20 de mai de 2013

A maldade humana não tem limite

Creio que semana passada o assunto mais comentado foi a cirurgia da Angeline Jolie. Não me pergunte se eu achei que ela fez certo ou errado, pois como eu escrevi nas redes sociais, acho que é uma decisão muito pessoal. Li os motivos dela e entendi. Fiquei com a impressão que ela tinha uma constante nuvem negra sobre a cabeça e que agora vai viver mais tranquila, embora sabendo que não está livre totalmente. 

Para quem não leu, AQUI



Duas coisas me chamaram mais a atenção, sendo a primeira de como a cirurgia é feita e segundo 
"Angelina também conta no artigo a importância da cirurgia para seus filhos. "É reconfortante saber que eles não veem nada que os deixe desconfortáveis. Eles veem minhas pequenas cicatrizes, e nada mais. Todo o resto é apenas a mamãe, do mesmo jeito que sempre foi. E eles sabem que os amo e que eu faria qualquer coisa para ficar com eles por todo o tempo que puder."

Mas eu queria mesmo é escrever sobre as coisas que li, de como foi julgada. A maioria das pessoas esqueceu de quem ela foi até hoje, da mulher linda, mãe amorosa, ótima atriz e uma humanista como poucas. Quantas vezes já a vimos mundo afora lutando pelas crianças e mulheres, e muitas vezes com marido (lindão do Brad) e filhos juntos com ela. Outro dia a vi discursando em reunião do G8 falando sobre as mulheres militares que são estupradas, e não é por inimigos apenas, mas pelos próprios colegas de tropa.
Li muita abobrinha, foi julgada e condenada sem pena!
Um sujeito escreveu um texto onde no título estava "heroína cretina". Tem pior que isso? Tem!!! Mulheres divulgando o texto e concordando.

Se quiser ler, está AQUI.

A última que vi foi essa:


"EXPOSED: Angelina Jolie faz parte de um inteligente esquema empresarial para proteger bilhões de dólares em patentes de genes BRCA para influenciar a decisão do Supremo Tribunal Federal"

AQUI

Bem, a mulher que ela é hoje, não me dá motivos para não acreditar nas declarações dela. Se não for, prefiro ser a boba, a ingênua, do que a "esperta" que tudo sabe e ninguém engana e cometer leviandade.


Angelina Jolie ao lado de sua mãe, Marcheline Bertrand