18 de ago de 2013

Um Porto Seguro - livro e filme


“Nos momentos mais difíceis, o amor é o único refúgio” 


Autor: Nicholas Sparks
Titulo: Um Porto Seguro
Selo: Novo Conceito
Ano: 2012
Edição: 1
Número de páginas: 416  

Sinopse: Quando uma mulher misteriosa chamada Katie aparece repentinamente na pequena cidade de Southport, na Carolina do Norte, questionamentos são levantados sobre seu passado. Linda, mas discreta, Katie parece evitar laços pessoais formais até uma série de eventos levá-la a duas amizades relutantes: uma com Alex, o viúvo, com um coração maravilhoso e dois filhos pequenos, a outra com sua vizinha muito franca, Jo. Apesar de ser reservada, Katie começa a baixar a guarda lentamente, criando raízes nessa comunidade solícita e tornando-se próxima demais de Alex e de sua família. No entanto, quando Katie começa a se apaixonar, ela se depara com o segredo obscuro que ainda a assombra e a amedronta: o passado que a deixou apavorada e a fez cruzar o país para chegar no paraíso de Southport. Com o apoio simpático e insistente de Jo, Katie percebe que deve escolher entre uma vida de segurança temporária e outra com recompensas mais arriscadas... e que, no momento mais sombrio, o amor é seu único refúgio.

Havia poucos meses que Katie chegara a Southport, na Carolina do Norte, um apequena e tranqüila cidade. Morava numa casinha afastada, que nada tinha de seu, muito simples e que devagar ela ía arrumando, e trabalhava como garçonete num restaurante a beira da praia. Não tinha amigos e as poucas pessoas com quem se relacionava eram os colegas de trabalho, dos quais sempre mantinha alguma distância e ninguém sabia nada sobre ela. Sempre que perguntavam porque havia vindo para a cidade, respondia: “para recomeçar”. 
Numa das tardes que sentara na varanda para tomar um café e ler livros que pegava na biblioteca, Katie foi surpreendida por Jo, que acabara de se mudar para a casinha junto da dela. A partir daí Katie passaria a ter uma amiga, alguém com quem conversar, mas sempre com muito cuidado para não falar do seu passado, passado que ainda a aterrorizava e que ela sabia que podia ressurgir a qualquer momento. 
Alex era dono de um mercado, viúvo e tinha dois filhos pequenos. Sempre que Katie ía lá ele ficava observando-a, desde pelas poucas coisas que comprava, até por sua beleza. Tentou de diversas formas puxar assunto com Katie, mas ela sempre respondia de forma vaga mostrando que não queria nenhuma aproximação. Foi por causa dos filhos de Alex que ele e Katie acabaram se aproximando. Ele já muito interessado e ela fazendo de tudo para manter distância. Porém Alex não desistia e devagarinho a foi conquistando. Ele sabia que ela guardava um segredo, mas respeitava isso e procurava não apressar nada. Por outro lado a relação de Katie com Jo ficava mais próxima e era essa nova amiga que conseguia ajudá-la a querer tentar uma nova vida, de acreditar que poderia ser feliz e a se livrar desse segredo. Vamos acompanhar Katie se abrir a nova amizade e a nova paixão que surgiam. E num determinado momento o autor nos mostra o segredo de Katie, intercalando presente e passado, até que os dois se encontram.
Apesar de já ter uma ideia do que era o segredo de Katie e imaginar o que aconteceria, encontrei uma história muito bem contada e que me prendeu à leitura. E o melhor de tudo é que Nicholas nos presenteia com uma bela surpresa no final, adoro ser surpreendida. Li o livro em duas noites/madrugadas, e isso não seria possível se não fosse um ótima história.


Título: Um Porto Seguro (Safe Haven)
Lançamento:19 de abril de 2013 
Diretor: Lasse Hallström
Elenco: Julianne Hough, Josh Duhamel, Cobie Smulders, David Lyons
Gênero: Romance , Drama


Eu não gosto de comparar livro e filme, são duas linguagens diferentes, e os dois podem ser bons, mas esse me incomodou demais da conta. Mesmo sabendo que o filme é "baseado" no livro, a roteirista deixou muito a desejar. O que poderia ser um ótimo filme, ela conseguiu fazer algo muito superficial. 
Quem não leu, pode gostar, é uma história de amor bem legalzinha e cheia de clichês. Mas quem leu, dificilmente gostará. Eu me perguntei diversas vezes o porquê dela ter deixado de lado ou modificado momentos, coisas que só acrescentariam e que eram fácil de estar nele. Enfim, é dessas coisas que a gente nunca vai entender.


Resenhas inicialmente escritas e publicadas na Saleta de Leitura

Uma ótima semana!!

Um comentário:

  1. Oi Luci,
    Na maioria das vezes é sempre assim, o filme deixa a desejar, o livro é mais detalhista e emocionante, enfim, completo. Eu li uma trilogia chamada Millennium do sueco Stieg Larsson, não sei se você já leu. O primeiro livro se intitula Os homens que não amavam as mulheres, eu amei e devorei o livro, apesar que no começo é um pouco chato, mas necessário, as explicações. Adorei mas, me decepcionei com o filme, existem dois, um filme americano e o sueco, que gostei mais.
    Eu sempre prefiro ler primeiro o livro para, só então vê o filme.
    Vou procurar ler esse ai.

    Uma linda semana, xerocas
    Go

    ResponderExcluir