26 de out de 2013

Hora de chutar o balde... novamente!

Há coisas que vem para nos lembrar de algo, para despertar algo adormecido. Foi assim que senti após assistir a reportagem sobre "Chutar o balde" no programa Mais você. Na reportagem chutar o balde representava dar uma guinada na vida profissional, e me lembrei das vezes que fiz isso. 
A primeira vez foi no meio do expediente eu me levantar da cadeira, ir até a mesa da secretária, escrever carta de demissão, entregar ao diretor e ir embora e não mais voltar. Uma semana depois estava empregada ganhando 50% a mais. Na segunda vez, morando em São Paulo, estava muito aborrecida com uma situação criada pelo patrão. Num final de tarde, veio a gota d'água, liguei para ele aqui no Rio e pedi demissão. Ele perguntou por quê? Eu disse simplesmente que havia decidido voltar para o Rio. E assim fiz! Após 4 anos morando em Sampa, fiz as malinhas e voltei pro Rio e prá casa da mami. Passei 1 ano costurando junto com ela até conseguir um novo trabalho. Na terceira, vocês que me acompanham aqui já sabem, de operadora de mercado de capitais, me tornei artesã. Não foi fácil, abri mão de muitas coisas, mas feliz como nunca.
Entre a segunda e a terceira vez, tive vontade de chutar o balde e ir embora muitas vezes, mas não podia. Nesse momento tinha pessoas dependendo de mim e sabia que não conseguiria um salário igual.Porém fiquei pensando que chutar o balde, não é somente referente a vida profissional, mudar de emprego ou carreira, é mudar tudo que dá vontade, começar de novo de outro jeito. 
A questão é que isso ficou martelando na minha cabeça e no meu coração e me fez tomar uma decisão. Precisava decidir algo e não conseguia. Cada hora resolvia uma coisa, mas o resolvido não me sossegava. E como num passe de mágica agora sei o que quero. Se vai dar tudo certo eu não sei, mas por quê não arriscar? Minhas loucuras sempre são calculadas. Além do mais hoje ninguém depende de mim e qualquer problema futuro, será comigo mesmo. Não, não quero levar uma vida sossegada apenas esperando o fim chegar. Praticamente minha vida inteira foi pensando no bem estar dos outros, de quem eu cuidava, e não estou reclamando, foi uma escolha minha.
Encontro muitas mensagens no Facebook que me fazem lembrar alguma coisa, que me fazem pensar. Ontem foi essa ... ah Drummond...


Me fez pensar em sonhos, em planos, em desejos. Não realizei as coisas que mais quis, por motivos diversos, e não dá mais para realizá-las. Porém eu posso sair da minha zona de conforto e fazer algumas coisas que gostaria, eu que já cuidei de tanta gente, já realizei sonhos e desejos, acho que chegou a hora de pensar nos meus. 
Bem,  só contei para uma pessoa, precisava verbalizar, mas por enquanto não pretendo contar para ninguém, principalmente os mais próximos, pois acho que não vão ententer, e já sei tudo que vou ouvir. Mas é a minha vida, tenho que cuidar dela, de mim,  e eu decidi que vou chutar o balde de novo e vou ser ainda mais feliz.
Agora é esperar que o ano termine e que venha 2014!!!


12 comentários:

  1. Você é muito corajosa, querida! Isto me faz admirá-la cada vez mais. Desejo do fundo do meu coração que você seja muito feliz, quando mais uma vez, chutar o balde. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Bem se você precisava de uma força ou um empurrão, sinta-se empurrada. Desejo sempre só o melhor para você. Mesmo que por vezes o melhor para você não seja o que os outros imaginam. Seja feliz. Mudar faz bem.

    Muita Luz e Paz
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. É isso mesmo! Pensa em ti, vai fundo e firme e daqui a torcida pra que tuuuuuuuuuuuuuudo dê certo! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  4. Olá Luci, tenho caminhado pouco pela NET, por situações que me impedem a assiduidade , mas não de ler o que tem de bom e motivador. Maravilha seu texto , tenha a certeza de que não somente está sendo um abrir novos caminhos para você e sim um catalizador para outras , como eu, que necessitam sair da zona de conforto e tocar os projetos encastelados. Vá em frente e com certeza será mais uma vez vitoriosa e feliz, este é meu desejo.Abraços e boa semana,

    ResponderExcluir
  5. Olá,dei passadinha pra conhecer o seu blog,gosto muito de você,mesmo sem ainda te conhecer,não se preoculpe minha amiga,tudo vai dar certo pra você,bjs.

    ResponderExcluir
  6. Oi Luci
    As vezes chutar o balde é preciso, também tô nessa! e se Deus quiser vai dar tudo muito certo, para mim e para você também!!!
    Viver na mesmice acaba nos atrasando, viver cuidando dó dos outros mesmo sendo uma decisão nossa um dia cansa né? fiz o mesmo várias vezes e agora tenho que pensar no que será melhor melhor, mesmo que não entendam, não importa.
    Afinal a vida é curta e quero começar pela sobremesa!

    Beijos e tudo de bom pra vc!

    ResponderExcluir
  7. Oba!!! Lá vem coisa boa! Quem faz o que realmente deseja não faz mal! Apoio integral, desde as Minas Gerais! A vida é curta e temos que curti-la!!!! Muitas alegrias!!! Bjka. Neli - Iaiá Arteira!

    ResponderExcluir
  8. Tudo bom Luci?

    Te entendo perfeitamente, quem nunca teve vontade de chutar o balde?
    Avaliados os riscos, e com os pés bem no chão, por que não chutar o balde?
    Vá ser feliz, vá viver com prazer e com certeza terá sido a melhor escolha.


    Beijos e ótima semana


    Audeni

    ResponderExcluir
  9. Luci, eu sinceramente admiro demais quem tem coragem de chutar o balde.

    Não no sentido de ofender aos outros, ser grosseiro, chutar assim prá mudança de vida !!
    Acho que é necessário, senão ficamos estagnados... e quando a idade chega ( e ela sempre chega) acabamos ficando amargurados, pensando no que poderíamos ter feito... mas daí o tempo já passou...

    Eu espero que seu "chute" te traga muitas alegrias e sonhos realizados. Acho que o "fazer planos" já é uma maravilha !!!

    Que Deus te abençoe !!

    Bjus 1000 querida

    ResponderExcluir
  10. É isso aí.. e simbora ser feliz, porque se nos conformarmos com a vida que segue, nos tornaremos pessoas infelizes.....
    Que Deus te ilumine e lhe dê sabedoria para cada passo...

    ResponderExcluir
  11. Luci,
    Vim só para lhe dizer que do outro lado do oceano existe uma pessoa que torce para que sua chutada dê certo para si. Gostava de poder fazer o mesmo mas por enquanto não dá ... peças que a vida nos prega ... . Adorei seu texto, sua força e energia. Bora menina a felicidade está logo ali ao virar da esquina. Ah e não se preocupe com o que os outros (sejam lá quem forem) pensem, a vida é sua eles que tratem da deles... e para a frente que atras vem gente.
    Beijos e vemo-nos ou por aqui ou lá no face.
    Júlia
    julia.vieira@sapo.pt

    ResponderExcluir