ResponderExcluir
  2. Pioe é que fica parecendo que a gente tem a obrigação de advinhar o porque da mudança do sujeito...

    ResponderExcluir
  3. OLÁ LUCY...
    ESTOU PASSANDO POR UMA FASE DESSAS...
    AS PESSOAS SIMPLESMENTE SOMEM E NEM DIZEM O PQ...
    CANSEI DE FICAR REMOENDO,TENTANDO ACHAR O MOTIVO PRA ESSE SUMIÇO...
    SE QUISER VOLTAR A CONVERSAR,SABE ONDE ME ENCONTRAR...
    BJINHOS E ATÉ MAIS...

    ResponderExcluir
  4. Puxa é mesmo, fico tão chateada com isso...fazer o q né? eu tenho minha consciência tranquila q não fiz nada!
    Bjks linda
    Marília

    ResponderExcluir
  5. Falou a mais pura verdade, Luci! Já passei por momentos em que pessoas confundiram o que eu disse, mas consegui conversar e resolver.
    E eu acho legal isso de perguntar no geral e a pessoa só falar se está acontecendo algo se quiser. Enfim. As pessoas são complicadas! rs
    Beijo no coração!

    ResponderExcluir
  6. Ih, acontece comigo direto. Como eu sou na minha por demais da conta as pessoas pensam que não me importo com elas. Mas é que nunca gostei de ficar xeretando e nem perguntando demais. Fico na minha.
    Mas nem te preocupas com isso não, vai ver é que a própria pessoa está passando por alguma dificuldade e se afastou de todos, não só de vc.
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  7. Oii, querida !!!

    Pois é, entendo qdo vc disse sobre o não perguntar. Sou dessas !!! E ajo assim pq tenho horror de ser invasiva ou inoportuna.Acho q temos q deixar a pessoa a vontade. Até pq eu não sou do tipo que gosta de "interrogatórios.hehehe

    Qdo alguém se afasta de mim, a primeira coisa q faço é me certificar se fiz algo errado.Se não fiz, fico chateadinha mas !!! Opção dela ,NÉ.

    Beijinhos

    Ana

    ResponderExcluir
  8. Luci amiga,comigo já aconteceu,mas,com pessoas que descobri não serem amigas,mas,OPORTUNISTAS.....ABRA O OLHO....Agora eu to muito esperta e essas 'PESSOAS" ainda tem a cara de pau de me ligar ou escrever com CARA DE PAISAGEM..no fim..são vítimas..ah,vai.........
    beijokas cainhosas..Claudinha
    RECADINHO:SE UMAS DESSAS QUE EU CITEI E SABEM DE QUEM ESTOU FALANDO,PAREM DE ME LIGAR OU MANDAR E-MAILS COMOVENTES...RECADO DADO APROVEITANDO O ESPAÇO DA MINHA AMIGA..KKK
    www.sonhofantasiarp.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Olá Luci!!!
    Quecouve?
    Pensei que ia falar em couves. (risos)
    Mas quanto ao seu tema, prefiro ficar na minha e problemas creio que se fossem fácil compartilhar e ter uma resposta rápida e simples o mundo não estaria tão cheio deles. Por isso, faz assim: Seja Feliz!!!!
    E aproveito para lhe deixar uma mensagem:
    "Desenvolver força, coragem e paz interior demanda tempo. Não espere resultados rápidos e imediatos, sob o pretexto de que decidiu mudar. Cada ação que você executa permite que essa decisão se torne efetiva dentro de seu coração." (Dalai Lama)
    Desejo um resto de semana abençoado e um final de semana mega feliz.
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderExcluir
  10. Você esta certa Luci, as pessoas não sabem mais conversar, é uma pena...
    E realmente as vezes a gente acaba não comentando com ninguém por achar que a pessoa esta ocupada ou já tem os seus problemas, e ela acha que o problema é com ela, quando na verdade somos nós. Chega e pergunta, oras, aí as coisas ficam claras, e não pairam dúvidas. Beijos amiga! (acho que já posso chamá-la de amiga, né?)

    ResponderExcluir
  11. Menina isso acontece muito, principalmente entre os blogueiros!
    Sei láa porque alguns sumiram...
    Escrevi e nao responderam...
    Estranho né?
    Nem procuro mais!

    bj

    ResponderExcluir
  12. Oi, Luci!
    Descobri que somos muito parecidas! Também procuro ser sempre atenciosa, mas mantenho uma atitude de respeito à privacidade alheia de não ficar perguntando e tal.
    Às vezes, a correria do dia-a-dia (questões de sobrevivência mesmo: trabalho, cuidar da casa...) também me impedem de ser o tão atenciosa quanto gostaria de ser.
    Enfim, é complicado agradar a todos e atender a todas expectativas. Amigos verdadeiros são os que podem compreender nossas limitações e jeito de ser, né?
    Querida, muito obrigada pelo seu apoio quanto àquele incidente que usaram indevidamente uma foto de um trabalho meu. Fico feliz quando sirvo de inspiração e outras pessoas tentam fazer algum trabalho que eu tenha feito. Eu mesma aprendo muito em tantos blogs bonitos por aí... Mas, o uso indevido de foto é diferente...
    Um maravilhoso fim de semana!
    Beijos,
    Vanessa

    ResponderExcluir
  13. Luci,virtualmente é muito facil ser mal interpretada!Comigo já aconteceu e dói demais porque não quis magoar a pessoa, mas usei a vírgula num lugar errado, fiz uma brincadeirinha e a pessoa entendeu que estava falando e pronto!...estoura uma bomba!...rss...acho que o melhor é deixar o tempo passar e as coisas vão se consertando!Bjs e bom sábado!

    ResponderExcluir
  14. Acontece mesmo,mas, fazer o que? Só lastimar!!!beijos praianos,chica

    ResponderExcluir
  15. Luci,
    Já perdi várias amizades por causa disso.
    Do nada, me cortaram, ainda procurei saber se havia um motivo e diziam que não e assim "finish".
    Me senti a bruxa malvada, mas depois percebi que não era eu, já que não havia motivo.
    Talvez minha presença já não é querida,mas fazer o que?
    Não se pode agradar a todos e muito menos exigir nossa presença né.
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. É Luci isso acontece com frequência, eu vou ficando na minha, porque não gosto de cutucar em feridas.
    Abraços carinhosos de
    Maria Teresa

    ResponderExcluir